Insônia

A insônia simples refere-se tanto à dificuldade de adormecer quanto ao precoce despertar e constitui-se no motivo principal da consulta. Uma de suas manifestações consiste em a vida mental ser enredada por memórias de partes ou segmentos do acontecer na vigília numa espécie de tagarelice e de agitação, geralmente envolvendo prazer ou medo. Ou seja, uma predisposição à excitação mental, cujos conteúdos variam em conformidade com a estimulação e com as circunstâncias anteriores. Pode existir uma torrente de memórias e associações ou um redemoinho mental difícil de ser controlado, que entretém o paciente ou lhe dá a convicção de haver algo importante, desviando-o do sono.  Em certos casos, o sono é extremamente superficial, com ou sem pensamentos, emoções e imagens, dificultando o repouso. Mais geral, porém, é a constatação de que uma variada gama de estímulos, que se pode chamar de ruídos, vêm ocupar o lugar que seria próprio à experiência da pessoa com seu próprio ser; normalmente, isso se passa de modo inadvertido ao paciente. Assim, a insônia de que tratamos é uma atividade que se dá no plano interno, próxima à hiperatividade que se encontra no plano externo do comportamento, tendo a ver com o distanciamento de contato com o ser interior. Estima-se, por exemplo, que atualmente pelo menos um terço dos adultos no Ocidente sofra, em algum momento de sua existência, de algum tipo de insônia. Este dado, cotejado ao fato de que as medicações tranquilizantes estão entre as drogas lícitas mais vendidas no mercado farmacológico mundial, constituem perturbadores indícios de que o mal-estar na contemporaneidade se expressa, entre outros, através da incapacidade de dormir e de repousar.

Quem sofre de insônia geralmente acorda cansado, como se não tivesse dormido nem um pouco durante a noite. Como consequência, o insone pode começar a apresentar irritabilidade, cansaço, falta de concentração e falta de energia, problemas que podem prejudicar significativamente a vida do indivíduo.

Cuide das suas emoções: aprenda a lidar com seus sentimentos, evitando estresse, ansiedade e preocupações que trazem tensão e dificuldade de dormir.

Por

Sara Cruz Frota 

Psicóloga (CRP 12/16061)

Ed. Liberty | Sala 307

Itajaí / SC

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s