URBAN JUNGLE, A FLORESTA URBANA

Não há dúvidas de que estar em um espaço com plantas só nos traz benefícios. Seja pela qualidade do ar, pela saúde mental de quem frequenta o ambiente, dos benefícios estéticos e da personalidade que elas trazem ao ambiente. Se antigamente o cultivo de plantas dentro de casa era comportamento dos mais velhos, hoje, porém é um estilo adotado principalmente entre os jovens adultos e já ganhou destaque no mundo todo!

Mas, o que é Urban Jungle, Indoor Jungle ou simplesmente Selva/Floresta Urbana? Você já ouviu falar?  É uma tendência que tem objetivo de trazer a natureza para dentro dos lares e de inserir o verde na decoração, agregando mais vida, aconchego e bem-estar às moradias urbanas.

Diante dessa busca por resgatar o contato com a natureza, essa tendência surge cada vez mais forte, contrastando com o mar de concreto onde vivemos, trazendo aquela sensação de tranquilidade do campo e transformando o seu lar em um verdadeiro refúgio.

Para se jogar nessa tendência, a primeira condição obviamente, é que o cuidado constante com as plantas se encaixe na sua rotina. Caso contrário, você deve optar pelas plantas artificiais, ou ainda incluir quadros de plantas e objetos que remetem a natureza, como madeira, bambu e palha.

Aqui vão algumas dicas e observações para você criar sua própria floresta urbana:

– Por ser criada dentro de casa, a Urban Jungle nem sempre recebe incidência solar direta, ou seja, o ideal é sempre optar por espécies de meia sombra e sombra – que são aquelas que recebem iluminação indireta. Para posicionar a floresta os espaços próximos as janelas e/ou em varandas são sempre boas opções!

–  Uma das características mais marcantes é a diferença e brincadeira das alturas, volumes e posições das plantas. Para auxiliar nessa diferenciação é muito comum utilizar-se de objetos como banquinhos de madeira, caixotes, suportes, mesinhas e até pilhas de livros! Outra opção é trabalhar com as plantas penduradas.

– Para preencher o espaço, o importante é a variação de espécies. Dê preferência para as folhagens – mais folhas e menos flores. Opte sempre por plantas com variados tons e texturas interessantes. Procure escolher plantas de ecossistemas parecidos para facilitar o processo de cuidado das mesmas. Entre as espécies mais adotas estão: As samambaias, Jiboias, Pacovás, Ficus Lirata, Orelha-de-elefante, Marantas e as famosinhas Costelas de Adão!

– As plantas por si só já são um encanto, mas além disso podemos potencializar o fator estético através do uso dos mais variados cachepôs e vasos. Os cestos de fibras naturais também são um verdadeiro charme!

– Esse espaço deve ser bom para todos os moradores da casa, inclusive para os animais de estimação. Portanto é importante se atentar ao fato de que algumas plantas podem fazer mal caso ingeridas pelos bichanos. Fique ligado!

E por fim, as plantas vão bem em qualquer cômodo!  Explore sua criatividade e deixe o seu lar ainda mais charmoso!

Por

Laisy Porto Munari

Designer | (47) 99912-0287

Leslye Mary Costa

Arquiteta e Urbanista

CAU A156135-9 | (49) 99933-8263

lm.arquiteturaeinteriores@hotmail.com

@lm.arquiteturaeinteriores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s