Lembranças natalinas

Registar a chegada da época natalina em família em studio fotográfico já se tornou um hábito para a família da colunista Marcella Zorzo.

Hoje aconteceu a sessão de fotos da Família no studio da fotógrafa Eliana Nazario Itajaí.

Todo ano, desde que a filha Helena, 04 anos nasceu, a família escolhe um profissional e regista esses momentos.

Com as fotos editadas a nossa colunista da dicas de como aproveita-las ao máximo.

“ Com a foto editada e em alta resolução enviada pela fotógrafa você pode mandar fazer “bolas de Natal” para pendurar na árvore de Natal. É possível também incluir na foto digital um texto de feliz Natal e enviar aos amigos na noite natalina. Outra opção é mandar revelar a foto e colocar em porta retrato e decorar a mesa de Natal. Com a foto impressa, ela pode virar um cartão postal para ser enviado por correio aos amigos e familiares…. e claro, não posso  deixar de dar a opção de postar as fotos na rede social.”

Férias em Aracaju – Sergipe

Você sabia que Sergipe é o menor Estado Brasileiro? A nossa colunista Marcella Zorzo, administradora do Instagram Guia da Família de Santa Catarina está com sua família em Aracaju, a capital do Estado Sergipano e nos conta sobre os melhores momentos com dicas para puxar o bloco de notas e salvar as informações.
Quem sabe suas próximas férias pode ser no Nordeste?
Marcella e sua família se hospedaram no Hotel Jatobá que fica localizado na orla de Aracaju, frente mar. Com piscina com vista para a orla e para a praia de Aracaju, todos os dias a família aproveitou o sol depois de um delicioso café da manhã bem nordestino, com carne de sol, inhame , cuscuz de milho, batata doce e tapioca feita com manteiga da fazenda.
A beira mar da praia de Aracaju é bastante extensa, conta com mais de 30 milímetros de extensão e por isso é necessário pesquisas bastante “onde ficar” para estar próximo de tudo.
Marcella escolheu o Hotel Jatoba justamente por ficar em frente ao CARANGUEJO, uma estátua gigante em formato de caranguejo  que marca o início da “passarela do caranguejo”, nessa parte da Orla está reunido a maioria dos restaurantes e tudo que você precisa para sua estadia.
Nossa colunista compartilhou conosco informações sobre a gastronomia nordestina . Conta que comeu acarajé, pastel de aratu, caldinho de frutos do mar, é muito caranguejo que vem acompanhado com vinagrete.
Ao lado do Hotel Jatobá onde ficou hospedada com a sua família, a Marcella conta que ficou fã do restaurante Porto Madero porque tem espaço kids climatizado e o cardápio é bem variado, além dos drinks com lichia e caju.
O Guia da Família de Santa Catarina ama compartilhar suas viagens conosco e vai continuar contando sobre sua viagem para Aracaju em próximas matérias. Fique de olho.

Moda verão tal mãe tal filha

 

O fotógrafo Alex Del Pizzol registrou a nossa colunista Marcella Zorzo, administradora do Instagram Guia da Família de Santa Catarina e sua filha Helena, 04 anos no Hotel Refúgio do Estaleiro em Porto Belo -SC.

O ensaio de fotos mostra o charme e encanto da moda TAL MÃE TAL FILHA.

A Marcella conta que sua filha adora vestir-se igual a ela, e essa moda é uma ótima dica para o verão 2019/2020 e para curtir bons momentos entre a família.

Nas fotos as “meninas” usam bikinis da loja Nainoa.

Fica a dica para quem tem filhos e quer ficar “igualzinha” nesse verão.

Wine Day

Rótulos? Só para vinhos!

A 6ª edição do Decanter Wine Day chega para surpreender os paladares mais aguçados e conquistar os menos experientes. Totalmente repaginada, a Resort Edition acontecerá na área externa do Infinity Blue Resort com muitas novidades e experiências inesquecíveis.

Reunindo o melhor do portfólio Decanter e suas melhores safras, a seleção de 150 rótulos (15 países) inclui apelações importantes à produtores premiados internacionalmente, que ficam ainda melhores com gastronomia harmonizada. Tiago Locatelli, o Melhor Sommelier do Brasil, é presença confirmada, além de produtores internacionais.

