Musculação para o público com doenças cardíacas

Olá, galera! Você sabia que a musculação pode ser um grande aliado para o público que sofre por disfunção cardíaca no seu processo que reabilitação?

Vamos lá, a musculação causa um aumento significativo na Frequência Cardíaca e Pressão Arterial (P.A), consequentemente no Duplo Produto (DP) também (multiplicação entre a pressão sistólica x frequência cardíaca). (Cardivacular responses to Resistance Exercice are affected by Workload and Intervals between Sets, Arq. Bras. Cardiol. vol.95 no.4 São Paulo Out. 2010 Epub 03 de setembro de 2010).

Uma das variáveis mais importantes no treinamento resistido são os intervalos dados entre as series, correto? Então, essa variável pode ser uma grande ferramenta para você conseguir realizar o treinamento de forca, consequentemente diminuir o estresse cardíaco (P.A), causando um duplo produto menor em relação aos demais treinos, como o exemplo do treino de baixa carga com maiores repetições e curtos intervalos, onde a “duração da série pode aumentar a pressão arterial assim como o duplo produto”.

Nesse presente estudo foram realizadas três series de 12 repetições com 1:3 e 1:5 minutos de descanso, assim como três series de seis repetições com 1:3 e 1:5 minutos de descaso no aparelho leg press, onde envolve um grande = grupo muscular para a execução do exercício. (Cardivacular responses to Resistance Exercice are affected by Workload and Intervals between Sets, Arq. Bras. Cardiol. vol.95 no.4 São Paulo Out. 2010 Epub 03 de setembro de 2010).

A conclusão mostra que séries múltiplas de exercício resistido acarretaram elevação significativa e cumulativa das respostas cardiovasculares, especialmente de PA, com impacto sobre o DP. O nível de estresse cardiovascular associado ao exercício não dependeu apenas da carga de treino definida em termos de repetições máximas, (12 ou seis repetições), mas também das demais variáveis do treinamento, principalmente o número de séries. Por outro
lado, intervalos de recuperação mais longos (cinco minutos) entre as séries contribuíram significativamente para a redução das respostas de FC, PA e DP, mantendo-se a carga e volume de treinamento. Desse modo, o planejamento dos intervalos de recuperação entre as series de treinamento resistido parece ser um aspecto clinicamente importante para o aumento da segurança em sua prática, especialmente em populações com maior risco cardiovascular.

Procure sempre orientação de profissionais formados e capacitados para prescrevem seus treinos.

Espero ter ajudado, grande abraço.

Por

Rodrigo Bender 

Personal Trainer

Academia Estação Azul

47 3045-3139  | Centro – Itajaí

Facebook e Instagram: estacaoazul.com.br 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s