Líder em relógios de luxo: IWC acaba de lançar pulseiras a base de papel

A IWC lidera o setor de relógios de luxo no desenvolvimento de materiais de alta qualidade há muito tempo e, agora, orgulha-se também de introduzir novas pulseiras de relógio feitas maioritariamente de papel proveniente de fontes responsáveis. Consciente da necessidade de oferecer alternativas ao couro de origem responsável, a marca suíça já fornece pulseiras em aço, têxtil e borracha. Atualmente, amplia as opções existentes no portfólio da marca com as novas pulseiras de TimberTex. Concentrando-se no processo de produção e de ciclo de vida, a IWC garantiu uma diminuição nos impactos sociais e ambientais de uma ponta a outra na cadeia produtiva, proporcionando aos clientes uma opção elegante e de alta qualidade.

“Ao longo da nossa história de 153 anos, a IWC liderou o caminho em design de produto, materiais inventivos e métodos de manufatura. Já no início, usando energia hidrelétrica fornecida pelo Rio Reno, até a adoção precursora de titânio, cerâmica, além da criação de Ceratanium®, a nossa procura pela inovação produziu avanços notáveis. Naturalmente, queríamos aplicar esse mesmo espírito pioneiro para encontrar outras alternativas de alta qualidade para nossos clientes que não usam couro animal”, explicou a CMO e Presidente do Comitê de Sustentabilidade da IWC, Franziska Gsell.

Com uma aparência e funcionalidade luxuosas, as pulseiras TimberTex têm um textura macia e flexível. Ao contrário dos couros sintéticos, que são frequentemente feitos de plástico ou à base de petróleo, o material usado na pulseira leva em sua composição 80% de fibras vegetais naturais. A celulose usada vem do Forest Stewardship Council (FSC), com árvores cultivadas na organização sem fins lucrativos de forma sustentável e em florestas europeias geridas de forma responsável.  A fabricação ocorre na Itália, usando técnicas tradicionais de fabricação de papel e coloração com tintas naturais à base de plantas. O aspecto granuloso irregular do material torna cada peça única.

“Ao longo da nossa história de 153 anos, a IWC liderou o caminho em design de produto, materiais inventivos e métodos de manufatura. Já no início, usando energia hidrelétrica fornecida pelo Rio Reno, até a adoção precursora de titânio, cerâmica, além da criação de Ceratanium®, a nossa procura pela inovação produziu avanços notáveis. Naturalmente, queríamos aplicar esse mesmo espírito pioneiro para encontrar outras alternativas de alta qualidade para nossos clientes que não usam couro animal”, explicou a CMO e Presidente do Comitê de Sustentabilidade da IWC, Franziska Gsell.

A criação das pulseiras TimberTex inclui mais de 60 fases diferentes, com o artesanato desempenhando um papel fundamental. Acolchoadas com microfibra recicladas para maior conforto e habilmente finalizadas com fio reciclado, elas são uma outra boa opção ao couro, sem perder estilo ou funcionalidade. Testadas tanto internamente quanto externamente, essas pulseiras atendem a todos os critérios de qualidade da IWC. Muito duráveis, elas também são resistentes à água e não mostrarão sinais de desgaste mesmo após um mergulho na piscina. As pulseiras TimberTex complementam quatro modelos atualmente: o Portugieser Chronograph, o Portugieser Automatic 40, o Portofino Automatic e o Portofino Chronograph. Estão disponíveis em azul, marrom e preto.

Publicado em: Moda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s