Nessa edição, o evento ainda conta com um aplicativo exclusivo e interativo para avaliação dos vinhos e aquela música de qualidade que garante uma experiência completa.Vai ficar de fora?!

Data: 07 dezembro 2019

Hora: 17 às 21 horas

Local: Infinity Blue Resort

Classificação: 18 anos

Todos os rótulos e gastronomia inclusos no valor do ingresso.

Vinhos do evento para venda no local com descontos especiais.

Pra ficar ainda melhor e degustar à vontade, vá de Uber. Estacionamento pago e sujeito à lotação. Se beber não dirija.

Esperamos você. Ingressos por https://www.ingressonacional.com.br/evento/15169/decanter-wineday-resort-edition ou em nossa loja.

Férias em Aracaju – Sergipe

Você sabia que Sergipe é o menor Estado Brasileiro? A nossa colunista Marcella Zorzo, administradora do Instagram Guia da Família de Santa Catarina está com sua família em Aracaju, a capital do Estado Sergipano e nos conta sobre os melhores momentos com dicas para puxar o bloco de notas e salvar as informações.

Quem sabe suas próximas férias pode ser no Nordeste?

Marcella e sua família se hospedaram no Hotel Jatobá que fica localizado na orla de Aracaju, frente mar. Com piscina com vista para a orla e para a praia de Aracaju, todos os dias a família aproveitou o sol depois de um delicioso café da manhã bem nordestino, com carne de sol, inhame , cuscuz de milho, batata doce e tapioca feita com manteiga da fazenda.

A beira mar da praia de Aracaju é bastante extensa, conta com mais de 30 milímetros de extensão e por isso é necessário pesquisas bastante “onde ficar” para estar próximo de tudo.

A Marcella escolheu o Hotel Jatoba justamente por ficar em frente ao CARANGUEJO, uma estátua gigante em formato de caranguejo  que marca o início da “passarela do caranguejo”, nessa parte da Orla está reunido a maioria dos restaurantes e tudo que você precisa para sua estadia.

Nossa colunista compartilhou conosco informações sobre a gastronomia nordestina . Conta que comeu acarajé, pastel de aratu, caldinho de frutos do mar, é muito caranguejo que vem acompanhado com vinagrete.

Ao lado do Hotel Jatobá onde ficou hospedada com a sua família, a Marcella conta que ficou fã do restaurante Porto Madero porque tem espaço kids climatizado e o cardápio é bem variado, além dos drinks com lichia e caju.

O Guia da Família de Santa Catarina ama compartilhar suas viagens conosco e vai continuar contando sobre sua viagem para Aracaju em próximas matérias. Fique de olho.

Por

Marcella Zorzo

@marcellazorzo

@guidafamiliadesc

Os prazeres e o cérebro

Em tempo de acaloradas discussões ideológico-políticas no Brasil e no mundo, vamos tratar de assuntos amenos e saudáveis. Dores e prazeres são reações do corpo ou do cérebro? Bem, o cérebro faz parte do corpo, então não faz sentido disputar a autoria. Porém, como explicar a dor ou coceira num membro amputado? O livro “Fantasmas no cérebro” responde a esta pergunta.

Há bons estudos sobre o cérebro e as sensações físicas. A neurocientista Suzana Herculano Houzel divulga em “Sexo, drogas, Rock’roll e chocolate” que cafezinho e chocolate em excesso queimam neurônios, álcool, cigarro, maconha, cocaína, crack, em menor ou maior grau, queimam neurônios. O único prazer inofensivo é o prazer sexual, que de quebra é um poderoso antidepressivo, antiestresse e ansiolítico.

Sobre o prazer sexual pairam tabus culturais históricos que aos poucos vão sendo superados. Visto como sujo, feio, pecaminoso, impuro. E Deus como o autor da censura. De outro lado a ciência afirma que é um santo remédio. É inútil e prejudicial reprimir um impulso tão forte da natureza. Graças a ele a humanidade continua. A ênfase foi colocada na função procriativa, e agora se reconhece que a função recreativa é legítima e altamente benéfica, não havendo razão para preconceito ou repressão. Sobre o tema há um ótimo livro de Regina Navarro Lins, “A cama na varanda”.

