Pais e filhos podem aproveitar eventos esportivos para descontrair e criar laços!

Logo no início da infância, algumas práticas esportivas começam a fazer parte do dia a dia das crianças. Na pré-escola, aulas de educação física e até modalidades como ballet, artes marciais e futebol são bem comuns na rotina. A princípio, é um momento de descontração e diversão, já que, nessa fase da vida, tudo ainda é brincadeira. Mas, saiba que a prática esportiva, quando iniciada desde cedo, pode trazer inúmeros benefícios à saúde!

“A atividade física melhora aspectos cognitivos e motores da criança. No caso da corrida de rua, as corridas kids servem como uma forma até de recreação, de brincadeira, o que é a melhor forma para a criança já ir tomando gosto por esportes. A dica é mesmo não forçar a criança, apresentar as modalidades e deixar eles escolherem o que querem praticar ”, comenta a educadora física, Verediane Galán Ramos.

E além da saúde física, o esporte pode ser benéfico também para o desenvolvimento psíquico do indivíduo. Valores como responsabilidade, determinação, respeito à regras e limitações, aceitação de resultados nem sempre positivos e até superação, podem começar a ser construídos logo cedo através da prática de esporte.

Realizar esportes em família, mesmo que seja esporadicamente, é uma prática que estimula as crianças a apreciarem fazer atividades esportivas desde cedo. O exemplo, até no esporte, pode vir de casa. Nathália Mendes Sibara, é mãe de dois filhos e sempre incentivou o esporte. “Eu acho que qualquer esporte faz a pessoa aprender muito, porque para a pessoa evoluir nele é preciso ter dedicação, treinamento, preparo físico, as pessoas aprendem a se frustrar, pois nem sempre se ganha. E praticar esportes junto com o filho é perfeito, gera uma motivação para os dois lados”, comenta.

Algumas corridas de rua, possuem categorias para adultos e crianças, onde todos podem se aventurar e participar de uma prova juntos. É uma verdadeira diversão que, além de estimular a vida saudável, proporciona momentos inesquecíveis!

Segue algumas provas de corrida de rua para você se inspirar e realizar com seu filho(a) em Santa Catarina!

Meia Maratona Havan Brusque – 16 de junho de 2019

Inscrições com opções de modalidades diferenciadas: Kids, 3Km, 7Km, 14Km e 21Km.

Meia Maratona de Pomerode  – 27 de outubro de 2019

Inscrições com opções de modalidades: 21Km, 6Km e prova kids.

Desafio Beto Carrero World Penha – 24,25 e 26 de janeiro de 2020

Uma das opções desse desafio é o Family Run. Para quem quer curtir com a família, correr ao lado do filho, ou mesmo, sem pressão do tempo, a modalidade Family Run com percurso de 2km é a opção ideal.

Caminhadas

Adultos e crianças podem participar juntos das provas com modalidade caminhada.

Corrida e Caminhada Cerene Blumenau – 19 de maio de 2019

Primeira Corrida e Caminhada de Praia AMA Navegantes – 26 de maio de 2019

Corrida e Caminhada pela Paz Florianópolis – 13 de outubro de 2019

As inscrições podem ser feitas no site: www.correbrasil.com.br

ELAS CORREM CADA VEZ MAIS!

Corridas de rua em SC registram crescimento do gênero no esporte em 2019 e impulsionam evento só para elas

Mulheres, mães, trabalhadoras, estudantes e tudo aquilo que elas quiserem ser, inclusive atletas! Sim, as mulheres estão conquistando cada vez mais seus espaços em diversos âmbitos e o crescimento da participação delas em corridas de rua é evidente. Este ano, mais de 40% dos participantes da Meia Maratona Aurora de Chapecó e Meia Maratona de São José foram mulheres. Na Meia Maratona Internacional de Balneário Camboriú o número chegou a quase metade, 47,2% foram atletas do sexo feminino.

Olhando para essa realidade, não dá para imaginar que já houve dias em que as mulheres eram consideradas incapazes de realizar provas de corrida de rua com a justificativa de falta de força e resistência. Foi apenas no ano de 1976 que a primeira mulher participou de um evento esportivo de corrida. Hoje em dia, a mudança foi tanta, que até já existem eventos esportivos só para elas em todo o país!

