Modeladores são aliados no pós operatório

Acessórios devem ser usados após o procedimento para ajudar na recuperação dos pacientes

Ao sair da sala de cirurgia depois de um procedimento estético, o primeiro pensamento de qualquer pessoa é: quando poderei ver os resultados? Entre a operação e o resultado final podem levar meses até que o paciente veja as mudanças reais no corpo, conforme explica o cirurgião plástico Andy Ern. “Há cirurgias como a abdominoplastia que levam até seis meses para a acomodação dos tecidos e o amadurecimento da cicatriz”, explica o médico, pontuando que tudo vai depender do comportamento no pós-operatório.

Os cuidados após a cirurgia são tão importantes quanto os do pré-operatório, afinal, se você seguiu à risca todas as recomendação antes, porque não seguiria agora?

Um dos itens indispensáveis para um bom pós-operatório são as malhas e cintas compressivas. O uso deste material tem como objetivo, além de moldar a pele ao novo contorno corporal, evitar edemas e ajudar a manter a postura ereta. Além disso, essas peças promovem uma significativa melhora nos sistemas circulatórios sanguíneo e linfático, o que é muito importante para o restabelecimento dos tecidos traumatizados.

Para a empresária e Thalyta Ern, que recentemente lançou sua linha de modeladores e lingeries pós-cirúrgicas, a função destes materiais no pós-operatório é exercer uma leve e constante compressão nas regiões operadas. “Ao fazer isso os modeladores comprimem o espaço entre os tecidos evitando o acúmulo de água e consequentemente o inchaço”, observa a empresária.

Isso ocorre porque, na medida em que se diminui o excesso de líquido acumulado entre as células, elas ficam mais próximas umas das outras, contribuindo para a formação de uma cicatriz mais fina e uniforme, evitando o surgimento de quelóides.

Na hora da escolha, é indispensável seguir as orientações do médico. Só ele pode definir qual o modelo adequado para cada cirurgia e qual o tamanho ideal para comprimir, sem apertar demasiadamente.

A boa notícia para as mulheres que se submetem às cirurgias e não gostam da aparência dos modeladores comuns, geralmente cor da pele é conhecer a linha de modeladores Thalyta Ern, pensados especialmente para aliar conforto e feminilidade ao corpo da mulher. As peças, confeccionadas com material de alta qualidade trazem bem-estar e beleza durante a recuperação.

Para o cirurgião plástico Andy Ern é importante que os pacientes respeitem o prazo de uso das cintas e modeladores, que são colocados logo após a cirurgia e devem ser usados por um ou dois meses, conforme o caso. Durante esse período, a peça precisa ser ajustada, pois ela vai se tornando mais larga conforme o corpo desincha.

JOHN-DEIVISON_0054

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s