Hipnose é uma opção de terapia para perder o medo de avião

Frio na barriga, mãos trêmulas e coração acelerado são sensações bastante comuns para as pessoas que têm medo de avião. Até mesmo quem já está acostumado com pousos e decolagens provavelmente fica, no mínimo, apreensivo em um momento de turbulência. Mas há também aquelas pessoas que têm verdadeira fobia ao se imaginar dentro de um avião e que, simplesmente, não conseguem superá-la. Com a chegada do segundo semestre, onde muitos já começam a planejar suas férias e as viagens de final de ano, decidir o destino da próxima viagem acaba sendo um transtorno para quem tem fobia de voar de avião.

Contudo, de acordo com Renata Stulp Scheide, psicóloga especializada em hipnoterapia cognitiva, enfrentar esse medo através da terapia pode ajudar quem sofre com o problema. “Há casos onde esse medo é apenas um receio que consegue ser vencido, mas para um outro grupo de indivíduos a fobia de viajar de avião é algo muito mais sério. Independente de qual seja estágio, é possível superar esse medo tendo a hipnose como uma importante aliada”, destaca a profissional.

Os motivos para a fobia de viajar de avião muitas vezes variam para cada pessoa. Mas, de acordo com a psicóloga Renata Stulp Scheide, existe um limiar entre o medo e a fobia. “A fobia é algo muito mais sério, pois ela paralisa e, quem tem, realmente não consegue encarar essa situação de nenhuma forma”. Renata destaca que é feito todo um trabalho para descobrir as causas desse medo e, a partir daí, traçar um plano de ação específico para cada paciente, que inclui: psicoterapia, técnicas de controle de ansiedade, de respiração diafragmática e também técnicas de hipnose.

“Na hipnose trabalhamos várias dessas técnicas e simulamos a viagem de avião com o paciente, sempre controlando a ansiedade em uma escala de 0 a 10, até que ele faça toda a viagem simulada com a ansiedade sob controle”, revela. Além disso, Renata Stulp pontua o fato do cérebro humano não diferenciar verdade de imaginação, por isso mesmo,  trabalhar com foco no resultado final e fazer com que o paciente se veja no destino é um elemento chave.

Mesmo para quem não chega ao ponto de ter fobia de voar, Renata Stulp Scheide enumera algumas dicas para que a viagem se torne muito mais confortável e o medo seja vencido. Confira:

1 – Mantenha-se bem hidratado e evite estimulantes como café, refrigerantes, chocolate e álcool.

2 – Escolha roupas confortáveis e não se esqueça de sempre respirar fundo e lentamente buscando ter os músculos relaxados. Evite ficar apertando o braço da poltrona.

3 – Tente ocupar a mente com atividades relaxantes. Seja um jogos de celular, leia um livro ou revista para, assim, evitar que a imaginação vagueie e a preocupação se torne em excesso.

4 – Se mesmo com todas essas dicas, a simples ideia de viajar de avião deixá-lo paralisado, procure a ajuda de um profissional e não deixe que o medo dite a sua vida para que você possa vivê-la ao máximo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s