O que os bebês fazem no berçário?

Diante da atual expansão e das muitas conquistas das mulheres no mercado de trabalho, torna-se cada vez frequente e maior, a procura por um espaço que acolha as crianças bem pequenas, ou seja, os bebês. Na busca por um lugar ideal para os bebês, os pais costumam visitar escolas com os espaços “ditos” para bebês e a partir disto, surge a dúvida: Mas afinal, o que fazem os bebês num berçário?

Segundo o pesquisador Paulo Fochi, a educação de bebês ainda é considerada um grande desafio para os professores e professoras de educação infantil, pois os bebês possuem especificidades que requer uma ação pedagógica específica. Muitos pais podem achar que no berçário, os bebês só comem e dormem. Mas é neste contexto que os bebês também são crianças que aprendem muito.

Maria Carmem Barbosa, pesquisadora da infância fala que, o berçário exerce função pedagógica por ser um lugar privilegiado de convivência entre adultos e crianças de modo que contribui para ampliação dos saberes e conhecimento de diversas naturezas. A pesquisadora ainda salienta que o berçário é um lugar social, que valoriza a sensibilidade, a criatividade, a ludicidade e a liberdade de expressão nas diferentes manifestações artísticas e
culturais.

Os bebês que frequentam a escola de educação infantil, que tem como proposta foco na infância e na criança, oferecem experiências interessantes e diferentes do ambiente doméstico, na escola sob a orientação de adultos especializados, as crianças junto com seus amiguinhos constroem relações afetivas, aprendem e constroem saberes na vida coletiva. Nesse espaço as crianças brincam, observam, interagem, imaginam, fantasiam, perguntam, experimentam novas e outras possibilidades.

O Centro Educacional “Pintando o Sete” proporciona no espaço baby diversos espaços para a criança brincar, porque em nossa concepção é na infância que se conhece o mundo e exercita sua autonomia. Para nós os bebês precisam brincar, para preencher uma necessidade essencial da primeira fase da sua vida, pois viver uma experiência de infância comprometida com a aprendizagem por meio de imaginação e brincadeira só contribui para o bom desenvolvimento infantil.

Por
Daniela Gomes Medeiros
Pedagoga – Especialista em gestão escolar
Mestre em educação – Univali – PPGE
Coordenadora pedagógica – C.E. “Pintando o Sete”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s