Em junho, vai acontecer a maior corrida para mulheres do estado de Santa Catarina. É o circuito Brisas, no dia 02. E mais uma vez, a procura das mulheres aumentou em relação a outros anos. Em 2019, mil e quinhentas mulheres estão confirmadas para participar do evento. Serão quinhentas mulheres a mais que em 2018. Viviane Pedrelli, de Joinville, vai participar pela segunda vez. “Fiquei encantada com essa prova, a gente se encontra, ri, conversa, é nosso momento. Acho que as mulheres ‘despertaram’ e estão indo mais atrás do que lhes faz bem, acredito que esse é um dos motivos pelo aumento de participação feminina nas provas”.

Sobre a Brisas

O evento vai muito além da corrida e consiste em uma programação voltada para elas: Com aulas de pilates, yoga, zumba, além de produtos e serviços como massagem, maquiagem, cabelo e maquiagem. “O Projeto Brisas foi inspirado nos eventos que já ocorriam só para mulheres no Rio e São Paulo há anos atrás. A ideia de trazer este formato para Santa Catarina nasceu da vontade de uma mulher, foi desenvolvido por mulheres e até hoje tem nosso toque especial em cada detalhe. . A força feminina aliada a dedicação transformaram a Brisas numa prova completa, cheia de mimos exclusivos pensados para agradar as atletas catarinenses que fazem jus ao projeto como um todo”, comenta Mariana Neves, coordenadora de eventos da Corre Brasil.

Data: 02 de junho de 2019

Distâncias: 10Km, 5Km e 3Km.

Local: Brava Beach

Por que não consigo emagrecer?

Olá, galera! Hoje nosso assunto é sobre as dificuldades de quem quer emagrecer e não consegue, seus desafios e como o exercício pode ajudar nesta batalha.

Você com sobrepeso e ou obeso é um fator complexo, que envolve diversos fatores sociais, familiares, biológicos, econômicos e emocionais que interagem entre si. A má alimentação, o consumo de dietas inadequadas, os estilos de vida sedentários, a tendência natural para o excesso de peso, a facilidade com que se encontram alimentos calóricos, os hábitos familiares, a correria do dia a dia e o aumento do tamanho das porções dos alimentos facilitam a ocorrência da obesidade. (Programa de Mestrado e Doutorado em Psicologia, UCDB – Campo Grande, MS).

Esses fatores fazem com quem batalha em busca do emagrecimento se torne algo muito difícil e complicado, questões socioeconômicas são consideradas prejudiciais no processo do emagrecimento. A falta de dinheiro e de tempo para adquirir e preparar alimentos mais saudáveis leva ao consumo de alimentos de fácil preparo, altamente calóricos e gordurosos.

Segundo Scagliusi e Palacow (2006), o aumento na frequência de ingestão alimentar pode ajudar no controle do peso corporal, por controlar a sensação de fome e promover uma diminuição da quantidade dos alimentos nas refeições subsequentes.

Nossas células de gordura secretam várias substâncias, entre elas a leptina, hormônio responsável em levar ao nosso cérebro-hipotálamo sinais de saciedade, podem levar de 20 a 40 minutos para essa mensagem ser “recebida” pelo cérebro avisando que estamos satisfeitos e podemos concluir nossa refeição, esta ai um dos motivos que devemos aprender a saborear a comida, comer mais devagar, não é a quantidade que “mata nossa fome”, mas, sim, o tempo
que levamos para comer, consumindo assim somente a quantidade suficiente de alimentos para nos manter saudáveis e controlar o peso corporal.

Em relação a genética, a tão conhecida “tendência em engordar” deve ser respeitada, mas não é uma receita de bolo: família obesa, filhos obesos. Por meio de mudanças comportamentais e exercícios podemos combater o desanimo, falta de estimulo causado pelo excesso de peso, uma sessão de treino de ajuda a liberar muitos hormônios (serotonina, adrenalina, GH) capazes de melhorar sua autoestima, e trazer resultados que faça você cada vez mais se empenhar com seus progressos.

Espero ter ajudado!

