Cuidados com a saúde na hora de viajar

cuidados ao viajarcuidados ao viajar 2 cuidados ao viajar 3 cuidados ao viajar 4 cuidados ao viajar 5O que todo mundo precisa saber antes de cair na estrada ou embarcar em um avião

 As férias já chegaram e com elas os planos de conhecer lugares diferentes ou a vontade de visitar algum parente que há muito tempo não podemos ver. Muitas pessoas estão se preparando para passeios e viagens, sejam elas mais curtas ou de longa duração, mas poucos se preocupam com um problema bastante comum que ocorre pela impossibilidade de andar ou se movimentar normalmente durante o percurso, seja de automóvel, ônibus ou avião.

Viagens de média e longa duração (acima de duas horas) podem ocasionar inchaço, dores nos pés e tornozelos e, em casos mais graves, podem acarretar a chamada “Trombose Venosa Profunda”, também conhecida como síndrome do viajante, causada pela coagulação do sangue no interior das veias, mais comumente as dos membros inferiores (cerca de 90% dos casos).

Outros fatores também contribuem para o surgimento de problemas circulatórios durante as viagens, como pouco espaço para movimentação, desidratação, ingestão de álcool, obesidade, hereditariedade, pressurização das cabines e tabagismo.

A melhor maneira de evitar esse tipo de problema está no uso de meias de compressão, que ajudam a ativar a circulação no momento em que as pessoas estão paradas. A SIGVARIS, empresa suíça pioneira na produção de produtos voltados para a terapia de compressão e no tratamento de doenças veno-linfáticas,possui uma ampla linha de meias terapêuticas, para homens e mulheres, com variedade de fios, cores, modelos e níveis de compressão, desenvolvida especialmente para o biótipo brasileiro. Os produtos de uso preventivo, com nível de compressão 15-20mmHg podem ser adquiridas sem prescrição médica e são encontradas em lojas especializadas e farmácias.

“A incidência da trombose venosa profunda em pessoas que realizam viagens de longa duração, ocorre principalmente por causa da estase do sangue e pela dificuldade ou impossibilidade de andar ou se movimentar normalmente. Outros fatores também podem desencadear o risco, como desidratação, ingestão de álcool, obesidade e tabagismo”, afirma Dr. Carlos Alberto Carvalho, Presidente da Associação Brasileira de Flebologia e Linfologia.

A Síndrome do Viajante também pode ser evitada com algumas precauções mínimas e de baixíssimo custo, que pode se manifestar durante a viagem ou até mesmo dias após.

 Dicas para evitar o problema

  • ·         Utilize meia de compressão;
  • ·         De duas em duas horas faça exercícios com os pés para cima, para baixo e em círculos, proporcionando a movimentação da panturrilha;
  • ·         Caminhe a cada duas horas pelo avião. Se a viagem for de carro ou ônibus, faça paradas regulares, caminhe e exercite os pés;
  • ·         Beba líquidos não alcoólicos antes e durante a viagem, mantendo assim uma boa hidratação;
  • ·         Use roupas confortáveis;
  • ·         Eleve os pés, sempre que possível.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s