A associação dos prazeres da vida ao demônio e do sofrimento a Deus é uma tremenda incongruência. As religiões dizem que nascemos para a felicidade e ao mesmo tempo pregam a austeridade, a renúncia, o sacrifício. Mas lá no Gênesis ao narrar a criação se diz que “Deus viu que tudo era bom”. Aí o eterno dilema: como explicar o mal? Difícil, porque ele também existe. Mas colocá-lo na conta dos prazeres é sacanagem. Com o perdão do termo.

Por

Ivo Fachini

Psicoterapeuta

http://www.ivofachini.com.br

Marcella Zorzo, pelo olhar de Fran Dresch

“Através do meu olhar, torno sua essência imortal.”

Marcella Zorzo, 28 anos, é mãe, empresária, advogada, esposa, influencer digital, colunista da Revista Bem Estar e MULHER.

Nesse mês a Marcella tomou a decisão de aceitar o desafio da fotógrafa Fran Dresch e posou em frente as lentas da fotógrafa em um ensaio feminino e intimista.

A Marcella nos contou sobre a sua experiência de ser fotografada: “Pra mim o primeiro ponto era definir quem seria a fotógrafa, tinha que ser uma profissional com expertise no assunto”.

Comentou conosco que há dois anos trás recebeu uma indicação de uma profissional que havia se especializado e com vasta experiência em sessões de fotos femininas e intimistas de mulheres. 

A Marcella nos revelou que na conversa com a fotógrafa o que mais chamou a sua atenção no trabalho da fotógrafa Fran Dresch foi que ela fotografava mulheres de todas as idades, principalmente as mais maduras, não só com idade avançada mas mulheres que já são mães, casadas ou separadas, ou seja mulheres que já tiveram certa bagagem na vida e que por se dividirem entre tantos amores, acabaram em algum momento do percurso deixando, sem querer e sem perceber seu “amor próprio” de lado, seu cuidado pessoal com o corpo e mente para atender “outras prioridades”.

 A colunista nos revelou que na conversa com a fotógrafa Fran Dresch se sentiu tão distante e em um cenário tão irreal de uma sessão de fotos com lingere, diz que não por vergonha do corpo, ou por ficar seminua na frente de outra pessoa, mas por não entender a lógica ou sentido de fazer uma sessão de fotos assim, por se perguntar o que faria com essas fotos, se  mostraria para quem? Se iria postar essas fotos nas redes sociais? 

Levou o tempo certo na opinião da Digital Influencer, mãe e esposa para perceber que com os anos e sentindo as mudanças do meu corpo pós gravidez e com tantas responsabilidades, que havia esquecido de cuida-se e então tomou a decisão de colocar seu corpo, mente e saúde como prioridade.

A sessão de fotos aconteceu esse mês e a Marcella conta que foi maravilhoso, disse que “ a fotógrafa Fran tem uma voz doce, me guiou de uma forma leve, que não senti vergonha, não senti medo, nem insegurança, não liguei se poderia estar em alguma parte do corpo mais gordinha porque a Fran me convidou em alguns momentos da sessão de fotos a fechar os olhos, me abraçar, me sintonizar com meu corpo com aquele momento”.

Por trás das lentes a fotógrafa nos contou que há sete anos despertou o olhar para o feminino, quis ouvir as mulheres e retrata-las, mostrar a beleza única de cada processo de amadurecimento e crescimento intimo da mulher, mostrar delicadamente outra forma de olhar para si mesma através do meu trabalho, é algo não só único e especial, mas é algo que me emociona demais, arrepia, ouvir as histórias e transmitir a auto percepção requer muito cuidado e carinho com o outro, de forma leve, sutil e intimista.

A fotógrafa Fran Dresch  também compartilhou conosco seu sentimento ao realizar a sessão de fotos: “Ter fotografado a Marcella nesse momento foi muito especial, contar a história dela, a conexão que tivemos ao decorrer do tempo até que de fato as fotos acontecerem. Foi todo um processo de amor próprio e auto descoberta eu diria. A Marcella me permitiu transmitir a beleza que ela tinha que nem mesmo ela sabia, a busca do auto cuidado é sempre um exercício diário, o se olhar e o permitir que o outro te olhe, e esta tudo bem como é.  O resultado está especial demais. Fotografei com muito amor e conexão e vocês podem conferir algumas fotos abaixo”.

