Pães com fermentação natural ganham o mercado


Os pães têm lugar marcado no cardápio da maior parte dos brasileiros, e de alguns anos para cá, uma receita antiga está voltando à moda: é o pão de fermentação natural. O fermento natural vem sendo usado para garantir uma vida mais saudável sem deixar o alimento de lado e também, para garantir um gostinho ainda mais especial.

Feito apenas com farinha e água, os pães de fermentação natural levam o dobro de tempo de um pão feito com fermento industrializado além de ser mais saudável, já que levam menos aditivos químicos. “A base do nosso pão é apenas água e farinha francesa, que juntos eles começam a agir e formam o fermento natural. Esse processo leva até 7 dias para ficar pronto”, explica o chef da Prestinaria – A Casa dos Pães, Rodrigo Machado.

Além dos aspectos nutricionais, o pão com fermentação natural tem também um gosto diferente do que o de costume. Devido ao processo, o pão apresenta uma acidez maior. A crocância é outro destaque, sendo o dobro dos pães normais. Segundo Rodrigo Machado, o público tem procurado cada vez mais esses diferenciais.

“Até há pouco tempo, aqui na Prestinaria fazíamos apenas um pão com fermentação natural por dia. Hoje já são nove opções, e o público pede cada vez mais”, detalha o chef. Na casa curitibana é possível encontrar uma vasta opção de pães com fermentação natural: baguete francesa, baguete de grãos, fougasse, pain marron, espelta, campagne, rústico e sarraceno.

Segundo o chef Carlos Henrique Mancuzo, do Centro Europeu, o famoso pão francês não está com os dias contados, mas já vem perdendo espaço no mercado, “estamos acostumados a comer um pão francês que atualmente é produzido com muita química e quando provamos do fermento natural, temos uma digestão melhor, o que acaba fazendo com que a procura seja maior”, comenta.

Anúncios

Sin City Cocktail no TAJ


Rafael Luperi e TAJ trazem toda a atmosfera de Las Vegas à Balneário Camboriú com o Sin City Cocktail.
Um coquetel temático, que acontece dia 1 de setembro, e trará uma novidade para os eventos da cidade, o entretenimento do público através de mesas de jogo como nos cassinos reais.
Convidados da área GOLD receberão fichas na entrada do evento, que poderão ser usadas nas mesas de Poker, a título de diversão, sem vínculo monetário. Os vencedores ganharão um kit Chandon Magnun.
Além dos jogos, a área contará com um coquetel das 20h às 22h, com drinks exclusivos, Chandon e itens da Gastronomia Japonesa.
Receberemos como atração principal da festa a cantora Daphne, que se apresentará em 3 momentos distintos em parceria com os DJs Bertollo, Vincce e Luo e Vyolo, que possuem projetos de Música Eletrônica envolvendo instrumentos sofisticados como o Saxofone e o Violino e o trio de Dj’s Kasthree.
O Dress Code sugerido para os convidados é o Black Tie, o que trará um toque de elegância à cidade. Ingressos à venda no TAJ e no site Ingresso Nacional.

Serviço:
Data: 1 de setembro
Horários:
Coquetel das 20h às 22h
Jogos a partir das 22h
Reservas de mesas no TAJ
Ingressos à venda no TAJ e site Ingresso Nacional
Valores:
Ingresso Geral R$ 30,00 + taxas ingresso nacional R$ 4,50
Ingresso área Gold R$ 80,00 + taxas ingresso nacional R$ 12,00
https://www.ingressonacional.com.br/evento/8965/sin-city-cocktail
@tajbc
@SinCityCocktail

Alimentos podem descompensar o metabolismo e inflamar o cérebro

A escolha dos alimentos que são ingeridos no dia a dia faz toda a diferença na saúde geral do corpo. Mas, o que poucos sabem é que algumas opções, muito comuns na rotina da maioria das pessoas, também podem descompensar o metabolismo e acabar inflamando o cérebro.

Composto essencialmente de gordura e movido a glicose, o cérebro é afetado pela alimentação rica em açúcar ou de alto índice glicêmico, como massas, pães brancos, cucas e bolos. “Eles fazem a glicação aumentar. Dessa forma, a “caramelização”, ou seja, o endurecimento das proteínas dificulta a troca de oxigênio, de nutrientes e a neurotransmissão”, explica a médica nutróloga Cristiane Molon.

