Quatro dicas para você manter saúde dos seus joelhos

Praticar atividades físicas regularmente e cuidar do peso estão entre as orientações de médico ortopedista

São os joelhos que nos ajudam na hora de caminhar, agachar, sentar e pular devido a capacidade de dar flexibilidade, estabilidade e sustentação de 70% ao nosso corpo. Entretanto, esse é um membro muito vulnerável a sofrer traumas, desgastes e lesões, independente do sexo ou idade, prejudicando a qualidade de vida do indivíduo.

Dito isto, o médico Ortopedista e Traumatologista, especialista joelho, Dr. Claudio Kawano da Clínica Prime Regen em São Paulo, dá algumas dicas para as pessoas que querem prevenir problemas futuros nesta região.

Cuide do seu peso – O sobrepeso e a obesidade sobrecarrega as articulações dos joelhos, causando desde tendinopatias até destruição das cartilagens das articulações, aumentando assim o risco de o paciente desenvolver um quadro doloroso e cheio limitações causadas pela artrose.

Evite passar muito tempo sentado – Ficar com os joelhos flexionados durante muito tempo acaba elevando a pressão na parte anterior do membro e trazendo como consequência dor e inflamação na região. “Para essas pessoas, recomendamos que durante o dia sempre façam algumas pausas no trabalho e caminhem um pouco a cada 30-40 minutos para ativar a circulação sanguínea muscular e articular”, explica o médico.

Abandone o sedentarismo – A prática de atividades físicas de forma regular traz benefícios para o corpo todo, inclusive aos joelhos, pois ela ajuda as fortalecer os ossos, articulações e melhorar os movimentos. Inclusive, pessoas que já sofrem com problemas também podem e até devem realizar exercícios, desde que aconselhadas sobre quantidade e os tipos de ações corretas. Lembrem que todos podem e devem fazer atividades físicas, adaptando se necessário, mas ter uma regularidade de exercícios semanais. 

Tenha cuidado na hora de praticar atividades físicas – Movimentos e postura inadequados podem desencadear problemas nos joelhos. “É fundamental sempre fazer os exercícios de forma certa, respeitar os limites corpo e utilizar um calçado adequado. Além disso, vale contar com o auxílio de profissional de educação física ou especialista em medicina do esporte, já que ambos são fundamentais tanto para o seu desempenho quanto na prevenção de lesões”, finaliza Kawano.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s