Dificuldade na alimentação e suas emoções

Os distúrbios alimentares são comuns na adolescência e no começo da vida adulta. Eles estão relacionados a uma série de consequências psicológicas, como ansiedade e pressões sociais para o chamado ‘corpo perfeito’.

Ao se trabalhar com transtornos alimentares, não se pode considerar simplesmente o “transtorno” isoladamente, sem considerar o meio no qual a pessoa se encontra, não sendo possível ignorar os estímulos que ela recebe. Este ser que sofre é antes de tudo um ser de relações, e é a partir dessas relações que estabelece com o mundo que constrói sua vida, sua existência e sua própria concepção de mundo e de si. Esta é a essência desse ser que sofre de transtornos alimentares.

Atrás da problemática da irrepresentabilidade de que sofrem esses pacientes, com horror ao vazio, aos abismos impenetráveis, às angústias de fragmentação e, ainda, das confusões de lugar, entre dentro e fora, self e não self, real e imaginário, despende-se muito tempo de tratamento para que o processo psicanalítico possa transformar esses “terrores sem nome” em terrores nomináveis e, enfim, narráveis, como referiu Bion.

Diante do diagnóstico de transtornos alimentares, são recomendadas abordagens e tratamentos especializados, realizados por equipes compostas principalmente por psiquiatras, nutricionistas e psicólogos/psicanalistas responsáveis por “recuperar” esses sujeitos, tratá-los, alimentá-los e ensinar-lhes novos hábitos e cuidados com o corpo e com a alimentação, especialmente nos casos de pacientes que insistem numa alimentação “problemática” ou em considerar-se gordas, mesmo quando estão muito emagrecidas.

Por

Sara Cruz Frota 

Psicóloga (CRP 12/16061)

Ed. Liberty | Sala 307

Itajaí / SC

 

6 dicas para saber o que fazer com as crianças nas férias em Balneário Camboriú

O mês de janeiro é tempo de diversão garantida para crianças e adolescentes em plenas férias escolares, mas pode ser um momento de tensão para pais, avós ou responsáveis. Afinal, o que fazer para entreter os pequenos até o início das aulas? Sejam gratuitas ou não, diferentes atrações podem ajudar a tornar o verão mais divertido e cultural para jovens de diferentes idades. Confira as super dicas do Balneário Shopping para animar o tempo livre neste verão:

1) Museu das Ilusões

Mais de 50 atrações com experiências divertidas e ilusões de ótica brincam com seu cérebro e com a sua razão no Museu das Ilusões. A atração, inédita em Santa Catarina, ajuda a mostrar como nossa mente tende a fazer suposições sobre o mundo e sobre o que não é real – uma espécie de aula de ciências para públicos de todas as idades Localizado no espaço BS Hall (pavimento L2), o Museu das Ilusões tem ingressos a R$ 20 para grupos a partir de 3 pessoas.

2) Realidade virtual

Imagine fazer parte de um desafio de realidade virtual ao lado da família ou dos amigos. Uma nova atração tecnológica está dando o que falar no Balneário Shopping. Desenvolvido pela VR do Brasil, o “Espaço VR – Realidade Virtual Para Você” está atraindo um público aficionado em jogos e inovação, como um simulador multissensorial em realidade virtual para até 6 participantes simultâneos. Os valores iniciam a partir de R$ 20 por pessoa e variam de acordo com o tempo de uso.

3) Oficinas de Slime

Um cantinho todo especial e especialmente criado para ajudar a criança a criar sua própria slime está fazendo o maior sucesso nestas férias. As oficinas da Power Slime acontecem diariamente, das 14h às 21h30, quando é possível aprender a fazer e decorar a slime, com a ajuda de monitoras. Depois, é só levar a criação prontinha para casa. A oficina custa a partir de R$ 30.

4) Kids Safari & Car4Kids

A agenda de férias reúne também várias outras atrações permanentes do Balneário Shopping. Uma das mais concorridas são os bichinhos do Kids Safari, animais de pelúcia com os quais é possível dar uma voltinha pelo mall. Os pequenos também curtem passear no Car4Kids, miniaturas elétricas de modelos originais de carros que podem ser guiados pela própria criança ou por controle remoto. É diversão garantida para pais e filhos, com valores sob consulta.