A especialista também esclarece que, para evitar o problema, a dica é ingerir gorduras e açúcares saudáveis. “Ao infringir essa regra, podemos descompensar nosso metabolismo cerebral”, complementa, lembrando que, ao comprometer as funções do cérebro, todo corpo acaba sendo afetado. Quando, por exemplo, o eixo hipotalámico-hipofisário sofre disfunção, a tireoide fica comprometida, deixando o metabolismo do corpo todo lento.

Para reduzir as chances de inflamar o cérebro, é preciso optar por comida sem manipulação química. “Prefira peixes, ricos em gorduras boas, tipo ômega 3, óleo de coco, azeite de oliva extravirgem de boa qualidade, oleaginosas, como castanhas, nozes e amêndoas, verduras e legumes orgânicos, consuma geleia real e alga clorella”, destaca.

A nutróloga também enfatiza que, para ter saúde, o sono reparador é fundamental, assim como o controle do estresse e a prática regular de exercícios físicos. “Muitos estudos indicam os benefícios da meditação para manter uma boa memória e também auxiliar no controle do cortisol, hormônio do estresse, que, quando em excesso, relaciona-se com a diminuição da memória e da concentração”, completa.

Evite

– Carnes embutidas, processadas, conservadas e congeladas, como salsichas e mortadela, e alimentos de micro-ondas, como nuggets e lasanhas.

– Fast food, como hambúrguer, sanduíches regados de molhos prontos, amidos e gorduras trans.

– Alimentos com gorduras processadas industrialmente. Ainda que a gordura seja vegetal, o processo de refinamento provoca o mau funcionamento cerebral. Assim, os piores alimentos são chips, salgadinhos, amendoim crocante e outros usados como aperitivos. Esses produtos são cheios de gordura hidrogenada e sódio;

– Alimentos fritos em óleos vegetais de soja, canola, milho, girassol. A fritura gera acrilamida, uma substância potencialmente tóxica;

– Alimentos com grande quantidade de amido e açúcar, como pães, doces, bolos, embutidos;

– Macarrão instantâneo, temperado com glutamato monossódico e outros temperos artificiais.

Sobre a Dra. Cristiane Molon

É médica especializada em nutrologia com pós-graduação em Prática Ortomolecular e Saúde da Família.

 

 

Guacamole Cocina Mexicana cria seção no cardápio para veganos

Não é de hoje que o veganismo vem reunindo gradativamente mais adeptos e atento a essa tendência, o Guacamole Cocina Mexicana acaba de lançar uma nova seção no cardápio voltada para este público. São cinco versões dos maiores sucessos do restaurante, todos feitos com produtos 100% livres de origem animal, em receitas exclusivas e desenvolvidas pela chef, Vilma Vieira.

Vilma explica que as receitas foram adaptadas: o queijo prato é feito de batata salsa, enquanto o mozzarella é de batata normal, o cheddar é a base de abóbora cabotiá e o queijo cremoso tem a base de tofu. “Também desenvolvi uma nova receita de chili, que é feito com carne de soja. O sabor ficou espetacular. Ficou idêntico ao original, porque também colocamos todos os nossos temperos e pimentas especiais. É de dar água na boca!”, conta.

As novas versões prometem agradar desde os adeptos ao estilo de vida e até mesmo o público geral. Confira os novos pratos: Totopo (tortillas de trigo cobertas com chili e queijo), Nacho (tortillas de trigo cobertas com chili, cheddar, pimenta jalapeño, milho e azeitona), Alambre (beringela, abobrinha, cenoura e cogumelo paris. Mix de queijos veganos e 6 tortillas de milho branco. Não contém glúten), Chillaquiles (leva berinjela, abobrinha, cenoura e cogumelo paris, sendo servido com queijo cremoso, salsa picante e tiras de tortillas de trigo crocante) e Enchillada (tortilla de trigo recheada com berinjela, abobrinha, cenoura e cogumelo paris, coberta com queijos veganos e salsa picante).

Os valores dos novos pratos variam de R$ 28,80 a R$ 43,80.

