EXERCÍCIOS PARA MELHORAR O CONDICIONAMENTO E FORÇA MUSCULAR

Fala galera! Hoje nosso assunto é prático, simples e bem direto, mas causa muitas dúvidas na hora de iniciarmos um planejamento de treino.

Nós já sabemos da eficiência que os exercícios realizados de forma regular com uma determinada combinação de frequência, intensidade e duração são de suma importância para conseguirmos bons resultados para nossa saúde e termos efeitos positivos em nossos treinos.

Para alcançarmos os melhores resultados, é importante fazer o que é de melhor para nosso corpo, o que ele responde melhor e gera mais resposta de qualidade DURANTE OS TREINOS. Essa combinação intensidade, duração e quantidade de exercícios é que acaba causando algumas dúvidas, fazendo com que seu treino possa ficar falho em algumas rotinas. Em geral, quanto menos intenso for seus treinos, menos resultado você terá. Isso não sou eu Rodrigo falando, mas sim O Colégio Americano de Medicina do Esporte, claro que você não irá entrar hoje na academia e querer levantar, pedalar ou correr, fazendo coisas que nunca fez na vida, mas o essencial e mais importante em seus treinos é você conseguir chegar sempre próximo da fadiga, causando adaptações fisiológicas em seu sistema cardiovascular e aumento de força em seus músculos.

ENTÃO O QUE DEVEMOS FAZER PARA MELHORAR NOSSOS RESULTADOS E RENDIMENTOS?

Quando você for começar a treinar primeiramente estabeleça qual seu objetivo e parta para agendar a sua avaliação, começando desde o início de forma correta, sabendo o que você pode fazer e o que ainda “é muito cedo” no quesito de intensidade. Tendo em vista você irá realizar pelo menos sua sequência de treino de 3 a 5 vezes na semana, com uma intensidade de 60 a 90% de sua Fc máxima, (essa forma de mensurar a intensidade de seu treino não é a única, converse com seu treinador para ajustar a sua realidade) com duração de treinamento entre 20 a 60 minutos, quanto MAIOR for sua INTENSIDADE, MENOR será seu tempo de treino e vice-versa, isso serve tanto para programa de Musculação (treino de força) e treinos Aeróbicos (corrida, pedalar, corda).

Mobilizar o máximo de grupamentos musculares na mesma sessão de treino, quanto mais articulações e músculos conseguirmos trabalhar maior será nosso gasto calórico, otimizando os resultados. (Estou falando aqui em saúde, não em treino de alto rendimento para fins estéticos ou performance).

Sempre devemos ter muita atenção embora o fator idade por si só não seja fator limitante para o treinamento, é prudente adotar uma abordagem mais gradual na prescrição para indivíduos mais idosos, assim evitamos dores e reduzimos os riscos de lesões logo no início dos treinos.

Espero ter ajudado!


Rodrigo Bender

Pernsonal Trainer

Especialista em Retreinamento de Lesões, da Reabilitação e Performance

@rodrigo.benderpersonal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s