A SURDEZ APARECE MAIS QUE QUALQUER APARELHO AUDITIVO

Preconceito, medo, vergonha, falta de informações… Inúmeras são as questões que acabam afastando as pessoas que precisam do efetivo uso de um aparelho auditivo. De forma geral, entre a indicação e o reconhecimento da real necessidade de uso de aparelhos passam-se anos, e a relutância diária em reconhecer os benefícios e quantas limitações a perda auditiva pode gerar na qualidade de vida são negligenciadas.

Óculos geralmente são mais bem aceitos, possuem diversos designs e marcas, devolvem a qualidade visual para os seus usuários, dificilmente gerando tabus. O fato de quem sofre com

a deficiência auditiva relutar em reconhecer suas dificuldades e buscar soluções para ter qualidade de vida é amplamente conhecido. Apenas 40% das pessoas com perda de audição reconhecem que ouvem mal. Talvez pelo medo; afinal, aparelho auditivo é “coisa de idoso’’, “é desconfortável’’, “é feio’’, “é grande’’, “vai piorar minha audição’’ e inúmeras outras barreiras limitam a aceitação de um mundo com mais qualidade de vida.

Nos últimos anos vimos a transformação tecnológica de telefones, televisores, computadores e tudo que está ao nosso redor. Com os aparelhos auditivos, não diferiu. Incontáveis são SAÚDE

as novas tecnologias que buscam suprir necessidades, sem gerar desconforto, reabilitar a audição, sem gerar estigmas.

“Ah, mas utilizar coisas no ouvido gera preconceito?” E nesta vertente, não vemos ninguém reclamando ou condenando o uso de fones intra-auriculares. Ainda mais com a ascensão do mundo “sem fio’’, com AirPods, Galaxy Buds e inúmeros outros fones sendo cotidianamente utilizados em nossas ruas para o lazer, sem nenhum tabu.

A maior barreira é o mito de que o aparelho auditivo é visível e que a deficiência auditiva será destacada. Isso está muito longe de ser verdade. Vale ressaltar que muitos aparelhos de amplificação são menores e mais discretos que dispositivos recreativos, como os fones de  ouvido, aparecendo inclusive menos que muitos deles.


Daniel Buffon Zatt | CRM/SC: 23.589 | RQE: 18.759 | Otorrinolaringologista

FGA. Elaine C.C. Pereira | Fonoaudióloga – CRF3 6.685

Rua Lauro Muller, 110, Centro – Itajaí | SC

📱 (47) 99790-9094

@daniel.otorrino

http://www.danielotorrino.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s