Por

Marcella Zorzo

@marcellazorzo

@guidafamiliadesc

Geração Alpha

A geração Alpha, a mais nova do século XXI, é formada pelas crianças nascidas desde 2010. É a primeira geração para a qual muitos aspectos do mundo analógico parecem bem distantes, pois é 100% nativa digital, é a geração que vê o mundo através de uma tela.

Segundo o instituto de pesquisa americano Pew Research Center, analisar as gerações oferece “uma forma de entender como acontecimentos globais, econômicos e sociais interagem entre si para definir a forma de como vemos o mundo”.

Os Alphas nascidos num mundo globalizado, tecnológico e muito conectado, são precoces, curiosos, influenciadores de consumo, se adaptam facilmente às novas tecnologias, são mais inteligentes e independentes. Se comparados a gerações anteriores, estas crianças que nasceram a partir de 2010, terão mais oportunidade de conquistar mais independência e adaptabilidade às inovações do mundo.

Seguindo essa linha, o ensino dessa geração deve ser cada vez mais, voltado para as necessidades e interesses dos alunos e menos para o padrão sistematizado e hierárquico. A educação para essas crianças deve ser mais interativa e manter o foco na autonomia do aluno e no aprendizado, baseado em projetos para aprender por meio de situações do cotidiano.  O trabalho como Projetos permite que o aluno desenvolva uma atitude ativa e reflexiva diante de suas aprendizagens e do conhecimento, na medida em que percebe o sentido e o significado do conhecimento para a sua vida, para a sua compreensão do mundo, questões inerentes à essa geração.

Piaget mencionou que “cabe ao professor acreditar na potencialidade de seus alunos, e organizar experiências que lhes possibilitem interagir com os saberes formalizados”. Desta forma, pais e professores deixam de ser educadores e passam a ser mentores, com foco maior na orientação de uma geração que possui acesso as informações na palma da mão.

Independentemente de serem desta ou daquela geração, crianças pequenas precisam de adultos que se interessem por elas e suas necessidades, que lhes passem valores e sejam acima de tudo, capazes de amar num mundo tão complexo.

Por

Susana Mara Nunes

Coordenadora Pedagógica

* Fonte: g1.globo | gente.globosat | marisapsicologa

Um convite ao bem-estar

Despertar o melhor em cada indivíduo, proporcionar autoconhecimento e fazer aflorar uma vida onde mente e corpo caminham em equilíbrio. E esse é o trabalho que Suélen Sandri Pereira, à frente do Floresça – Yoga e Bem Estar, vem desenvolvendo ao longo de quatro anos, na cidade de Itajaí.

Uma história que começou bem antes, quando ainda Suélen buscava uma transformação para se conectar com a vida e todos ao seu redor de forma singular. E isso aconteceu após percorrer várias partes pelo mundo em busca de respostas, descobertas e novos desafios, onde descobriu na sabedoria oriental o caminho para tudo o que procurava. E foi nesse período, durante um curso de ensinamentos indianos, que a fez querer compartilhar com o maior número de pessoas a ideia de “fazer florescer o ser divino que existe em cada um de nós”, unindo todo o conhecimento adquirido ao longo da sua jornada.

Com isso, há quatro anos o Floresça – Yoga e Bem Estar se tornou a segunda casa dos seus frequentadores. Pois muito mais do que proporcionar conhecimento e novas ferramentas para uma vida equilibrada e saudável, o espaço é um refúgio urbano de aconchego. “Aqui você pode tirar os sapatos apertados, tomar um chá, sentir os aromas terapêuticos que usamos no ambiente, ler um livro e simplesmente relaxar”, pontua Suélen.

E se você busca realizações no seu mundo interior ou uma maior conexão com sua mente, corpo e, até mesmo, com o universo ao seu redor, o Floresça – Yoga e Bem Estar além de promover cursos, workshops e apoiar o projeto Yoga Unir, oferece inúmeros serviços como:

  • Yoga nas modalidades: Hatha Yoga, Yoga Restaurativo, Kundalini Yoga e Gentle Yoga
  • Reiki
  • Acupuntura
  • Massagens
  • Constelação Familiar
  • Thetahealing
  • Biomagnetismo
  • Taroterapia
  • Contoterapia
  • Bênção Mundial do Útero
  • Terapia CranioSacral
  • Microfisioterapia
  • Fisioterapia Pélvica

SERVIÇO:

