Quando as crianças começam a entender o não

Você fala uma vez, fala duas, três e seu filho não entende…  ou não quer entender o que você diz, principalmente se o que você fala está em desacordo com o que a criança quer. 

No consultório atendo muitas famílias com essa dúvida: “Afinal, quando meu filho começa a entender o NÃO?” 

Pois é família, quando o bebê nasce, as nossas ações e semblante com ele são de festa, felicidade, a gente sorri, estamos sempre alegres, falando de um jeitinho doce para a criança entender o quanto é amada. 

Só que o bebê cresce, começa a ter autonomia, a fazer as suas próprias atividades e aí nem sempre nós aprovamos o que eles fazem.  Mas para a criança é tudo uma grande brincadeira. Ela vai e apronta a artezinha dela, faz as peripécias, até que você vai dizer NÃO. 

A partir de um ano e pouquinho, você vai perceber que o seu bebê começa a entender o que você diz (não tudo e nem de maneira bem clara), mas ele já percebe quando você faz cara de desaprovação. 

Ele vai perceber o seu tom de voz, a sua expressão facial, a postura e com o passar do tempo ele começa a entender o “não fazer” ou “não mexer”. 

Porém, algumas crianças têm dificuldade de compreender o “não” e aí o que fazer? 

Tenho algumas sugestões para vocês:

• Diga não e dê uma explicação simples e clara: não fique enrolando e não diga só “porque não”;

• Olhe nos olhos do seu filho e fale com firmeza: se dirija a ele, fique na mesma altura e explique que “não pode” fazer tal coisa. Mas não esqueça, na hora que for fazer isso, faça com que a sua postura seja convincente, não adiantar falar não, com cara de sim.

• Dê outra opção: por exemplo, ele quer assistir desenho e você não quer deixar. Diga não, mas dê a ele a opção de brincar.

• Explique que em outro momento ele poderá fazer aquilo que você não o deixou fazer.

• Se o seu filho não compreender na primeira vez, repita uma, duas, três, mas não perca a paciência. A repetição vai fazer com que ele compreenda o que você quer dizer. 

E não esqueça: nossos pequenos nascem treinados para a gente cair de amor por eles. Sim, eles usam recursos emocionais para tudo, por isso, tenha sabedoria para gerenciar as próprias emoções, não ceder sempre e deixar que o controle a situação e você fique nas mãos da criança.


Dra. Marlana Aparecida Kusama

Pediatra | CRM 22750 | RQE 13338

📱 (47) 9 9202-1908 | 9 9225-9260

Av. Osvaldo Reis, 3281 – Sala 1003

Riviera Businees & Mall | Itajaí – SC

@dramarlanakusama

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s