Confira mitos e verdades sobre a prótese de silicone

No Outubro Rosa, especialista esclarece mitos sobre uma das cirurgias mais populares do Brasil e a relação com o Câncer de Mama

Diretamente ligada à autoestima das mulheres, a cirurgia de implante de próteses de silicone é um dos procedimentos estéticos mais procurados no país. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o aumento dos seios é responsável por 22,5% das cirurgias estéticas, e, nos últimos anos, a adesão tem aumentado cada vez mais. Mas, apesar da popularidade, ainda trata-se de um procedimento que requer bastante cuidado. Assim, levando em consideração os mitos e dúvidas sobre o implante e a relação com o Câncer de Mama, o renomado cirurgião plástico Dr. Leandro Faustino esclarece as principais questões sobre o assunto.

Qual o material mais indicado?
Existem 4 tipos de revestimentos: próteses lisas, microtexturizadas, macrotexturizadas e as de poliuretano. Hoje em dia, com a evolução dos estudos sobre os materiais de melhor adesão no corpo, as próteses mais texturizadas estão sendo cada vez menos produzidas e, automaticamente, não estão sendo usadas com tanta frequência dentro das clínicas e hospitais.

O material da prótese pode dar câncer?
Já foi cientificamente comprovado que nenhum tipo de material de próteses mamária pode causar adenocarcinoma mamário, câncer mais comum que se forma nas células. Mesmo com a existência de um tipo de raro de linfoma que pode aparecer na mama ou qualquer outra região do corpo, que está relacionado com textura da superfície da prótese mamária, ainda estão sendo estudadas as reais causas dessa condição. Ou seja, a relação entre a prótese e o câncer ainda não é comprovada.

Prótese ajuda ou atrapalha no diagnóstico do Câncer de Mama?
A prótese não interfere muito menos atrapalha no diagnóstico do câncer de mama. Atualmente, com o avanço da tecnologias como mamógrafos digitais e ressonâncias magnéticas de altíssima definição, a prótese não tem qualquer interferência no diagnóstico. A detecção do câncer de mama tem muito mais influência pela falta do autoexame, autoconhecimento, e também da mamografia anual e da visita ao ginecologista e mastologista frequente.

A posição da prótese influência no surgimento de um possível câncer?
A posição da prótese – subangular, submuscular ou subfascial – não influencia no surgimento ou diagnóstico do câncer de mama. O linfoma raro que pode ser diagnosticado na mama não se categoriza como câncer mamário, dado que pode ser encontrado em diversas regiões do corpo.

Sobre Leandro Faustino

Formado em medicina pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e com residência em cirurgia plástica na UNIFESP, passou parte de sua residência no mundialmente famoso Massachussets General Hospital, da Universidade de Harvard, nos EUA. Dr. Leandro Faustino coleciona especializações em instituições renomadas brasileiras e internacionais que possibilitam que ele realize com excelência mais de 30 procedimentos estéticos e de reconstrução.

É Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, possui Mestrado em Cirurgia Plástica pela UNIFESP e pós-graduação em Cosmiatria, Laser e Procedimentos Estéticos no Hospital Israelita Albert Einstein. Ao longo de sua carreira coleciona prêmios e homenagens, com formação e experiências complementares nos Estados Unidos, em Dubai e na Áustria. É autor de artigos científicos, capítulos de livros e artigos em revistas de grande circulação na mídia.
Atualmente, faz parte do quadro médico de renomados hospitais como Sírio Libanês e Albert Einstein e Human Clinic.

Saiba mais:
Site: https://doutorleandrofaustino.com.br
Instagram: @drleandrofaustino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s