Por

Rodrigo Bender 

Personal Trainer

Academia Estação Azul

47 3045-3139  | Centro – Itajaí

Facebook e Instagram: estacaoazul.com.br 

Emprego: UniAvan investe em parcerias para aproximar alunos do mercado de trabalho

O Centro Universitário Avantis – UniAvan, além de oportunizar formação de qualidade aos seus alunos, lançou recentemente o programa de extensão Tá Contratado! Esta iniciativa viabiliza experiência profissional, networking com grandes empresas da região e inserção imediata no mercado de trabalho para acadêmicos e egressos da instituição.

O programa funciona da seguinte forma: a empresa solicita uma consultoria ou orientação profissional para sua equipe de colaboradores, um grupo de alunos, supervisionados por professores, vai até a empresa e presta o serviço, em contrapartida, os acadêmicos e profissionais formados pela UniAvan ganham prioridade na contratação em vagas de emprego e programas de estágio dessa organização.

A aluna Daiane Priscila Pereira, acadêmica do 10º período de Psicologia, já viveu esta experiência e está satisfeita com o seu emprego de Analista de Recursos Humanos no Supermercado Koch. Ela conta que o programa de extensão possibilitou o contato inicial com a empresa.

Durante o treinamento, soube que poderia enviar seu currículo e o fez. Três dias depois foi chamada para uma entrevista e foi contratada. “Eu não conhecia muito o Grupo Koch, frequentava o mercado próximo a minha casa, mas jamais imaginei que trabalharia aqui. Realmente a oportunidade fez com que eu conhecesse melhor a empresa e me encantasse pela forma de trabalho e planejamento deles”, conta empolgada Daiane que logo completará seu primeiro mês como colaboradora do Supermercado Koch.

Num segundo momento, os alunos que se destacarem dentro de sala de aula (boas notas, projetos de destaque, participação em eventos, produção acadêmica, dentre outros critérios) também receberão indicações diretas para vagas na área em que se identificam profissionalmente. Ou seja, a trajetória de sucesso dos acadêmicos pode começar antes do diploma.

Ficou interessado? Mais informações pelo telefone: (47) 3363 0631 ou pelo e-mail: extensao@avantis.edu.br

 

Cia da Saúde Bistek Itajaí apoia atletas e competidores locais

Desde o início da nossa história, há 5 anos, temos entre as missões de nossa loja a promoção de saúde e o estímulo a um estilo de vida saudável e tudo que envolve saúde, nutrição e sustentabilidade. Dentro dessa missão mais abrangente, encontra-se o incentivo ao esporte e à prática de atividade física. Por isso, sempre que possível e a cada oportunidade que temos, procuramos apoiar atletas e desportistas de nossa região.

Além de apoios pontuais, atualmente a nossa loja tem orgulho de apoiar dois campeões que já conquistaram muitas medalhas e que ainda vão dar muitas vitórias para o nosso e estado e para nosso país. São eles o atleta de jiu-jítsu João Victor Rossato, campeão mundial da categoria infantil B, e o atleta Flávio Reitz, que se prepara para as paralimpíadas de Tóquio.

O apoio atleta João Victor faz parte de uma parceria com a Nutrata. O atleta tem sua alimentação supervisionada pelo médico Marcos Staak Jr. e pelo nutricionista Olegário João da Silva Filho, que variam a presquisao de acordo com as necessidades do atleta. Alguns dos produtos consumidos por João Victor atualmente: Whey, para aporte proteico e desenvolvimento muscular; Ômega 3, para a saúde do cérebro, sangue e coração; e Glutamina, para evitar fadiga nos treinos; todos da marca Nutrata.

Já o apoio ao atleta Flávio Reitz, medalha de prata no Parapan 2015, é feito em parceria com a marca de suplementos Vitafor Nutrientes. O paratleta, que é natural do Paraná e mora há dez anos em Itajaí, já participou de competições em Londres, Toronto, e em 2016 ficou entre os dez primeiros na disputa da modalidade de salto da Paralímpiada no Rio de Janeiro. Flávio tem acompanhamento do nutricionista Cristiano Klaus Fischer. Em nossa loja ele já retirou Creatina, BCAA e T-Rex Pré-Treino, todos da Vitafor.