 

Esta semana apresentamos uma receita super leve de bacalhau acompanhado com salada de quinoa. O prato combina muito bem com vinho branco ou tinto.

 

Lombo de bacalhau e salada de quinoa

Rendimento: 3 porções Preparo: 45 minutos Nível de dificuldade: médio

 

INGREDIENTES PARA O BACALHAU

• 1 kg de lombo de bacalhau dessalgado e descongelado, em temperatura ambiente

• 3 colheres (sopa) de azeite de oliva

• Folhas de hortelã

• Sal e pimenta-do-reino

PARA A QUINOA

• 1 xícara (chá) de quinoa lavada e escorrida

• ½ pimentão amarelo, sem sementes e sem casca fatiado

• ½ xícara (chá) de tomates-cereja cortados ao meio

• ¼ de xícara (chá) de azeitonas roxas sem caroço

• ¼ de cebola-roxa fatiada fina

• 1 alface-romana desfolhada

• Folhas de hortelã

• Suco de ½ limão-cravo ou siciliano

• Azeite de oliva a gosto

• Sal e pimenta-do-reino

PREPARO DO BACALHAU

1. Preaqueça o forno a 200˚C.

2. Leve uma frigideira grande ao fogo alto. Quando aquecer, regue com azeite, coloque as fatias de lombo de bacalhau e reduza para fogo médio. Vire as fatias até dourar de todos os lados.

3. Tempere com pimenta-do-reino e avalie se precisa de sal.

4. Coloque o lombo em uma assadeira e cubra com papel-alumínio. Leve ao forno preaquecido por cerca de 15 minutos ou até que eles estejam cozidos por dentro.

5.Tire o papel-alumínio e deixe por mais cerca de 10 minutos, de preferência na função grill.

PREPARO DA QUINOA

1. Cozinhe a quinoa em 2 xícaras de água fervente salgada, deixando a panela tampada até que a água tenha reduzido para a metade.

2. Após esse tempo, deixe a panela semitampada. Cozinhe a quinoa até que a água tenha evaporado por completo.

3. Desligue o fogo, coloque a quinoa em um escorredor e lave em água corrente para interromper o cozimento. Deixe escorrendo enquanto prepara os outros ingredientes.

4. Misture todos os ingredientes restantes (o pimentão amarelo, os tomates-cereja, as azeitonas roxas, a cebola-roxa, a alface-romana e a hortelã) com a quinoa.

5. Tempere com limão, azeite, sal e pimenta e misture novamente.

6. Sirva a salada com os lombos de bacalhau.

Créditos da receita: Wine.com.br

Indicação do sommelier

DURBANVILLE HILLS RHINOFIELDS CHARDONNAY 2015

Este prato apresenta boa estrutura e um toque de untuosidade, características perfeitas para combinar com o bom corpo do vinho e o excelente frescor. O frescor também acompanha muito bem a refrescância da salada.

MOMMESSIN BEAUJOLAIS 2015

O sal do peixe é ideal para equilibrar com a boa acidez desse vinho. O bacalhau, por ser um peixe com sabor intenso, combina com tintos frutados e que apresentam taninos macios, como este francês.

Créditos: sommelier wine

Coxinha Fit

Difícil encontrar um brasileiro que não goste de coxinha. Ela é a cara do país, pode ser considerada um patrimônio gastronômico nacional. Porém, seu preparo não é dos mais saudáveis, principalmente se você está de dieta. Foi pensando em tudo isso que Viviane Almeida, criadora do Doce Saúde Fit, desenvolveu uma versão saudável do famoso preparo. Uma coxinha leve e saudável, que pode ser consumida sem peso na consciência.

Coxinha Fit
Por Viviane Almeida (Doce Saúde Fit)

Ingredientes do recheio:

· 300g de carne moída
· 1/2 cebola
· Dois dentes de alho
· Cebolinha (a gosto)
· Sal (a gosto)
· Açafrão (a gosto)

Modo de preparo:

Refogue a carne moída junto com o alho, a cebola, o sal e o açafrão. Quando ela estiver bem douradinha, acrescente a cebolinha. Deixe esfriar.

