Saúde emocional em foco

Com a correria da vida moderna, estar atento à saúde emocional é tão importante quanto cuidar da saúde física e até mesmo estética. Mais do que isso, é preciso encontrar o ponto de equilíbrio. Para entendermos um pouco mais sobre este tema tão vital para os dias de hoje, entrevistamos o fisioterapeuta Ricardo Hoffmann que, constantemente, busca estar atualizado em tudo o que se refere à saúde de forma integral e complementar, indo desde os aspectos físicos, hábitos alimentares, emoções até os fatores biológicos e energéticos. Palestrante, coach de Saúde e com formações internacionais em Microfisioterapia, Leitura Biológica, Germânica Heilkunde (nome atual da Nova Medicina Germânica), Terapia Manual e Postural, Psych-K®, ENM (Equilíbrio Neuro Muscular), Hipnoterapia, Terapias Quânticas, Terapia CranioSacral®, entre outras, atua há mais de 12 anos mercado de Santa Catarina. Confira!

Dr. Ricardo, o que é saúde emocional e como ela interfere em nosso dia a dia?

Para mim a saúde emocional é o resultado final entre o contexto atual em que estamos inseridos, seja um fato específico ou um momento de nossas vidas e a percepção que ficou registrada dos fatos por nós vividos no passado. Atribuo ao sentido particular atribuído por cada indivíduo no exato momento em que passa por uma situação específica, seja ela consciente ou inconsciente.

Quais os principais sintomas de que algo não está indo bem?

Posso citar como sinais mais comuns uma elevação nos níveis de estresse e ansiedade, irritabilidade, alteração do sono, desatenção, cansaço sem causa aparente e também algumas vezes cefaleias e dores de estômago.

A saúde emocional impacta diretamente na saúde física?

Perfeitamente. Existem algumas exceções, mas por experiência própria atendendo mais de 5 mil pacientes, quase a totalidade dos sintomas físicos tem a sua origem no emocional. Por isso a visão racional e cartesiana de muitos profissionais da área da saúde tem sido substituída por outros que passam a ver o “corpo como um todo”, deixando de negar essa relação íntima e obtendo resultados muito mais eficazes. A intenção é sempre ir na causa real dos sintomas.

As pessoas geralmente fazem os famosos checkups anualmente, porém poucas são as que se preocupam com a saúde emocional e acabam procurando ajuda apenas quando os problemas surgem. É possível fazer uma espécie de prevenção em relação à saúde emocional?

A saúde emocional está diretamente ligada aos nossos hábitos e rotina. Para manter um equilíbrio é fundamental que tenhamos uma rotina que nos dê esse suporte. A prática de atividades físicas, estar em contato com a natureza frequentemente, ter hobbies, estar rodeada de pessoas positivas, uma boa noite de sono, exercícios respiratórios, equilíbrio energético e espiritual e ainda, se possível, trabalhar com algo que você goste e te faça bem. Os cuidados com a alimentação também influenciam diretamente na nossa saúde emocional.

Você é um dos precursores da microfisioterapia no Brasil. De que forma este tratamento pode contribuir?

A microfisioterapia me possibilita, por meio de toques sutis seguindo os mapas específicos do corpo, identificar registros de traumas guardados a nível celular e que, quando acumulados de forma específica acabam gerando sintomas e doenças. Após a identificação são realizados estímulos leves que fazem o corpo entrar naturalmente em um processo de autocura e a se restabelecer. Essas memórias são em sua grande maioria de choques emocionais do passado, muitos deles até lembrados pelos pacientes, que depois de “apagados” das células, trazem alívio e conforto quanto àquele acontecimento.

Como a microfisioterapia atua dentro da saúde emocional?

Falo que a micro é uma forma de fazer uma “faxina” emocional do passado que carregamos e que influencia diretamente no nosso estado de saúde física e emocional no presente. Quando essa limpeza acontece, nossa saúde também muda completamente. É claro que não existe mágica e também tem todo o contexto atual em que cada um de nós se encontra e que merece atenção. A individualidade sempre é respeitada e o resultado final depende também do paciente fazer a sua parte do processo.

