5 DICAS PARA REDUZIR AS NÁUSEAS NA GESTAÇÃO

DRA. FABIANA ZARSKE DE MELLO

Muitas vezes aparecendo como o primeiro sinal de uma gestação, as náuseas são um sintoma bastante comum na gravidez – e bastante inconveniente também – surgindo por volta da 4a semana de gestação e perdurando durante todo o primeiro trimestre.

Acredita-se que aconteçam por causa do estímulo do hormônio Beta hCG sobre uma área do cérebro conhecida como “centro do vômito”. Como os enjoos estão associados à produção de hCG, eles tendem a iniciar entre quatro e seis semanas, apresentam um pico entre oito e 10 semanas e, a partir de então, reduzem, desaparecendo completamente em cerca de 16 semanas.

Algumas gestantes sentem mais, outras menos, e algumas medidas e cuidados simples podem auxiliar na redução deste sintoma tão indesejado:

1) EVITE COMIDAS COM ODOR FORTE, EXCESSO DE TEMPERO E PESADAS

Gestantes tendem a ficar mais sensíveis a odores e sabores fortes. Evite alimentos pesados, com muito tempero, gorduras e frituras. Busque uma alimentação leve e orgânica. Além disso, preste atenção em perfumes, produtos de higiene pessoal e de limpeza com cheiro forte; eles também podem piorar as náuseas.

2) DÊ PREFERÊNCIA PARA ALIMENTOS FRIOS

Alimentos gelados como sucos, iogurtes, gelatinas, saladas e frutas nauseiam menos e são digeridos com maior facilidade (evitando a sensação de “estômago pesado”).

3) FRACIONE AS REFEIÇÕES (A CADA TRÊS HORAS)

Ficar muito tempo de estômago vazio também piora as náuseas. Orientamos as gestantes para que mantenham dieta fracionada, ou seja, que se alimentem de forma leve, a cada três horas (assim ficará sempre bem alimentada, sem que precise comer muito a cada refeição, evitando a sensação de “estômago pesado” pós-refeição).

4) TENHA BOLACHA ÁGUA E SAL EM SUA CABECEIRA

Os enjoos matinais são comuns nesta fase e estão associados ao período que a gestante fica em jejum durante o sono. Uma dica é deixar uma bolacha água e sal ou cream-cracker na cabeceira e comê-la de 20-30 minutos antes de levantar-se; ela melhora a náusea associada ao jejum e é de fácil digestão.

5) TENHA ESTES ALIMENTOS EM SUA DIETA!

LIMÃO (in natura, na água, suco ou picolé): ele auxilia na redução das náuseas, azia e irritação gástrica; GENGIBRE (chá, bala, na água ou em pedaços – gestantes podem ingerir até 1g por dia com segurança): ele tem propriedades antieméticas, auxilia na digestão e reduz irritação gástrica; ALIMENTOS RICOS EM VITAMINA B6: banana, melancia, cenoura e castanhas. ÁGUA: tomar pelo menos dois litros de água por dia. O ideal é tomar pequenas quantidades, várias vezes ao dia. Para facilitar, você pode adicionar rodelas de limão ou pedacinhos de gengibre – alivia a náusea, hidrata e reduz a retenção líquida.

Caso estas medidas não tenham sucesso e a gestante apresente náuseas e vômitos que não melhoram, a avaliação com obstetra se faz necessária para prescrição de tratamento correto. A permanência dos enjoos após o 4o mês requer investigação médica.


Fabiana Zarske de Mello

CRM 19.493 | RQE 14.867 – Ginecologia e Obstetrícia

Clínica Digest Care

Av. Coronel Marcos Konder, 1207 – Sala 60 | Embraed Centro Empresarial | Itajaí- SC

📱 (47) 3246-1500 | 9 9689-0035

@fabianazarske.gineco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s