Psicóloga destaca a importância da presença dos pais para as crianças

Com a chegada de outubro e do Dia das Crianças, a psicóloga Renata Stulp Scheide lista algumas razões pelas quais a presença dos pais sempre será o melhor presente para os pequenos.

O Dia das Crianças está chegando e não é nenhum segredo que os pequenos adoram ganhar brinquedos novos. Contudo, de acordo com a psicóloga Renata Stulp Scheide, a data serve também para lembrar aos pais que muito mais do que presentes caros, o melhor presente que qualquer criança pode receber é a presença contínua de seus pais em sua vida.

A profissional destaca que, embora a correria do dia a dia não contribua para ajudar as famílias a ter mais tempo pra sentar e conversar com as crianças, é preciso fazer um esforço para estar mais presente e o resultado disso são crianças mais felizes e seguras. “As famílias, na maioria das vezes, nem fazem mais as refeições juntas ou, quando fazem, as crianças estão vendo um tablet ou fazem suas refeições assistindo televisão. O alerta é para que os pais busquem ter momentos saudáveis em família e,  mesmo que o tempo seja curto, que ele seja bem aproveitado e tenha qualidade”, pontua.

Para a psicóloga, o importante é que os pais consigam criar um momento especial para compartilhar interesses com os pequenos, com atitudes simples, mas que fazem a diferença. Ela enfatiza que o importante não é necessariamente a quantidade, mas sim a qualidade desse tempo que se dedica para estreitar os laços com os pequenos.

“Perguntar como foi seu dia, quais seus interesses e criar uma conexão verdadeira. Esse é um hábito que deveria ser construído com a criança desde cedo. Pode ser em uma refeição, mesmo que ela ainda não coma o mesmo alimento que os pais. O importante é que exista  este momento com a família e fazer com que ele seja especial, um momento para sentar e conversar”, enfatiza a psicóloga.

Renata Stulp Scheide destaca ainda que, por se sentirem culpados,  alguns pais acabam tentando compensar a ausência com presentes e brinquedos. Contudo, ela alerta que as aquisições materiais não são substitutivas. “Presentes não substituem a presença dos pais, pois só com a atenção e o cuidado desses pais é que se promove o amor, a afetividade, a orientação, a ternura, onde se estabelece o diálogo e a educação. São esses os valores necessários para a formação de filhos mais capazes e felizes”, finaliza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s