Juliano Guidi expõe na Casa Cor SP, SC e PR

Com peças na Casa Cor São Paulo, Paraná e Santa Catarina o designer Juliano Guidi, nome por trás da Residual Furniture, planeja entrada no mercado internacional para o segundo semestre. “Ano passado fiz várias viagens para estabelecer esses contatos, agora vamos evoluir os projetos nesse sentido”, aponta.

 Na Casa Cor SC, que acontece pela primeira vez em Balneário Camboriú, Juliano está presente em dois ambientes. Na entrada da mostra, no espaço Hall Social, do escritório FConsonni, em primeiro plano a mesa Hércules ganha destaque através do projeto de interiores de cores neutras como cinza, branco e preto com um toque de verde e azul. A madeira, sempre evidente, imprime conforto. “Apreciamos misturar diferentes materiais e cores, promovendo diferentes sensações”, afirmam as arquitetas Fernanda Consonni e Priscilla Borges.

CASA COR SC

Com formato orgânico, a mesa de centro do designer sobre o tapete geométrico, nas cores preto e branco traz vida ao ambiente. “Admiramos o trabalho do Juliano, o seu respeito e paixão pela natureza. Todas as suas peças são realizadas sem nenhum corte de árvores, transformando resíduos de troncos, raízes e galhos, que são descartadas, em peças únicas e exclusivas”, destaca a dupla de arquiteta, que assina o espaço que preza pela integração sustentável entre a arquitetura e o meio-ambiente.

Hall de entrada

Natureza Preservada
O Píer Seventeen, assinado pela dupla Indiara e Bruno Barbieri do escritório Injy Interior Design traz um grande área externa de 415m2 com jabuticabeiras, oliveira e uma parede vertical verde que faz um cenário perfeito para os bancos de madeira e a escultura Fênix do designer Juliano Guidi. É dele também a mesa de madeira que traz aconchego ao ambiente interno com pegada cosmopolita repleto de pilares e vigas aparentes com textura de cimento queimado. “A mesa foi essencial para humanizar o espaço interno onde o concreto aparente e as cores sóbrias predominam. Na parte externa, a escultura, junto com o ofurô e o paisagismo, foram um conjunto harmonioso entre a natureza e arquitetura”, apontam eles.

Na Casa Cor Paraná, Juliano está presente no ambiente do paisagista Wolfgang Schlögel, parceria que já dura anos. Lá, suas peças integram o Restô Garden Compagás, espaço ousado com 150 m2, e que traz o jardim para dentro do restaurante. Já na Casa Cor São Paulo, o designer assina os bancos Coral e Flor de Rádica, expostas no Jardim Goiabeira, no restaurante Badebec, projetado pelos arquitetos Patrizia Genovese e Guilherme Longo.

Juliano Guidi
O olhar do designer catarinense de mobiliário Juliano Guidi ganha um brilho diferente quando ele lembra da sua trajetória e da descoberta por esta forma de arte que em 2015, o levou para duas exposições na Itália, em Milão, capital mundial do design.  Em novembro do mesmo ano, ele expôs o seu trabalho autoral na 3ª edição do BRAZIL S/A São Paulo, no shopping Cidade Jardim.

Juliano resgata o material morto em forma de raízes e troncos de árvores descartados pela própria natureza e os transforma em obras de arte e peças únicas de alta durabilidade. É dessa forma, sem causar impacto ao meio-ambiente, que Juliano trabalha no seu atelier localizado na Praia Brava, em Itajaí. Sua arte está presente na maioria das mostras de decoração nacionais, como Casa Cor Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s