Cólicas nos bebês

Tenho certeza de que vocês já passaram por uma situação parecida. O bebê já mamou, a fralda está seca, mas, mesmo assim, ele chora sem parar e você não sabe o que fazer. Pois é mamães e papais, seu bebê pode estar com uma crise de cólicas.

As temidas cólicas são muito comuns até o quarto mês de vida, pois o sistema digestivo do recém-nascido ainda é imaturo.  Por isso, vocês precisam se preparar e saber o que fazer quando o bebê chorar de cólica.

Eu separei algumas dicas que podem ajudar vocês:

  • Massageie a barriguinha do bebê: Ao perceber o desconforto da criança, acaricie a barriga do bebê com movimentos circulares no sentido horário.
  • Dê um banho quente:  a temperatura da água tem que ser entre 36ºC e 37ºC. Cuide para que o ambiente esteja silencioso e, se possível, coloque uma música suave tocando baixinho. Diminua a luz e converse com seu filho ou cante para ele.
  • Faça uma compressa: pode ser com uma fraldinha mesmo, passe ela com o ferro e coloque-a ainda quente sobre a barriga da criança ou use uma bolsa térmica com água morna. O calor favorece a vasodilatação, facilita o fluxo sanguíneo e relaxa a musculatura, diminuindo o desconforto abdominal.
  • Tente um contato pele a pele: coloque o bebê deitado de bruços sobre o peito do pai ou da mãe, o bebê consegue expelir mais facilmente os gases que o incomodam e agravam a cólica. O contato pele com pele aconchega, enquanto o cheiro e a voz da mãe ou do pai transmitem calma e segurança.
  • Enrole o bebê num cueiro: ao envolvê-lo como se fosse um pacotinho, o bebê vai ter a sensação de aconchego e segurança e isso vai diminuir a irritabilidade e a agitação da criança.
  • Ofereça o peito: a maioria dos bebês se acalma quando recebe o leite materno.
  • Previna os gases: a quantidade de ar que o bebê engole a cada mamada pode provocar gases e agravar a cólica. Por isso, é indispensável fazer a criança arrotar para expelir o ar engolido durante a amamentação.
  • Controle sua alimentação: durante esse período é aconselhável diminuir o consumo de alguns alimentos e observar se isso faz diferença. Produtos industrializados contêm corantes, conservantes e estabilizantes, que às vezes dificultam a digestão da criança.
  • Saia de cena e acalme-se: infelizmente as cólicas e seu choro típico podem durar horas. Se você não conseguir acalmar o bebê, ele pode perceber a sua impaciência, ficar inseguro e reagir sentindo mais dor. Se isso acontecer o pai pode ser um santo remédio, assumindo o posto até que você se recupere.
  • Em último caso, medique: vocês podem contar com os analgésicos infantis e com os medicamentos antiflatulência, mas apenas os que são receitados pelo pediatra.

Lembrem-se mamães e papais de manter a calma na hora da cólica do seu bebezinho, eu sei que não é fácil, mas é necessário.  A crise passa e logo, logo o seu bebê não vai sofrer com essas dorzinhas incômodas!

E você, o que faz para acalmar o seu bebê na hora da cólica?

Por

Dra Marlana Aparecida Kusama

Pediatra – CRM 22750 / RQE 13338

(47)99202-1908 ou 99225-9208

Av. Osvaldo Reis, 3281 – sala 1003

Riviera Businees & Mall – Itajaí – SC

Instagram: dramarlanakusama

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s