Sofrimento

Um sentimento de descontentamento com a vida.

Será que aceitamos o sofrimento? Estamos intolerantes ou somos tolerantes ao sofrimento da vida? Vamos a um exemplo simples de sofrimento: 

 Ingressar na faculdade: É bem verdade que vivenciamos alguns momentos desagradáveis durante a formação, com certo nível de estresse (tensão emocional), correto?! Isto significa então, que toleramos um sofrimento devido nossas ambições ou desejos, não é mesmo?! Então, esse sofrimento parece necessário à vida…

Quais sofrimentos não damos conta? Aqueles que não valem a pena trocar (peso e medida). Vamos a um exemplo: “eu quero ser milionário”. Quanto isto lhe custará? E qual valor você receberá? Quanto de “incômodo” você está disposto a tolerar pelo valor da estabilidade financeira?

Tolerar o sofrimento significa compreendê-lo. Investigar sua natureza significa saber qual a relação que tenho com ele. As principais queixas de pacientes com relação à intolerância das crises e tragédias da vida estão relacionadas, à falta de conhecimento dos valores mais profundos, que achamos não suportar trocar.


Sue-Ellen Berger

CRP 12/16759

Psicóloga Clínica

Neuropsicóloga

📱 (47) 9 9756-4011

Neuroclin

Rua Umbelino Damásio de Brito, 126 – Centro | Itajaí -SC

@neuroclin.sc

@sue_ellen_berger

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s