Floresça – Yoga e Bem Estar

Rua Lauro Muller, 306 – 03 – Centro, Itajaí 

(47) 99912-3173

Quarto dos Irmãos traz soluções versáteis e que incentivam o convívio

Projeto assinado por Tici Tieppo e Talita Abraham para a CASACOR SC em Florianópolis foi pensado para uma menina de seis e um menino de três anos, que compartilham o mesmo espaço. No cenário lúdico e funcional, uma decoração que acompanha o desenvolvimento dos pequenos e respeita a individualidade de cada criança

Projeto assinado por Tici Tieppo e Talita Abraham para a CASACOR SC em Florianópolis foi pensado para uma menina de seis e um menino de três anos, que compartilham o mesmo espaço. No cenário lúdico e funcional, uma decoração que acompanha o desenvolvimento dos pequenos e respeita a individualidade de cada criança

Elas são arquitetas, mas também mães experientes. São amigas e sócias há algum tempo, mas esta é a primeira vez que Talita Abraham e Tici Tieppo atuam juntas em uma mostra de decoração. Na estreia da CASACOR / Santa Catarina 2019 em Florianópolis, a dupla apresenta o Quarto do Irmãos, um projeto de 37 metros quadrados, pensado para uma menina de seis anos e um menino de três, que juntos compartilham a experiência de dividir o mesmo quarto.

“Incentivar o convívio dos irmãos, além de respeitar também a individualidade dos pequenos a partir de soluções pontuais na decoração foi o que inspirou a criação deste dormitório. A experiência de dividir o quarto desde cedo já inicia a criança a saber viver em sociedade. Nesta proposta mostramos isso, acreditando que compartilhar o mesmo espaço estimula o hábito da convivência e cooperação”, pontuam as profissionais.

No desenvolvimento da ambientação, as arquitetas buscaram referências no arco-íris e em toda a sua simbologia de forma, luz e cores. Também compararam a formação do arco-íris com a formação da criança, onde é preciso luz (nascimento) e chuva (acontecimentos/fases/vivências) para que a criança se desenvolva e se transforme num ser integral, assim como o arco-íris quando visto por inteiro.

Por isso, no Quarto dos Irmãos a ludicidade ganha atenção especial. Ela aparece na setorização das áreas de vestir, estudar, dormir e brincar, na paleta de cores, no desenho do mobiliário, na decoração das paredes e acessórios. A magia está também nos mínimos detalhes: no tapete em forma de folha na área de leitura, na cortina de algodão cru com gotas de chuva, na casinha em serralheria com nichos para organizar os brinquedos, nos quadros e ilustrações interativos, no balanço.

Por falar em mobiliário, Tici e Talita apostaram no uso de móveis soltos, que permitem com mais facilidade alterar o layout quando necessário. As peças, desenhadas por elas, primam pela versatilidade. Ou seja: foram pensadas para poder acompanhar as diferentes fases da criança ou mesmo passar de um irmão para o outro. Um exemplo é o desenho de um módulo, especificamente, que pode servir como trocador e, mais tarde, se transformar em uma escrivaninha ou penteadeira.

A conscientização ainda vai além neste trabalho. As arquitetas tiveram a preocupação de escolher materiais em equilíbrio com a natureza, como o revestimento de brick nas paredes, que utiliza compostos reciclados na fabricação, sobras de descarte cimentício e vidro reaproveitado, dando o efeito granilite. Na produção do revestimento, 100% da água utilizada é reaproveitada. E mais: toda embalagem da linha traz o selo ‘eureciclo’, que atesta que o seu descarte se dará de forma sustentável. O rodapé também é feito a partir de matéria-prima reciclada e o outro módulo de rodapé é utilizado como recurso para confecção de todo o painel de lambri. As colchas, cortinas e algumas almofadas são confeccionadas em tecido 100% algodão sem tingimento, o que mostra o potencial de utilização de materiais sem tratamentos extras. Presença de brinquedos de madeira, bonecos de pano de confecção artesanal, palhinha natural no mobiliário.

Quarto dos Irmãos e os pilares do tema trazido pela CASACOR 2019 sobre o Planeta Casa

Sustentabilidade, tecnologia e afeto são os três pilares do conceito Planeta Casa, que guia as mostras CASACOR em todo o Brasil em 2019. O conceito foi criado na tendência do lar como universo particular de cada indivíduo, onde as mudanças e conexões surgem e transformam o entorno e a comunidade.

