Espaços ao ar livre se destacam na pandemia

A necessidade de isolamento social levou todo mundo para dentro de casa. As portas das ruas se fecharam, mas abriu-se um universo de possibilidades que muita gente ainda nem tinha se dado conta. Espaços de descanso, como varandas e quintais, ganharam protagonismo nessa história toda. Afinal, foi preciso encontrar um cantinho para relaxar, trabalhar, ficar no sol ou ter contato com a natureza. Esses cômodos deixaram o lar mais doce durante a quarentena. 

De olho nessa tendência, a Masotti Floripa convidou os arquitetos Silvana Margarin e Rafael Caramori (na foto abaixo com os filhos Benjamim e Joaquim e o cãozinho Dior), do escritório Calli Arquitetura, para planejarem um ambiente muito especial: a Vitrine Lá Fora – Um Respiro ao Ar Livre. O nome já demonstra muito bem a atmosfera escolhida por eles. “Ter uma área externa é um sonho recorrente. Depois de meses em um apartamento, as pessoas começaram a pensar como seria se elas tivessem um local ideal para passar o tempo. E é esse sentimento que buscamos imprimir aqui”, afirma Silvana.

Com 70 metros quadrados, a área é um passaporte para o descanso, dando aquela sensação de casa de campo. A conexão com a natureza começa já na paleta de cores. Tons amadeirados, passando pelo ocre, harmonizam com o verde da parede de plantas permanentes que cobrem parte do painel ripado. Bem pertinho dali está uma peça-chave do ambiente: o sofá Maré, composto por módulos na cor cerâmica. Repare que o móvel, assinado pela designer Marta Manente para a Modalle, funciona como uma ilha no espaço, ou seja, ao mesmo tempo em que está voltado para a parede, também faz um link com o bar Axyz, de Ibanez Razzera. Tal característica reforça sua versatilidade e importância na composição. E ainda: o painel de espelhos instalado em frente parece duplicá-lo (uma boa dica para dar amplitude aos cômodos).

Um espaço, vários usos

Como é uma área multifuncional, os arquitetos ainda criaram um espaço para refeições em família. O local ganhou uma mesa ampla, criação da Asa Design, e cadeiras Viena. Note que a delimitação do ambiente foi feita com dois aparadores (Magno).

À frente, há duas peças que parecem ter sido feitas sob medida para a vitrine: a espreguiçadeira Flag e o Casulo Camapú, assinado por Alê Alvarenga para a Modalle. “Instalamos um balanço por nos lembrar de conforto, da sensação de relaxamento. Para mim é um resgate da infância, dos bons momentos vividos na casa da minha avó”, comenta a arquiteta. Duas almofadas grandes e confortáveis arrematam a composição, reforçando aquele clima de aconchego. Com tecido impermeável, elas podem ser usadas até dentro d´água, para um relax na piscina. 

Mas se a ideia é tomar um drinque, a mesa alta (Bistrô Gil) e as banquetas Viena são perfeitas. Os móveis ganharam como pano de fundo uma parede de tijolinhos à vista. À noite, a luminária Creta se encarrega de dar aquele toque intimista. “Nossa ideia foi propor uma reflexão: quais ambientes te resgatam para o seu eu?”, diz Silvana. E não há dúvidas de que este espaço é o ideal para pensar, com tranquilidade e segurança.

Texto: Ju Duarte 

Fotos: Fernando Willadino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s