Restaurante Drummond aposta na brasilidade do menu, na Praia Brava, em Itajaí

A valorização dos produtos frescos e locais e dos ingredientes que remetem à brasilidade tem dado destaque ao menu do restaurante Drummond, na Praia Brava, em Itajaí. Ingredientes que misturam sabores da terra e do mar – muitas vezes na mesma receita – são parte da personalidade do local, que traz o nome e a arte de um dos mais famosos poetas brasileiros, Carlos Drummond de Andrade, para as paredes e a fachada.

Com cardápio assinado pelo chef José Carlos Abranches Freitas, ou apenas Zé Abranches, o Drummond ousa na interpretação de texturas e sabores. Uma das estrelas do lugar é o Polvo Drummond, um prato autoral provocativo e contraintuitivo, preparado com tentáculos de polvo glaceado no molho de laranja, arroz caldoso de costela, alho poró, coentro, pimenta biquinho e laranja assada. “A proposta de combinar polvo e costela é completamente inusitada e surpreende na entrega”, resume Zé Abranches.

O manifesto pelos sabores únicos do Brasil em torno da boa comida também pode ser conferido nas primeiras páginas do menu. Um dos destaques é o Rosbife Defumado, uma das mais emblemáticas entradas do Drummond, curado com especiarias e ervas e defumando com galhos e folhas de arvores frutíferas (goiabeira, ameixeira, pitangueira e laranjeira). Na linha de cortes de carnes, a Costela Villas Boas (uma homenagem aos irmãos Villas Boas) é assada por 12 horas e servida com mousseline de mandioca, milho confitado na amburana, agrião, farola de bacon e salsa de costela – uma lembrança ao prato vaca atolada de uma forma nunca vista.

Experiência completa

Com uma proposta de uma cozinha que valoriza a brasilidade através da cultura e da diversidade, o Drummond tem o propósito de oferecer uma experiência completa. “Desde a recepção, no estacionamento, até o fechamento da conta, nossa equipe é preparada para tornar o momento no restaurante excepcional”, explica o proprietário do Drummond, o empresário Ricardo D’Aquino.

Diferentes artistas brasileiros são homenageados em pratos como Ostras Frescas de Gullar, Bacalhau de Camões e Entrecôte Dom Casmurro. As poesias de Drummond estão nas paredes e banheiros dos restaurantes como uma referência à arte nacional. A playlist do endereço também é autoral e só toca músicas que resgata o melhor das composições do país.

O restaurante Drummond abre de terça à sexta, das 11h30 às 15h e das 19h às 23h; aos sábados, das 11h30 às 16h e das 19h às 23h; e aos domingos, das 11h30 às 17h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s