Dicas de alimentação para voltar à rotina sem sofrimento

Nutricionista explica como eliminar o excesso de peso acumulado nas festas de final de ano

O retorno da rotina alimentar no início do ano é uma tarefa difícil e que, muitas vezes, gera dúvidas em relação a composição dos cardápios para recuperar o peso e eliminar o excesso de toxinas acumuladas pelos exageros das festas. Alguns alimentos são o ponto chave para auxiliar nesse processo, dentro de um plano alimentar equilibrado e sem extremismos e longe das dietas milagrosas. Confira as dicas da nutricionista consultora da Naiak, Karla Maciel:
Chá verde: é a fonte principal de catequinas, especialmente a epigalocatequina galato, fitoquímico essencial para ativação direta de enzimas que atuam no processo de detoxificação hepática, contribuindo para atuação efetiva das fases envolvidas neste processo.
Frutas cítricas: fontes de fitoquímicos e vitaminas antioxidantes, especialmente a vitamina C, responsáveis por promover equilíbrio antioxidante e reduzir os radicais livres gerados no período de superalimentação do fim de ano. 
Oleaginosas: as oleaginosas, especialmente a castanha do Pará, fornecem boa concentração de selênio, um micronutriente essencial na estrutura de enzimas do sistema antioxidante endógeno, como a glutationa peroxidase. Assim, seu consumo auxilia no metabolismo de radicais livres e redução dos danos celulares ocasionados pelo excesso destes radicais.
Vegetais e legumes: são fontes de fibras, fitoquímicos e vitaminas que modulam o funcionamento intestinal e atuam na promoção de energia e sistema antioxidante corporal, em busca de equilibrar o organismo.
Frutas vermelhas: fornecem alta concentração de antocianinas, pigmentos fenólicos responsáveis por modular os processos antioxidantes e anti-inflamatórios do organismo.
Brássicas – brócolis, repolho, couve-flor: esses alimentos são fontes de um composto chamado glucosinolato, capaz de atuar na aceleração de enzimas de fase 2 da detoxificação corpora, eliminando mais facilmente os componentes tóxicos em excesso.
Alho e cebola: o alho fornece alicina e a cebola quercetina, bioativos que contribuem com a redução na formação e substâncias oxidantes. Auxiliam no aumento de enzimas antioxidantes e estimulam a eliminação de compostos tóxicos.

*Fonte: Karla Maciel – nutricionista consultora da Naiak – CRN 46500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s