ESTA SACOLA NÃO É MINHA!

No divã do consultório as queixas borbulham permeadas de ansiedade e temor. A angústia na maioria das vezes está relacionada ao olhar crítico que o indivíduo tem de si mesmo e ao receio da cobrança do outro.

A tendência do ser é dar ao outro um poder que na verdade este não possui, porém o sentimento de ser julgado é mais forte. Não percebe que o outro é apenas o espelho do seu próprio “EU”, que está fragilizado pelos sentimentos de medo, culpa e frustração.

No desejo de superar suas limitações, desvenda no processo psicoterapêutico que suas amarras estão estruturadas na sua dependência afetiva, sendo esta, a geradora de ambivalência, de ser amado ou não, de ser bom ou não.

Entre o conflito do ego ideal e o real aflora no ser a necessidade de aplausos ganhar, como a validação de ser estimado. Para agradar e sentir-se valorizado a sacola do outro passará a carregar.

O crescimento do ser é cerceado pelos fardos pesados carregados, frustrações certamente irão ocorrer e o fel da revolta fervilhará. Ao mergulhar no mar das insatisfações puxa uma vez mais, pelo chicote do autoflagelo e com ele faz justiça com suas próprias mãos. A tendência é outras sacolas de culpas catar, para mais pesos levar.

É chegado o momento de gritar, BASTA, compreendendo que estas cargas não são suas e romper com estas amarras, libertando-se da dependência afetiva. Por certo um novo ser surgirá, mais confiante, seguro de sua capacidade de amar e ser amado. Seu talento descortinará, em si mesmo confiará. A vida mais leve será se apenas suas sacolas carregar.


Claudete de Morais

CRP 12/01167

Doutoranda em Psicologia Clínica

www.claudetedemorais.com.br

📱 (47) 9 9274-6439

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s