No Quarto dos Irmãos, cada pilar foi trabalhado pontualmente pelas arquitetas, dentro da linguagem que pensaram para o espaço.

Sustentabilidade – O projeto apostou em ecobrick, mobiliário reaproveitável, rodapé reciclado, em tecidos de algodão cru e brinquedos de madeira. As arquitetas também utilizaram o conceito da sustentabilidade com a capacidade de integrar as questões sociais, energéticas, econômicas e ambientais. Ou seja: a formação de um ser humano desde cedo, com princípios e educação, é a parte mais importante para a preservação do meio ambiente.

Afetividade – O espaço explora as texturas dos tecidos, que remetem ao afeto pelo toque. A afetividade está ainda na ideia do espaço compartilhado, que estimula a brincadeira, o uso do quarto como palco de experiências enriquecedoras e que vão moldar a personalidade dos pequenos. A decoração também destaca cores que abraçam e trazem alegria. O layout ainda evidencia o respeito à escala da criança, estimulando o desenvolvimento da sua autonomia e a brincadeira, tanto entre irmãos quanto da família.

Tecnologia – Aqui a tecnologia aparece de outras maneiras. Ela está na solução inteligente dos móveis, com design dinâmico e que foi pensando para atender às necessidades de desenvolvimento das crianças, acompanhando as diferentes fases dos pequenos. Tecnologia na utilização de módulos de rodapé para revestimento de parede, na escolha dos tecidos, na iluminação pensada para a criação de diferentes cenários no quarto. No quesito de equipamentos eletrônicos, a opção de apenas uma caixa de som. As arquitetas optaram de forma consciente pela não utilização de eletrônicos no quarto infantil, para estimular o olho no olho, a brincadeira, para deixar a imaginação fluir. É brincando que as crianças descobrem o mundo, os sentimentos, formam o seu caráter. Menos TV, menos computador, menos celular, mais vivências na vida real.

SOBRE AS ARQUITETAS, AUTORAS DO PROJETO:

Tici Tieppo – @ticitieppo

(48) 99977-7040

Natural de Porto Alegre/RS, mora em Florianópolis desde 2000. Fez Arquitetura na UFSC e formou-se em 2007. Trabalha desde então com projetos de interiores e arquitetura. Participou da CASA COR SC em 2012, com o projeto da Bilheteria e Lavabo Funcional. O ambiente recebeu o prêmio de melhor projeto de uso público.

Talita Abraham – @talitawabraham

(48) 98806-3382

Natural de Blumenau/SC e mudou-se para a Capital em 2016. Se formou na Universidade Técnica de Lisboa em 2009.  Fez mestrado em Conservação do Patrimônio na Universidade de Veneza. Já trabalhou com projetos de obras públicas em Lisboa e São Paulo.

CASACOR /SC ocorre de 15/9 a 27/10 em Florianópolis

A CASACOR Santa Catarina ocorre do dia 15 de setembro a 27 de outubro em Florianópolis. Mais de 55 profissionais do Estado fazem parte do elenco e assinam 40 ambientes no mall Pátio Milano.

Empresa do Grupo Abril, a CASACOR é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. O evento reúne anualmente prestigiados arquitetos, decoradores e paisagistas. Em 2019, serão 15 praças nacionais: São Paulo, Bahia, Brasília, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina (Florianópolis e Balneário Camboriú) e Ribeirão Preto. A mostra ocorre ainda em quatro praças internacionais: Bolívia, Estados Unidos, Paraguai e Peru. Veja mais em www.casacor.com.br.

Agende-se

O QUÊ: CASACOR Santa Catarina/Florianópolis 2019

QUANDO: 15 de setembro a 27 de outubro – Terça a Sexta, das 15h às 21h

Sábados e feriados, das 13h às 21h – Domingo, das 13h às 19h. O evento não abre às segundas-feiras.

ONDE: Empreendimento Cidade Milano (Av. Mauro Ramos, 1512, Centro, Florianópolis). Estacionamento no local.

INGRESSOS: R$ 50 / R$ 25 (meia, necessário comprovante)

INFORMAÇÕES: contato@casacorsc.com.br / (48) 9 9938-3894

https://casacor.abril.com.br/mostras/santa-catarina/