5) Planet Games

No pavimento L2, o Planet Games oferece opções variadas de lazer para o público infantil com monitoras que cuidam das crianças, enquanto os pais podem desfrutar dos serviços e lojas do shopping. O espaço de 80 m², ao lado da Riachuelo, oferece cama elástica, piscina de bolinhas, labirinto, tobogã, castelinho, além de games para diferentes idades. Custa R$ 25 nos primeiros 30 minutos. Após, R$ 10 a cada meia hora.

6) Cinema

Um dos programas mais legais das férias é ir ao cinema. No Balneário Shopping, são 6 salas de cinema (uma delas VIP), com os principais lançamentos do momento. Neste mês de janeiro, os destaques são Frozen 2, Minha Mãe É Uma Peça 3, Star Wars – a Ascenção Skywalker, Adoráveis Mulheres e Jumanji: Próxima Fase, com estreia no dia 16. Confira a programação completa no www.balneariocamboriushopping.com.br

 

 

 

 

Hello Summer!

Com foco em qualidade, conforto e sofisticação, a empresária Antonella Zonta Schurmann faz da Estaleiro Guest House um destaque de alto padrão em hospedagem e eventos em meio a exuberante paisagem do litoral catarinense.

Sabe aquele cenário de filme onde é possível desfrutar uma vista de tirar fôlego, que inspira paz e tranquilidade e ainda te convida a aproveitar todo o conforto e a sofisticação que uma pousada/hotel pode oferecer? Em Santa Catarina este local chama-se Estaleiro Guest House. Há 15 anos em atividades na Praia do Estaleiro em Balneário Camboriú, a Guest, carinhosamente chamada pelos seus frequentadores, se tornou o lugar preferido de quem deseja eternizar os momentos dentro do melhor estilo.

Mas, quem faz deste local um verdadeiro paraíso sinônimo de sucesso? Estamos falando da empresária multifunção Antonella Zonta Schurmann. Uma mulher dinâmica, dedicada e apaixonada pelo que faz, além de administrar a pousada ainda gerencia sua marca de laços voltada ao público infantil de alcance nacional. Isso sem mencionar sua vida pessoal como esposa, mãe, irmã e filha. Sim, podemos dizer que o dia a dia desta empresária é extremamente agitado e com poucas horas de folga, mas que ela dá conta com total êxito.

E vai além. Pois além de cuidar de perto dos negócios, Antonella é dona de um bom gosto sem igual que claramente é refletido em todos os detalhes que compõe, por exemplo, a Guest House e ainda agrega ao seu trabalho o seu estilo de vida voltado ao simples, porém sofisticado.

Detalhista e sempre em busca de novidades, Antonella é também aquele tipo de mulher que coloca a mão na massa e quando se propõe a fazer algo, se entrega de corpo, alma e coração. Assim fica fácil entender o porquê do constante crescimento e aprimoramento da Guest House desde que abriu as portas com a ideia de oferecer aos hóspedes uma alta performance em bem-receber.

De acordo com a empresária, nada por ela passa desapercebido e cada detalhe desde o jardim, das suítes e até a pós-estadia, é pensado para proporcionar a melhor e mais incrível experiência. Um trabalho que vai muito além de investimento financeiro, que requer dedicação e amor, mas que a empresária Antonella Zonta Schurmann e sua equipe, atualmente com 40 colaboradores, fazem com total eficiência.

Perfil 

 Idade: 39 anos

Um lugar no mundo: Orlando, EUA

Um refúgio: praia

Viajar é: renovação sempre

Perfume: Burberry London

Seu estilo é:  ser feliz

Prato preferido: feijão

Um sonho: poucos, porém intensos

O que não admite: mentira e traição   

O que admira nas pessoas: gentileza e sinceridade  

Estaleiro Guest House

Conheça o local que inspira e deslumbra quem passa por lá. Além de uma localização privilegiada em meio a uma das praias mais bonitas do Brasil, conta com uma decoração totalmente especial feita pelos próprios donos e seus colaboradores, cada cantinho traz impresso o bem viver dentro de uma atmosfera mágica que celebra os melhores momentos da vida.

