Profissionais da Educação Física de Balneário Camboriú fazem manifestação em frente à Prefeitura

Cerca de vinte servidores reivindicaram enquadramento na área da saúde

Se você sente dor, vai ao médico. Certo? Do mesmo modo, se você busca por qualidade de vida e quer se sentir melhor, também. E uma coisa é certa, na maioria dos casos, em qualquer consulta de rotina uma pergunta será feita: pratica atividade física? Você certamente já ouviu este questionamento em algum momento da vida e isso deixa claro o quanto os exercícios físicos são importantes, tanto para a manutenção da saúde, quanto para a prevenção de doenças!

Os profissionais de educação física, assim como médicos, enfermeiros, psicólogos, farmacêuticos, fisioterapeutas, entre outros, são considerados da área da saúde. Aliás, uma resolução, assinada pelo então Ministro da Saúde José Serra, no governo FHC, em 1998 enquadrou diversas categorias profissionais, com nível superior como pertencentes a esta área. Além dos já citados, também estão os Assistentes Sociais; Biólogos; Biomédicos; Fonoaudiólogos; Médicos Veterinários; Nutricionistas; Odontólogos; Psicólogos e Terapeutas Ocupacionais. No total são 14 profissões enquadradas na resolução 287.

Mas, o que parecia simples, afinal é uma resolução federal, não está sendo respeitado em Balneário Camboriú, cujos profissionais de educação física sofrem com a falta de enquadramento. E não é de hoje!

Sem ter uma classe definida, os profissionais da Fundação Municipal de Esportes de Balneário Camboriú (FMEBC), após anos de tentativas frustradas e muitas promessas não cumpridas, decidiram fazer uma manifestação em frente à Prefeitura Municipal nesta quinta-feira (24), por volta do meio-dia.

Eles alegam que o Prefeito Fabrício Oliveira, com o qual já tiveram inúmeras reuniões, até hoje não se manifestou sobre a resolução federal e que eles seguem sem o enquadramento. Vestindo camisetas estampadas com a frase “Prefeitura de Balneário Camboriú, profissional de Educação Física merece mais respeito! Somos profissionais da área da saúde!”, eles também estenderam o manifesto aos seus locais de trabalho, na esperança de receber uma definição positiva sobre o assunto.

Um dos profissionais de educação física pontuou que são cerca de 20 servidores lutando há anos pelo reconhecimento. “Somos servidores da PMBC, profissionais de educação física da FMEBC, pedimos o nosso enquadramento na área da saúde, junto com os demais profissionais que também integram esse grupo definido por resoluções no Ministério da Saúde. Nossa remuneração, mesmo como especialistas em nossas áreas, tem uma imensa defasagem em relação ao mesmo cargo de cidades vizinhas e até mesmo em relação a outros cargos na própria Prefeitura, de nível técnico. Estamos extremamente insatisfeitos e cansados de esperar uma resposta e atitude por parte do Prefeito Fabrício Oliveira. Diante de várias reuniões e promessas não cumpridas durante anos, cansamos de esperar”, desabafou.

A manifestação foi pacífica e visou chamar à atenção para uma discussão que se arrasta pelo menos desde 2016.

Segundo o profissional, nunca houve um acordo por parte do poder público e a justificativa é sempre a mesma; falta de verba. Eles esperam que o manifesto de hoje acelere as tratativas e que se faça cumprir a Lei, para finalmente serem enquadrados como profissionais que são, da área da saúde, afinal, é isso que promovem!

 Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s