Desfralde: será que chegou a hora?

Com a aproximação das férias de período escolar, e o calor cada vez mais intenso, sabemos que muitos pais aproveitam o momento para desfraldar os filhos. E aliás, não podemos negar que algumas crianças têm mais facilidade que outras para passar pelo desfralde. Mas qual será que chegou a hora mesmo?

O que tenho observado é que muitas vezes, o desfralde é feito precocemente, o que ao invés de facilitar, dificulta e causa um transtorno para toda a família! Seja por pressão social, ou mesmo por achar que a criança já é muito grande para continuar usando fralda, ou ainda, porque alguém decidiu que é o momento, mas nem se quer parou para avaliar se a criança está mesmo preparada para esta nova etapa. Por isso, trago algumas dicas aqui para vocês.

Como cada criança é diferente, não existe uma idade exata que seja a ideal, porém, ao tomar a decisão de desfraldar seu filho, algumas questões devem ser consideradas. O que se sabe, é que antes dos 3 anos de idade, pode ser considerado precoce o desfralde, especialmente devido a imaturidade biológica da criança, pois o organismo ainda não está 100% preparado.

Tudo bem, nós sabemos que há sim crianças que desfraldam (muitas de forma bem rápida, inclusive) antes mesmo de completar seus três anos, no entanto, não há necessidade de apressar este processo, e muito menos de forçar.

Seu filho já sabe identificar que faz xixi ou cocô? Ele anuncia que está fazendo? Se sim, pode ser um bom momento para iniciar. Se não, talvez seja melhor segurar um pouco a ansiedade, e deixar um pouco mais pra frente.

Vai iniciar o desfralde? Ok, então deixe a criança com roupas confortáveis e que sejam fáceis de ser retiradas, assim caso ela vá sozinha ao banheiro, conseguirá se virar. Porém, é importante você saber que sim, pode haver vários escapes de xixi e cocô especialmente no início, e mesmo depois de algum tempo já totalmente desfraldada, a criança pode passar por isso. Então não crie expectativas de forma a transformar o processo de desfralde num martírio pra
criança.

Leve-a ao banheiro de tempos em tempos, mas lembre-se: você não deve perguntar se ela quer ir, apenas leve-a, coloque-a no pinico ou vaso sanitário, e espere uns minutinhos. Caso ela não queira se sentar, vale os pais demonstrarem como querem que ela faça, assim ela vai observando e se sentindo mais confiante.

Fique atento à ingestão de líquidos. Geralmente o organismo da criança leva cerca de 20 minutos para eliminar o que foi ingerido. Então essa pode ser uma dica de tempo aproximado para tentar levar ela ao banheiro. E não esqueça, antes de dormir, diminua drasticamente o consumo de líquidos.

A criança fez suas necessidades no vaso ou penico? Faça festa e comemore muito toda tentativa que finalizar em sucesso. E tenha muito cuidado! Não brigue se a criança deixar escapar. Ela está aprendendo, e como todo aprendizado, pode levar um certo tempo até ela se sentir mais segura e tomar consciência do seu corpo.

E por fim, lembre-se cada criança, ao seu tempo! Sem pressão, sem grandes cobranças, e se por acaso está demorando muito tempo para a criança aprender, pode ser que ainda não é o momento ideal, nada te impede de voltar atrás e recomeçar o desfralde mais pra frente, depois de um certo tempo.

Por

Ana Paula Petry

Psicóloga

Av. Cel. Marcos Konder, 1313  | Centro, Itajaí – SC, 88301-300

47 99172.5620 WhatsApp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s