Atualmente a parte hoteleira disponibiliza 21 suítes luxuosas com temáticas diferenciadas e compostas com o que há de melhor e mais acolhedor aos hóspedes. Quatro delas, no último ano, foram finalizadas trazendo a Tailândia como fonte de inspiração.

Para relaxar a pousada oferece o serviço de Spa Zen, que pode ser nas suítes ou no charmoso gazebo, em frente ao mar. Conta ainda com academia, sauna, piscinas, sala de jogos e parque infantil. A estrutura da pousada também foi pensada para cadeirantes com quartos adaptados.

APAIXONADOS POR PETS

Pioneira na região em hospedar animais com seus tutores, na Guest House o seu bichinho de estimação tem espaço garantido com direito a muitos mimos, e isso incluí até mesmo toalhinhas personalizadas. Os peludinhos, além contarem com todo o carinho e atenção da equipe, podem circular por todas as áreas e se divertir.

EVENTOS 

Em relação aos eventos, a Guest House é igualmente impecável no que oferece. E quando se trata de casamentos, sua fama está por todos os lados. Não é à toa que o local é o preferido de incontáveis noivas vindas de todo o país. Além disso, ela também é a escolha certa para os eventos corporativos de empresas que buscam diferencial seja em momentos de confraternização, wokshops ou lançamentos de produtos. Mas independentemente do estilo do evento, pessoal ou corporativo e quantidade de convidados, a Guest tem o espaço certo para atender à necessidade de todos com total infraestrutura física e excelente gastronomia ao lado do conforto e da sofisticação. E para isso, oferece ambientes encantadores e diferenciados como o Lounge, a Figueira e o Bistrô.

GASTRONOMIA

E por falar no Bistrô, que recebe tanto os hóspedes quanto visitantes, o carinho e cuidado são os mesmos dedicados em todos os outros serviços da Guest House. Especializado na cozinha artesanal brasileira, o Bistrô da Guest além de proporcionar um ambiente aconchegante, oferece pratos que primam a valorização da culinária local com produtos frescos e regionais.

NOVIDADES

A Guest House está com novos espaços para realizar os mais diversos eventos. O Deck Zen, em frente à praia, foi revitalizado e recebeu uma nova cobertura, o Bistrô, foi ampliado e está com um novo menu, a piscina com a cobertura retrátil oferece conforto térmico e climático. A centenária figueira ganhou um deck e virou cenário para celebrações intimistas, além disso, estão está previsto para 2020 a construção de mais quatro novas suítes.

Para quem já conhece a Guest House sabe dos encantos que o local oferece, mas se você ainda não esteve por lá, é melhor que esteja pronto para se apaixonar e viver momentos inesquecíveis.

MAIS INFORMAÇÕES

Estaleiro Guest House

Av. Interpraias, nº 3987 – Praia do Estaleiro

Balneário Camboriú – SC

(47) 3264-5717 | 3363-5071 | 99272-2924

www.estaleiroguesthouse.com.br

estaleiroguesthouse

 

 

Oi mamães e papais, tudo bem?

Quando vocês escolhem um alimento para seus pequenos, ou quando precisam dar algum medicamento a eles, vocês costumam dar uma lida no rótulo ou na bula do remédio? É, ler mesmo, ver quais ingredientes estão presentes naquele alimento ou quais substâncias estão contidas no medicamento que você vai oferecer ao seu filho ou filha?

Queridos, se vocês não costumam fazer isso, está na hora de mudar. Os rótulos dos alimentos são de extrema importância, pois contém todas as informações a respeito do produto. E não é diferente com a bula dos medicamentos. Nos rótulos dos alimentos é importante observar quais ingredientes estão presentes, a quantidade de gorduras, de sódio, o açúcar do produto, isso sem falar na validade.