Ingredientes da massa:

· 2 xícaras de mandioca ou batata doce cozida e amassada
· 3 colheres de sopa farelo aveia
· Sal (a gosto)
· 1 gema
· 1/2 colher de sopa manteiga

Modo de preparo:

Misture tudo em uma bacia, unte as mãos com óleo de coco ou azeite e vá moldando as coxinhas. Recheie a seu gosto. Passe no leite e no farelo de aveia para empanar. Na sequência, asse na airfryer por cerca de 40 min, ou no forno pré-aquecido a 180 graus até dourar.

Balneário Saboroso entra na reta final e promove evento de encerramento com o chef Jimmy Ogro

A 8ª edição do Festival Gastronômico Balneário Saboroso acaba de entrar na reta final e segue apenas até este domingo, em 30 restaurantes participantes do evento, que oferecem um menu completo por R$ 49,90 para uma ou duas pessoas. Na quarta-feira, 26, acontece o encerramento da programação paralela do festival, que vai trazer o chef Jimmy Ogro, que possui um quadro no programa Mais Você, da Rede Globo.

O sucesso do evento é tanto, que as 1 mil canecas de chopp produzidas, um presente personalizado do festival para quem vai em três restaurantes participantes diferentes, já estão quase esgotadas. Alguns estabelecimentos já não têm mais nenhuma unidade. Neste ano, o evento presenteou também a cidade com menus exclusivos para o festival, que se consolida, mais do que nunca, como um produto turístico da região.

Yujin

 

Evento com Jimmy Ogro
Para celebrar o festival, nesta quarta-feira, 26, tem o evento de encerramento da programação paralela com o chef Jimmy McManis, mais conhecido como Jimmy Ogro, que desembarca em Balneário Camboriú para falar sobre: “Cozinha para todos – Um encontro com o Chef Jimmy Ogro.

Irreverente, o cozinheiro que tem mais de 2m de altura nasceu no Texas, Estados Unidos, sendo filho de mãe brasileira, com quem aprendeu a cozinhar ainda criança. Ele se mudou oficialmente para o Brasil somente em 2008, tendo ainda a gastronomia apenas como um hobby. Em Balneário, Jimmy vai se apresentar no Hotel Sibara Flat & Convenções, as 19h30min e pretende demonstrar ao público um jantar completo, mas o menu ainda é um segredo.

Os convites para o evento com o Chef Jimmy Ogro estão disponíveis na sede do Convention Bureau, mediante a entrega dos 2kg de alimentos não perecíveis. A entidade fica localizada na Avenida Brasil, 3.160 – Sala 13. Além disso, no dia do evento será possível adquirir seu ingresso, mediante a entrega dos alimentos.

Chef Jimmy Mcmanis

O 8º Festival Gastronômico é uma realização do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau e conta com o patrocínio da Eisenbahn e da Decanter Balneário Camboriú. Além do apoio da Prefeitura Municipal, Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico e Fundação Cultural de Balneário Camboriú, Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina, Sebrae, Infinity Blue Resort & Spa,  Hotel Sibara Flat & Convenções, Univali e Loft Store. Mais informações na fanpage do evento ou pelo site: www.balneariosaboroso.com.br.

Restaurante Drummond lança cardápio sob comando do chef curitibano Diego Mello

Com notas de poesia e uma entrada semelhante ao famoso calçadão do Rio de Janeiro, o Restaurante Drummond, de Itajaí, rapidamente nos remete ao melhor da cidade maravilhosa com seus ares de bossa. Com uma arquitetura moderna e com uma proposta que foge do tradicionalismo regional, o nome do local foi inspirado em um dos maiores poetas nacionais e também homenageia a avenida em que está localizado. O restaurante acaba de lançar um novo cardápio, que está sob comando do chef curitibano Diego Mello.

O chef, que já atua na área profissionalmente há 10 anos, traz na bagagem a atuação em restaurantes consagrados, como Scavollo, C la Vie, Pata Negra, Vin Bistrô e Carnaroli, além de uma experiência de um ano trabalhando na Austrália e um treinamento de quatro meses com o Chef Erick Jacquin, do MasterChef. O cardápio completo da casa conta com couvert, petiscos, entradas, massas, risotos, frutos do mar, carnes, menu kids e sobremesas, além de uma extensa carta de vinhos e uma generosa carta de drinks, com diversas opções de coquetéis, caipiras, destilados e batidas. Aos sábados, o destaque fica por conta de uma deliciosa feijoada.