Nossos dois atletas têm muitos desafios pela frente e nós estamos muito felizes em participar de suas trajetórias de lutas, superações e conquistas. Estamos confiantes que ambos trarão muitas alegrias para todos nós e somos gratos aos nossos fornecedores Nutrata e Vitafor pela parceira. Continuaremos sempre estimulando a saúde e o esporte.

Por

Michelle Freitas

Empresária e nutricionista 

Cia da Saúde

Instagram: ciadasaudeitajai

redeciadasaude.com.br

(47)3249-0160    (47)99970-1303 Whats App

Rua: Heitor Liberato, 1550 – Sala 32 – São João, Itajaí

Segunda a sábado das 9 às 22 hs

Domingo e feriados das 14 às 20hs

Escola é lugar de brincar?

Simmm!!! A brincadeira tem importância fundamental na perspectiva do trabalho desenvolvido na educação Infantil. Nesse segmento a brincadeira transforma-se em fator educativo no processo pedagógico, promovendo conhecimento e sendo responsável por gerar uma formação integral na criança.

Para Vigotski (2007), a criança ao nascer já está imersa em um contexto social e a brincadeira se torna importante para ela justamente na apropriação do mundo, na internalização dos conceitos desse ambiente externo a ela. É por meio do brincar que a criança tem liberdade de ação, imaginação, faz inferências e resolve seus conflitos e contratempos.

É brincando, que o mundo se descortina para as crianças, que elas se comunicam e se inserem num contexto social. Por meio das brincadeiras as crianças têm a oportunidade de desenvolver capacidades cognitivas, motoras e afetivas.

A urbanização, a industrialização e os novos modos de vida, limitaram e muito, a brincadeira livre dos meninos e meninas. É nesse contexto que a escola de Educação Infantil se sobressai em sua importância ao oferecer espaços e ambientes propícios ao brincar. Destacamos aqui o valor do papel do professor que deve ser de um iniciador e mediador, observador e avaliador no processo pedagógico, ao manter vivo o papel vital do brincar na sua prática diária.

A brincadeira é essencial! Ao brincar a criança categoriza as situações do seu cotidiano em direção ao contexto real, desenvolve a linguagem, aumenta, enriquece e manifesta sua aprendizagem.

Entendemos que a brincadeira é o mais alto nível do desenvolvimento da criança na Educação Infantil. É por meio desse recurso lúdico que a criança fortalece sua autonomia, amplia seu vocabulário e criatividade, através da interação e troca de afetos com seus pares.

Por

Susana Mara Nunes
Coordenadora Pedagógica

Pintando o Sete

http://www.pintandoosete.net.br

(47) 3344-1143

Rua: Laura Muller, N 1177 – Fazenda – Itajaí – Santa Catarina

FONTE: Brasil. Ministério da Educação, Base Nacional Comum Curricular – BNCC, Brasília 2017
Só Brincar? O papel do brincar na educação infantil
Janet R. Moyles – Artmed, 2002

Especialmente para elas!

Uma tarde no shopping, um café com as amigas ou um cineminha pós-trabalho. Um dos melhores presentes para uma mãe é um momento só dela. Selecionamos dicas lindas e poderosas de grifes do Balneário Shopping para que ela arrase neste inverno. Confira!

Tricot sempre
Este tricot novinho com cara de antiguinho da SHOULDER vai deixar a mamãe quentinha nesta estação.

Mistura bem dosada
O look descontraído da CANAL CONCEPT com a camiseta de algodão com lettering faz uma mistura bem dosada de texturas.

Paris 6 Café
Que tal levar a mamãe para provar as delícias do Paris 6 Café do Balneário Shopping? O Grand gateau au pavê de chocolat blanc à Yanna Lavigne é uma delas. A unidade catarinense acompanha todo o estilo das demais lojas da rede, com arquitetura e ares parisienses dos anos 1920. Ela vai amar!

Anos 60
Influenciados pelos anos 60, diferentes grafismos em preto e branco se encontram no Inverno da LE LIS BLANC. A diva Carol Trentini é a musa da marca nesta estação.

