NAS ASAS DA INSEGURANÇA

Muitas vezes somos surpreendidos por situações inusitadas, aflorando a sensação: “fiquei sem chão”. Temos que fazer o enfrentamento da circunstância, não dá para fugir, embora seja este o desejo. Nas asas da insegurança ficamos e a forma como superamos os desafios é que nos define, pois descobrimos do que somos capazes, ou não.

Tem pessoas que, nesses momentos, ativam suas forças e se reinventam. Outras ficam muito fragilizadas, são inseguras e necessitam de alguém como suporte. Estas são dependentes emocionais.

A dependência emocional caracteriza-se pelo apego excessivo a outra pessoa; esta insegurança constrói um ser dependente afetivamente. É um transtorno aditivo, de alta incidência, levando o indivíduo a necessitar do outro para manter seu equilíbrio emocional (Izquierdo Martinez e Gomes-Acosta, 2013). Sua etiologia está relacionada ao desenvolvimento do apego na infância, traumas psicológicos, fatores culturais. O medo do abandono é forte, o foco da felicidade é o outro. Suas emoções são reprimidas, a autoestima rebaixada, seus desejos são o do outro. Freud pontua que a dependência emocional pode estar atrelada a um relacionamento narcisista.

Como lidar com este transtorno emocional?

A dependência emocional pode ser reduzida com psicoterapia, se a pessoa desejar a mudança. É necessário fazer um escaneamento dos afetos, acessando memórias traumáticas, reprocessá-las para sarar as cicatrizes psicológicas. É investindo no seu autoconhecimento que aprenderá a gostar mais de si mesmo, elevando sua autoestima, fortalecendo sua autoconfiança e ser o dono de suas escolhas para amar e ser amado sem ter medo do abandono, saindo das asas da insegurança.


Claudete de Morais
CRP 12/01167
Doutoranda em Psicologia Clínica
@claudetedemorais_
http://www.claudetedemorais.com.br
📱 (47) 9 9274-6439

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s