Vacina e a prevenção do câncer do colo do útero

Você já deve ter ouvido falar dessa vacina! Mas muitos ainda não entenderam o tamanho da importância dela! Venho aqui conversar com vocês sobre a vacina que previne o câncer do colo do útero e que sofre muitos preconceitos por falta de informação. 

Este tipo de câncer é causado por um vírus, transmitido pela via sexual, chamado HPV (papilomavírus humano). A camisinha não protege por completo de sua transmissão, pois pode haver lesões fora da área coberta por ela. Além disso, o HPV ainda causa câncer de vulva, vagina, pênis, ânus, garganta e verrugas genitais. 

O Ministério da Saúde implementou, em 2014, a vacina tetravalente contra o HPV para meninas e em 2017, para meninos. Esta vacina protege contra os subtipos 6, 11, 16 e 18 do HPV. Os dois primeiros causam verrugas genitais e os dois últimos são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer do colo do útero. (INCA, 2021) 

O grupo etário alvo do Ministério da Saúde são as meninas com idade entre 9 e 14 anos e meninos entre 11 e 14 anos, pois esta vacina é mais eficaz se usada antes do início da vida sexual. Grupos especiais, como pessoas com imunodeficiência causada pelo HIV, devem seguir orientações específicas. Para mulheres com imunossupressão, vivendo com HIV/Aids, transplantadas e portadoras de cânceres, a vacina é indicada até 45 anos de idade. (INCA, 2021) 

Estes grupos acima, são os beneficiados pela rede pública. No entanto, mesmo após o contato com o vírus e principalmente quem desenvolveu algum tipo de lesão “pré-câncer” (diagnosticada através do exame de preventivo) deve tomar a vacina. Pois ela promove uma imunidade muito maior do que o próprio contato com o vírus, prevenindo a evolução para o câncer e recidiva de verrugas genitais. 

Portanto, mesmo quem está fora dos grupos indicados pelo calendário do Ministério da Saúde, pode e deve procurar a rede privada para se vacinar.  

Para os pais com filhos na faixa etária da vacina, façam o esquema completo. Esta vacina tem uma importância enorme na prevenção de todos os tipos de cânceres causados pelo HPV e é segura! 

A meta é vacinar pelo menos 80% da população alvo para alcançar o objetivo de reduzir a incidência deste câncer nas próximas décadas no país. (INCA, 2021) 

O exame de Papanicolau deve continuar sendo realizado, pois a vacina não protege de todos os subtipos de HPV. Este exame detecta a lesão em fase inicial, antes de virar câncer. Onde o tratamento é simples e a cura muito maior.  

Então, mulheres cuidem-se! Esse cuidado é simples e eficaz!


Natália Roberta Andrade Dalla Costa

Ginecologia | CRM/SC 18370 | RQE 13342

@dranataliaginecologista

• Atendimento em Ginecologia e Estética íntima na Clincare 

Avenida Joca Brandão, 265. Centro, Itajaí.  📱 (47) 9 9753-0185

• Atendimento em Estética Íntima na Lipolaser 

Rua 600, 349. Centro Balneário Camboriú 📱 (47) 9 9164-3811

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s