E viva os recomeços!!

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente…” Roberto Pompeu de Toledo

Cada ano é um recomeço. Com ele surgem novas perspectivas, metas, desejos, escolhas. Este movimento é bastante natural no curso da vida. Anualmente temos a tarefa de traçar temas, objetivos e estratégias que possam contribuir com o desenvolvimento integral das crianças. No entanto, mais do que elaborar belos e audaciosos planejamentos é importante considerar uma perspectiva de formação de sujeitos autônomos e capazes de contribuir com seu o seu próprio desenvolvimento. Desta forma o Centro Educacional “Pintando o Sete” acredita num trabalho pautado na pedagogia de projetos. Para aprender a criança precisa se entregar. Então, aquilo que é proposto deve fazer sentido, ser interessante, do contrário, não acontece a entrega. O trabalho com projetos oferece à criança a oportunidade de vivenciar e provar aspectos inovadores do contexto em que ela está inserida, além de prepará-la para a convivência e melhor adaptação social. Essa linha pedagógica deve incitar a observação de fatos e fenômenos, formulação de hipóteses, demonstrações e experimentos, reflexão sobre as leituras em diferentes fontes, registros, além das discussões e conclusões feitas de forma coletiva e individual, também devem estar presentes em atividades que fomentam a curiosidade e a construção de novos questionamentos. No Centro Educacional “Pintando o Sete” primamos pelas características básicas de um projeto de Educação Infantil: apresentar intencionalidade, originalidade e flexibilidade de trabalho visando e respeitando os estágios do desenvolvimento da criança. A grande intenção é motivá-la à participação ativa, através do brincar. O planejamento, além de dialogar o tempo todo com as intenções de aprendizagem, demanda flexibilidade nas intervenções, pois não é possível prever tudo o que as crianças podem falar, pensar e relacionar após serem estimuladas por perguntas, pelos contextos de pesquisa, pelo acesso às informações de variadas fontes e, sobretudo, pela socialização dos conhecimentos com o grupo. O desafio é criar condições para que as crianças expandam as suas experiências e sejam formadores do próprio conhecimento, numa escola cheia de vida e significados.

Por

Susana Mara Nunes | Coordenadora Pedagógica

 

FONTE – LETRA BEM PEQUENA

https://www.portaleducacao.com.br

https://gestaoescolar.org.br/conteudo/pedagogia-de-projetos

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s