Quantos pais cabem em um mesmo pai?

O pai esportista, o pai parceiro, o pai professor, o pai amigo. Quantas versões cabem em um mesmo pai? E como separá-las de acordo com o momento e o tempo adequado?

O bancário Erwin Muller, 40 anos, se divide entre os diferentes papéis que os filhos Igor, 10, e Felipe, 7, demandam na rotina cotidiana. A parceria entre os três é o que determina o equilíbrio de uma relação movida a respeito e admiração mútua.

Juntos, eles fazem esportes, cozinham em família e assistem às estreias do cinema no Itajaí Shopping. “Desde o exato momento em que os filhos nascem, a rotina muda completamente. Todos os programas são pensados para encaixá-los da melhor maneira possível. E é nesta hora que nos reinventamos em diferentes versões de pai”, cita.

Erwin faz questão de acompanhar a rotina de atividades dos meninos. Além de auxiliar nas tarefas da escola, leva para as aulas extras de futsal e de natação. Os três dividem juntos a piscina e, a partir deste mês, o pai auxiliará nos treinos dos meninos, trazendo mais técnica e agilidade no desenvolvimento das braçadas.

Nos momentos de lazer, Erwin, Igor e Felipe gostam de jogar videogame e de ir ao Arcoplex Cinemas do Itajaí Shopping. “É o nosso programa preferido, e gostamos da experiência completa. Antes de entrar, paramos na bomboniere e compramos o combo de pipoca, bebida e doce para comermos durante a sessão”, conta.

Depois do filme, a família costuma circular pelas lojas e fazer uma refeição na Praça de Alimentação. “Nestas horas, deixamos livre para escolherem algumas coisas que gostam de comer aos finais de semana, como batata-frita, brownie e cookies”, diz Erwin. No mall, ainda costumam comprar itens da cultura geek na BFTronic, e roupas e pijamas em lojas como Renner e a Riachuelo.

Quando não estão estudando e o pai não está trabalhando, Igor e Felipe dizem que o que mais gostam de fazer com o pai é jogar videogame e disputar partidas de ping pong. “A gente também adora ir ao shopping tomar sorvete, passear e conversar”, conta o mais velho.

Neste Dia dos Pais, os meninos querem comprar um presente para Erwin e sair para passear em família.

– Na verdade, eu já dei o meu presente para o papai, diz Felipe.

– É mesmo Felipe? E o que você deu?, pergunta a mãe, Bianca.

– Muito amor, conclui o menino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s