Sensual e elegante
Dica infalível para deixar o visual mais interessante: tricot com lurex + seda + renda + couro croco da TWENTY FOR SEVEN. Perfeito para um jantar a sós com o papai.

Animal print
A tendência para o Inverno 2019 é a mistura do animal print. Nesta bota da RAPHAELLA BOOZ ficou simplesmente divina!

Balneário Shopping

Facebook: Balneário Shopping

Instagram: balnearioshooping

balneariocamboriushopping.com.br

 

Por que bebês choram tanto?

Se tem algo que angústia os pais, é o choro do bebê! Mas afinal, por que eles choram tanto?

Há vários motivos que contribuem para isso.

O mais importante e que precisamos ter muita clareza, é que o choro é a forma de EXPRESSÃO dos bebês! Afinal, eles não sabem falar, como podem nos mostrar que algo não vai bem, ou fazer algum pedido, se não através do choro?

Bebês choram porque querem transmitir alguma mensagem para nós…essas mensagens podem ser:
“Hei, estou com fome!”
“Ai que soninho”
“Hm, mas que sede”
“Alerta!! Fralda suja!”
“Tem alguma dor me incomodando”
“Sinto um leve desconforto!”
“Eu não quero ficar nesse berço sozinho!”
“Cansei dessa posição!”
“Cadê minha mamãe, e meu papai?”
“Quero um colinho!!!”
“Estou com calor…ou, estou com frio!”

Dentre VÁRIOS outros motivos!

Veja bem, seu bebê NÃO SABE FALAR, então até mesmo se ele estiver com uma coceira no pé, até alguém coçar o pezinho, ou a coceira passar espontaneamente, ele vai chorar. 🙂

Por isso, não se angustie, o choro é a melhor forma de passar alguma mensagem, e com o tempo a gente aprende a identificar diferentes choros para cada assunto específico! Pelo menos aquilo que for a maioria deles.

Agora, se o choro for MUITO constante, e vier acompanhado de outros sintomas, você deve procurar um pediatra para avaliar seu filho, ok? O choro é normal, mas chorar 24h por dia, não. Ou chorar e ter outros sintomas associados, como febre, se contorcer demais, enfim, na dúvida, vale a pena investigar e procurar um profissional!

Agora, se não tiver nenhum sinal “extra”, se acalme, e tente compreender qual mensagem o bebê está tentando lhe passar! Não é fácil, mas aos poucos vamos nos acostumando e nos entendendo.

Por

Ana Paula Petry

Psicóloga – CRP: 12/10780

Av. Cel. Marcos Konder, 1313, centro, Itajaí – SC, 88301-300

47 99172.5620

Resiliência

Na psicologia, a palavra resiliente significa voltar ao estado anterior. Em física Resiliência se refere a capacidade que um material tem em suportar grandes impactos de temperatura e pressão, se deformar ao extremo, mas pouco a pouco conseguir se recuperar e voltar à sua forma anterior.

A psicologia, vê a importância do relacionamento com a família, principalmente na infância, que vai construir a capacidade de suportar crises e suportar essas crises.

A resiliência é a capacidade que um material tem de se deformar inteirinho, quase “morrer”, para então conseguir ir voltando ao que era antes e se refazer e se reconstruir. Esse termo passou por uma adaptação nas ciências humanas e hoje representa a capacidade de um ser humano de sobreviver a um trauma, a resistência do indivíduo, não só a resistência física, mas a visão positiva para se reconstruir.

A resiliência é uma capacidade que nos orienta para o futuro, para a esperança e para a força. Mas, antes de tudo, nos orienta para a ação. A resiliência pode ser aprendida, não é um traço de personalidade que aparece em algumas pessoas e em outras não.

0 desenvolvimento da resiliência começa pelo aceitar o desafio, onde se reconhece a existência do problema e também se percebe que podem existir soluções ou formas adaptativas de lidar com novas possibilidades. Creio que embora a resiliência seja íntima e pessoal, um dos fatores de maior importância seria o apoio e o acolhimento oferecido por outras pessoas.

Não há evolução sem mudança e mesmo que você não queira evoluir em nada, a mudança acontecerá. Portanto, adapte-se à mudança que vai ajudar a colocar em prática estratégias mais dinâmicas e a diferenciar as circunstâncias da sua vida para poder melhorar naquilo que deseja.

