Resiliência para viver melhor

Por Sara Cruz Frota

A palavra resiliência vem do latim “resilire”, que significa recusar, voltar atrás. É, também, a capacidade que temos de sermos flexíveis em momentos que estamos diante das adversidades. Essa flexibilidade é erguida por meio de um conjunto de crenças que permitem transcender os obstáculos da vida e progredir no futuro com superação. Quando falamos em comportamento, resiliência significa a construção de novos caminhos a partir do enfrentamento de situações muito estressantes. Carlos Drumond de Andrade escreveu uma vez: “A dor é inevitável. O sofrimento, opcional”. Esta lucidez do poeta, do seu modo, fala de resiliência.

Quando os pais permitem que os filhos experimentem o mundo ao seu redor e que eles respondam de forma natural e espontânea aos possíveis “obstáculos” que possam aparecer no seu caminho, estão dando a eles repertório para a resiliência. A Resiliência não é só um traço de caráter hereditário que você tem ou deixa de ter, pode ser uma conquista pessoal.

Algumas áreas da vida estão ligadas à resiliência psicológica e cooperam para a superação das adversidades, tais como otimismo com a vida, que é habilidade de confiar no desempenho, contornar os problemas e cultivar esperança. Além disso, o resiliente tem empatia pelos outros, ou seja, a habilidade de compreender suas emoções e saber lidar com as situações difíceis que a vida impõe. Ao perceber alterações de humor, aumento de tensão e diminuição da alegria de viver, talvez possa ser interessante parar e ver o que pode fazer para mudar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s