TRÍADE DE INATIVIDADE PEDIÁTRICA E OS RISCOS RELACIONADOS À SAÚDE

Transtorno de déficit de exercício, Dinapenia e Analfabetismo físico

PARTE 01

Dinapenia:

Define-se como uma condição caracterizada por baixos níveis de força e potência muscular, e limitações funcionais não causadas por doença neurológica ou muscular e sim pela inatividade física e maus hábitos.

O surgimento de muitas doenças crônicas não transmissíveis pode estar na primeira infância, um período crítico de desenvolvimento durante o qual são estabelecidas escolhas de estilo de vida pessoal e padrões de comportamento, incluindo a escolha de ter um estilo de vida fisicamente ativo.

A inatividade física, o comportamento sedentário e a baixa força muscular e o condicionamento cardiorrespiratório são fortes determinantes para o desenvolvimento futuro de muitas doenças crônicas, com morbidade e mortalidade resultantes. 3 Estima-se que a inatividade física cause entre 6% e 10% das principais doenças crônicas, como doenças cardíacas e diabetes, e é responsável por ~9% da mortalidade prematura, ou >5 milhões de mortes por ano.

Em crianças e adolescentes, a atividade física tem se mostrado benéfica para a saúde física, mental e social, bem como o desempenho acadêmico. No entanto, a prevalência de inatividade física está aumentando durante a adolescência: 81% dos adolescentes de 11 a 17 anos são insuficientemente ativos globalmente, com a atividade física diminuindo ~5% a cada ano ao longo da infância.

Crianças fisicamente inativas tendem a se tornar adolescentes fisicamente inativos que substituem a atividade por comportamento sedentário. O sedentarismo aumentou ~25% de 7 a 15 anos com as maiores mudanças ocorrendo entre 9 e 12 anos, período que abrange a transição para o ensino médio. Sem surpresa, adolescentes inativos muitas vezes se tornam adultos inativos. A inatividade física em crianças e adolescentes é um fenômeno multifatorial complexo que é influenciado por uma infinidade de fatores contribuintes. Compreender as interações complexas que contribuem para a inatividade física é importante para enfrentar esse problema. Originalmente proposto como um quadro altamente nocivo, a tríade de inatividade

pediátrica é uma condição observada em jovens fisicamente inativos envolvendo três componentes distintos, mas inter-relacionados, que impulsionam a inatividade física: (1) transtorno de déficit de exercício, (2) dinapenia pediátrica e (3) analfabetismo físico.


Top Physical

Raphael Mello Block | Profissional de Educação Física | CREF – 4547/SC

Rua Lauro Muller, 863 | Fazenda | Itajaí -SC

📱 (47) 3348-2424 | 📱 (47) 9 8817-9357

http://www.topphysical.com.br

@tpsaudefisica                                                                                                                     

@raphael.saude

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s