8 perguntas sobre prótese de mama para deixá-la livre de dúvidas na hora de decidir pela cirurgia

Quem nunca teve alguma dúvida antes de realizar qualquer procedimento estético, por
mais simples que fosse, não é mesmo? E não seria diferente com a colocação de
próteses nas mamas, principalmente por se tratar de um procedimento cirúrgico.
Dúvidas são normais, e nos consultórios médicos elas são esclarecidas o tempo todo.
Por isso, nesta matéria selecionamos oito aspectos diferentes sobre a cirurgia. Eles
representam algumas das dúvidas que muitas pacientes levantam nas consultas com
o cirurgião antes de decidirem-se pelo procedimento. Quem nos responde cada uma
dela é o médico cirurgião plástico Andy Ern (CRM/SC 9794 e RQE 6681). Confira:

Qual o tamanho idela?
As próteses de mama são escolhidas de acordo com a dimensão do tórax das
pacientes. São escolhas individualizadas que só podem ser feitas através de uma
consulta médica detalhada onde o cirurgião, baseado no desejo da paciente, procura
adaptá-lo às proporções do tórax.

Qual o tipo de prótese ideal?
O tipo de prótese também é uma escolha individualizada e discutida entre médico e
paciente, cabendo ao cirurgião a avaliação dos detalhes do tórax, da expectativa de
aumento e do formato que a paciente busca para suas mamas. Existem vários tipos de
próteses. Normalmente, as mais usadas são as próteses redondas, mas em alguns
casos utilizamos implantes anatômicos ou em forma de gota.

Há prazo de validade para os implantes?
Os implantes não têm um prazo fixo de validade. Antigamente, falava-se em dez anos
para trocar uma prótese. Hoje, não existe mais um tempo determinado, as próteses
tem validade indeterminada. É possível ficar com o mesmo implante por períodos
maiores. Haverá necessidade de troca da prótese se a paciente tiver uma queda da
mama, se o resultado for se perdendo com os anos, se ela engravidar e os seios
ficarem com um pouco de flacidez. E, também, podem ocorrer problemas com as
próteses. O mais comum chama-se 'encapsulamento', que é algo pouco frequente,
com ocorrência em cerca de 1% das pacientes. A cada cem mulheres, uma pode ficar
com seus implantes endurecidos e ter a necessidade de troca da prótese.

Pode ocorrer rejeição?
Pode. Pode ocorrer rejeição ao silicone, embora seja algo muito raro. Toda a paciente,
antes de se submeter à um procedimento cirúrgico, deverá saber que existe essa
possibilidade. Mas, geralmente, se e quando acontecer, a rejeição poderá ser
revertida. O máximo que pode acontecer é a paciente precisar aguardar um tempo,
que poderá ser de alguns meses, até poder recolocar a prótese.

A sensibilidade de mama muda após a cirurgia?
A sensibilidade das mamas sempre muda após a colocação das próteses. O
procedimento afeta as terminações nervosas da região operada. É comum as
pacientes sentirem menos sensibilidade na região da cicatriz ou, em alguns casos, até
mesmo o aumento da sensibilidade na região dos mamilos. Com o passar do tempo,
ambas as situações são normalizadas.

A prótese de silicone prejudica a amamentação?
A prótese de silicone não atrapalha a amamentação. Ela fica totalmente atrás da
glândula mamária, permitindo que as glândulas se desenvolvam normalmente durante
a gestação. Não há nenhuma relação de diminuição, ou alteração, na amamentação
devido à presença dos implantes mamários.

Qual o tempo de internação?
Normalmente, a paciente tem alta no mesmo dia. O procedimento é realizado no
centro cirúrgico com toda a segurança, com médico anestesiologista durante toda a
cirurgia. A paciente, após breve recuperação – permanecendo algumas horas em
observação no hospital, livre de dores, devidamente alimentada – poderá ir para casa
no mesmo dia. A internação é feita pela manhã e, no final da tarde, a paciente recebe
alta.

E o tempo para voltar à vida normal?
O período de recuperação é muito variável. Normalmente, após 15 dias, a paciente já
pode realizar a maioria das suas atividades. O procedimento de implante de prótese
de silicone requer um período relativamente simples de recuperação, mas requer
tomar alguns cuidados, principalmente com os braços, nos primeiros dias. Deve-se
evitar esforço físico para cuidar da sua cicatrização, a fim de que o seu padrão de
cicatriz fique melhor. Como em qualquer procedimento cirúrgico, a prótese de mama
exige um pouco de cuidado no pós-operatório, mas a paciente ao sair no mesmo dia,
poderá caminhar e movimentar-se.

Mais informações:http://andyern.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s