Quais os principais diferenciais e benefícios deste tratamento?

Eu há trabalho com a microfisioterapia há mais de 12 anos e considero como principal diferencial dessa abordagem a possibilidade de tratar traumas e feridas emocionais do passado sem a necessidade do paciente contar as histórias por detrás disso tudo. Claro que a tomada de consciência ajuda no tratamento e a contribuição de outras ferramentas terapeutas aceleram o processo. Mas nosso corpo de alguma forma registra tudo isso e a microfisioterapia tem a capacidade de acessar essas informações e eliminar, inclusive, eventos que não tínhamos ciência ou não dávamos como algo que pudesse ter ficado gravado e estar influenciando em nossa saúde.

Quais os segredos para uma vida longa e saudável?

Essas é uma das perguntas recorrentes em meu consultório e a resposta, apesar de ser parecida em praticamente todas as situações, nunca é a mesma. Por que não é a mesma? Simples! Somos todos seres únicos, que apesar de termos fisiologicamente reações semelhantes, temos nos nossos fatores epigenéticos (fatores alheios a nossa genética) todas as diferenças imagináveis e inimagináveis que vão nos levar a situações, sintomas e doenças completamente distintos. Porém, a ideia principal é conseguir aliar um bom gerenciamento de conflitos, de estresse, entendendo e respeitando os sinais que seu corpo apresenta. Fazer uma “faxina” dos choques e traumas de nossa história, que é a proposta da Microfisioterapia. Juntar isso com hábitos saudáveis, que passam por uma alimentação adequada, atividade física, manter contato com a natureza constantemente, buscar realizar algumas atividades em grupos (dança, canto, atividades artísticas, artesanais, entre outras), meditação (yoga), evitar pessoas “tóxicas” que só te fazem mal, ter atitudes prestadias e ser proativo e fazer o que te dá prazer já estaremos no caminho certo.

A nova medicina germânica prega que os choques emocionais resultam em sintomas e doenças, conforme os estudos dos dr. Ryke Geerd Hamer. Em poucas palavras, seria possível afirmar que nosso corpo está em constante guerra para sobreviver devido aos choques ocasionados ao longo de nossas vidas? Além disso, é possível administrar os sintomas dessa guerra?

Sim. Praticamente todo sintoma, seja ele físico ou emocional, tem por trás um “sentido biológico” desencadeado por um “choque”, uma situação dramática e inesperada. Isso significa que nosso organismo está constantemente buscando a melhor estratégia de sobrevivência diante das suas circunstâncias atuais. São as únicas exceções à regra são as intoxicações e os traumas mecânicos. Nenhum sintoma aparece “do nada” e nenhuma região sofre por acaso. Naturalmente entramos e saímos de várias “guerras” durante a nossa vida, durante o nosso dia. Umas duram segundos, outras horas e algumas meses ou anos, e nem todas elas nos trazem sintomas evidentes.

Em outras palavras, o que quero dizer é que, praticamente todo sintoma faz parte de um programa de sobrevivência. E quando isso é entendido e respeitado, buscando os meios mais adequados e os profissionais que compreendam a saúde corpo/mente em sua individualidade, é possível sim, promover a saúde para que o corpo possa se restabelecer e voltar a funcionar normalmente desde que, é claro, fisiologicamente isso seja possível. Até porque, não existe mágica.

SERVIÇO

Dr. Ricardo Hoffmann

Fisioterapeuta – Crefito 10 93751-F

Rua 2950, 350. Sala 06. Centro – Balneário Camboriú-SC

(47) 4108-0681 / 99181-0681 (WhatsApp)

http://www.microfisioterapia.com

contato@microfisioterapia.com

facebook.com/drricardohoffmann

@ricardohoffmann

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s