O ambiente de trabalho pode muitas vezes ser o local ideal para se aplicar nossa capacidade de resiliência. Momentos econômicos difíceis causam desemprego, reestruturações nas empresas, ou mesmo quando nada disso está ocorrendo novos desafios surgem a cada momento.

Uma vez que você é consciente dela, falta apenas que você a desenvolva e coloque-a em prática. Com empenho e persistência você poderá conseguir. Ser resiliente é uma habilidade que pode ser aprendida ou que ajudará a compreender a vida de outra maneira.

Carlos Drumond de Andrade, uma vez escreveu: “A dor é inevitável. O sofrimento, opcional”. Esta lucidez do poeta,
do seu modo, fala de resiliência.

Por

Sara Cruz Frota

Psicóloga Clínica

Organizacional

47.98410.1800 | frotasara@gmail.com

Ed. Liberty | Sala 307 |  Itajaí – SC

It’s Mommy traz reflexões sobre maternidade e bem-estar no Balneário Shopping

Um olhar especial e diferenciado sobre maternidade real e bem-estar da mãe e dos filhos contará com a ajuda de quatro profissionais renomadas de Santa Catarina no próximo dia 2 de maio (quinta), no Balneário Shopping. O It’s Mommy trará um painel de debates com Ana Paula Petry (psicóloga de mães), Ana Paula Franz (consultora de disciplina positiva), Viviane Faria Silva (pediatra homeopata) e Marina Dias (jornalista e fotógrafa da Ver Nascer), no pavimento L2 do shopping. O evento também lança oficialmente a exposição fotográfica “Olhando Para Si”, que segue até o dia 31 de maio.

O bate-papo – que abre a programação do Mês das Mães no endereço – é gratuito e promete atrair um público atento à questões como auto estima da mãe, disciplina positiva com os filhos e homeopatia pediátrica, temas que têm gerado novos debates acerca do “ser mãe” em consultórios e redes sociais. “A proposta é conversar sobre maternidade real, como muito amor, mas sem idealizações. Vamos falar sobre as alegrias e as expectativas da mãe e sobre a mãe”, observa a gerente de marketing do Balneário Shopping, Gabriella Fortes.

A conversa entre as profissionais será mediada pela jornalista Bianca Ingletto. A psicóloga Ana Paula Petry trará reflexões sobre saúde emocional da mãe e uma maternidade mais leve, alegre e tranquila, mesmo diante de tantos desafios cotidianos. Já Ana Paula Franz, educadora integrativa do sono e em disciplina positiva, vai contar sobre o processo de ressignificar a maternidade, transformando dores e dificuldades em conexões cada vez mais fortalecidas.

Viviane Faria Silva, pediatra homeopata e médica da família, trará uma visão integrada da criança e da família, que leva em conta a bagagem e a história pessoal de cada pequeno paciente na hora de revelar sintomas e processos de cura. A fotógrafa e jornalista Marina Dias, por sua vez, falará sobre a experiência de fotografar mães no momento do pós-parto, promovendo a auto estima e a individualidade da mulher.

Exposição fotográfica

O It’s Mommy também abre oficialmente a exposição “Olhando Para Si”, assinada pelas fotógrafas Marina Dias e Ellen Mendes, do projeto Ver Nascer. No total, são 14 fotos de mulheres-mães em um momento só delas, sem os filhos e fora da rotina. “O propósito é fazer esta mãe se amar do jeito que é, refletindo sobre sua força e sobre a mulher que se tornou após a maternidade”, observa Marina Dias. A exposição segue no pavimento L1 do Balneário Shopping até o dia 31 de maio.

O It’s Mommy é aberto ao público e a participação é gratuita.

AGENDA

It’s Mommy

Local: Balneário Shopping, pavimento L2

Data: 2 de maio

Horário: 20h

Valor: Gratuito

Exposição fotográfica “Olhando para Si”

Local: Balneário Shopping, pavimento L1

Data: 2 de maio a 31 de maio

Horário: Diariamente, das 11h às 23h

Valor: Gratuito