Entre os destaques do Drummond, impossível deixar de fora o famoso Camarão à Provençal, servido com fettuccine ao pesto, além da Garoupa Drummond, que leva purê de mandioquinha, legumes salteados e molho de laranja e gengibre. O Angus Prime Rib também é uma unanimidade.

A casa também investiu em cardápios executivos para o almoço, oferecendo agilidade, sem perder a qualidade, que é uma marca da casa. São quatro opções de grelhados para escolha, além de diversos acompanhamentos como purê de mandioquinha e legumes grelhados, opções de molho e uma salada de entrada.

O restaurante também está participando do Balneário Saboroso, um dos mais consagrados festivais do sul do país e investiu em um menu que traz de entrada uma deliciosa Potage de mandioquinha com crocante de jamón serrano, de prato principal um risoto de costela com vinho tinto e de sobremesa um Creme de papaya com sagu de cassis. O menu completo sai por R$ 49,90 e segue disponível até dia 30 de julho.

Camarão à Provençal, Garoupa a Marineira e Peixe Branco à Belle Meuniere 

Saiba mais sobre o Drummond:
A ideia do espaço surgiu em uma despretensiosa conversa de bar entre os empresários Ricardo D’Aquino e Áiron Piram, que queriam oferecer uma gastronomia contemporânea para a região.  O local, que inaugurou em dezembro do ano passado, teve seu projeto executado pelas arquitetas da Soho, Carolina Hernandorena e Karen Schauffert, que buscaram aliar modernidade, conforto e literatura, com o uso da madeira, luzes, plantas naturais, trechos de poemas nas paredes, além da textura. “O foco é fazer o público se sentir bem e em casa”, dizem.

O Restaurante Drummond está localizado na Av. Carlos Drummond de Andrade, n° 70 e funciona de terça à quinta das 11h30min às 23h, sextas e sábados de 11h30 às 00h e nos domingos de 11h30 até às 17h. Telefone para contato: (47) 2122 7189.

Crédito Rivo Biehl

Máquina Viva e Jonny B. & Trio comandam palco do Didge BC neste final de semana

O melhor do rock clássico, dos anos 70 em diante, promete agitar o final de semana no Didge Steakhouse Pub, em Balneário Camboriú. As bandas Máquina Viva e Jonny B. & Trio apresentam no repertório, músicas de Led Zeppelin, Pink Floyd, Nirvana, Barão Vermelho, e muito mais! A casa ainda participa do festival gastronômico Balneário Saboroso, que segue até o dia 30 de julho e oferece um menu completo e exclusivo por R$ 49,90.

Jonny B. & Trio

Quem abre o final de semana, na sexta-feira, 21, é a banda de Balneário Camboriú, Máquina Viva. O grupo formado por André D’Ávila, Joel Cardoso, Cristiano Cardoso, Valécio, Jorge Gutierres e Jamil vai tocar os maiores sucessos do rock nacional e internacional dos anos 70 e 80.

Já o sábado, 22, será dedicado aos clássicos contemporâneos. A banda Jonny B. & Trio, de Itapema, promete animar o público, apresentando um setlist dos anos 90 em diante. O grupo formado por Jonny Radtke (vocal, violão e guitarra), Luiz Felipe dos Santos (guitarra solo e segunda voz), Mário Martins (baixo) e Juliano Fritzen ‘Toko’ (bateria) traz para o palco versões exclusivas de artistas como Creed, Nenhum de Nós, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, TNT, Nirvana e Barão Vermelho. Imperdível!

O menu do Didge no Balneário Saboroso pode ser pedido diariamente na casa. De entrada tem  a clássica Meat Pie, uma torta de massa folhada recheada de carne ao molho aborígene da casa, que ainda leva um mix de folhas verdes. O prato principal é um contrafilé grelhado com crosta de aromáticos ao molho de vinho tinto, acompanhado de batatas rústicas. Para fechar com chave de ouro, tem ainda um brownie com chocolate branco, castanhas, coberto com sorvete de creme e calde quente de caramelo. 

O Didge fica localizado na Rua 4.450, na Barra Sul. Informações e reservas: (47) 3361-6414