Queda de cabelo: principais causas e como tratar

A queda de cabelo é um problema comum e uma das grandes queixas dos pacientes em clínicas dermatológicas.

Os cabelos fazem parte da proteção natural contra traumas e radiações solares, mas também exercem importante papel na autoestima entre homens e mulheres, pois emolduram a face e transmitem jovialidade.

Em média, uma pessoa perde cerca de 100 fios diariamente. Esse número, no entanto, quando ultrapassado, pode representar alguma doença e deve ser corretamente avaliado por um dermatologista.

Principais causas da queda de cabelo 

Eflúvio telógeno: causa mais comum de queda capilar transitória, e consiste na queda de fios em várias regiões do couro cabeludo resultando na diminuição da densidade capilar.

As causas podem ser as mais diversas como: 

– Pós-parto;

– Pílulas anticoncepcionais;

– Infecções;

– Traumas físicos e/ou emocionais;

– Pós-operatório;

– Distúrbios hormonais;

– Deficiência de vitaminas, proteínas e minerais;

– Medicações orais: antidepressivos, inibidores de apetite, anabolizantes, anticonvulsivantes, anti-hipertensivos, anticoagulantes;

– Dietas restritivas e má alimentação.

Alopécia Androgenética (“calvície”): doença genética e progressiva que leva ao afinamento e rarefação dos fios. Os primeiros sinais podem surgir no início da idade adulta, sobretudo se há antecedentes familiares. Os homens são os mais atingidos e a queda é mais acentuada nas têmporas (“entradas” na região da testa) e na “coroa”. Nas mulheres os cabelos vão se tornando mais finos e há uma rarefação difusa nas regiões da parte mais alta da cabeça e frontais (acima da testa).

Diagnóstico 

É realizado pelo dermatologista que fará rigorosamente as avaliações hormonais e a realização de exames clínicos e laboratoriais de sangue, quando necessários, para excluir uma ou outra causa da queda de cabelo.

Tratamento

Irá variar de acordo com as características e necessidades de cada paciente analisado.

– Medicamentos tópicos: minoxidil, fatores de crescimento.

– Medicamentos de uso oral: finasterida, dutasterida, espironolactona.

– Vitaminas: reposição de ferro, zinco, vitamina D, biotina

– Laser e LED: estimulam a circulação sanguínea no couro cabeludo e auxiliam na recuperação da saúde capilar;

– Intradermoterapia capilar: injeção de medicamentos e vitaminas no couro cabeludo;

– MMP (Microinfusão de Medicamentos na Pele): utilizada em especial para o tratamento da alopécia androgenética masculina e feminina. Usa máquina com microagulhas estéreis para perfuração do couro cabeludo e infusão de diversos tipos de ativos que irão atuar diretamente no folículo piloso.

– Transplante capilar: é uma opção nos casos mais avançados, nos quais já ocorreu dano irreversível nos folículos e não houve resposta completa com os tratamentos citados anteriormente.

Deve-se lembrar que o tratamento é prolongado e os resultados surgem após alguns meses de cuidados diários. A reavaliação é sempre necessária para quantificar a resposta individual aos tratamentos e, se necessário, modificação das medicações e associação com outras terapias.

Por

Dra. Giane Pelegrini

Médica dermatologista 

CRM/SC 11585 RQE 12128

Edifício Seixas Business Tower 

Rua Dr. Nereu Ramos, 197 | Sala 895 – Centro – Itajaí – SC

(47) 3311-3223 / 98866-8336 Whats App

Facebook: Dra. Giane Pelegrini | Instagram: dra.giane.pelegrini

Um comentário sobre “Queda de cabelo: principais causas e como tratar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s