Já na bula dos medicamentos é importante ver as substâncias que estão contidas no remédio, se alguma delas pode apresentar uma reação adversa, ou até mesmo, agravar uma alergia.

Por isso, é importante mamãe e papai que vocês fiquem atentos a tudo, conheçam o seu filho ou filha e saibam o que ele pode ingerir, para depois não ter que tratar algo mais grave.

Pense nisso!

E até a próxima.

Por

Dra. Marlana Aparecida Kusama

Pediatra – CRM 22750 / RQE 13338

(47) 99202-1908  / 99225-9206

Av. Osvaldo Reis, 3281 – sala 1003

Riviera Businees & Mall, Itajaí – SC

Instagram: @dramarlanakusama

 

 

Por que os adolescentes são mais suscetíveis ao estresse?

O mundo dos adolescentes é predominantemente dominado pelas emoções, e isso tem uma explicação biológica. Antes de tudo, é importante ressaltar que, diferente dos adultos, os adolescentes possuem uma menor atividade no lobo pré-frontal do cérebro, responsável pelo manejo das emoções, sendo assim, em casos de crise, podem encontrar um pouco mais de dificuldade em lidar com a situação. Ainda, o cérebro do adolescente é mais suscetível ao estresse pela forma como ele lida com o hormônio THP (tetraidropregnenolona), este hormônio normalmente é liberado em resposta ao estresse, ele costuma atuar como um tranquilizador, com efeitos em áreas do cérebro que acalmam a atividade do órgão, porém no adolescente ele pode ter um efeito contrário, aumentando ainda mais a ansiedade.

A adolescência é uma fase de transformações cerebrais, ou melhor, transformações nas competências cognitivas, sociais, emocionais, onde os neurotransmissores são personagens importantíssimos, ou seja, o cérebro adolescente passa por uma enorme reestruturação, tornando-os mais facilmente afetados pelo ambiente em que vivem e pelos estressores.

Alguns motivos mais comuns como desencadeares do estresse na adolescência são: pressão e fracasso na escola; pensamentos negativos sobre si mesmo; mudanças no corpo; brigas e conflitos familiares; sobrecarga de atividades e compromissos; bullying; entre outros. Os pais ou responsáveis devem estar sempre atentos aos comportamentos dos adolescentes, pois muitas vezes, eles próprios não sabem explicar o que está acontecendo. A seguir, algumas estratégias que podem ajudá-los a amenizar o estresse: praticar esportes; ter uma alimentação saudável; evitar o excesso de cafeína, que provoca ansiedade e agitação; não consumir drogas; potencializar os pensamentos positivos com metas concretas de pequenos desafios realizáveis; descansar depois de situações estressantes (ouvir música, conversar com um amigo, desenhar, escrever); contar com amigos que possam ajudar a enfrentar as situações de maneira positiva. Muitas vezes a ajuda profissional especializada se faz necessário. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato comigo.

Por

Priscila Mafra

Psicóloga da Infância e Adolescência 

CRP 12/16760 | (47) 9 9187-3868

@psicologapriscilamafra

 

 

Cinquenta anos da nouvelle cuisine

Muitas pessoas nunca ouviram falar, e menos ainda são aquelas que sabem o que foi a Nouvelle Cuisine: o mais importante movimento gastronômico de toda a história contemporânea e cujo legado permanece até os dias de hoje. Surgiu na França em 1969 liderados pelos chefs Alan Senderens, os irmãos Claude e Pierre Troisgros e pelo mais festejado chef de todos os tempos, Paul Bocuse. Foi um movimento de rebeldia. Queriam testar novas combinações, se libertar das regras rígidas da cozinha francesa clássica com seus molhos pesados, cozimento lento e porções pantagruélicas. Buscavam uma cozinha mais leve, valorizando o frescor e o sabor único de cada ingrediente e, sobretudo, mais bela. Eles queriam criar. Como todo movimento libertário, houve, é claro, excessos. A busca pela beleza e leveza tornou-se uma obsessão e a quantidade de comida nos pratos foi diminuindo, os chefs passaram a ser muito valorizados e os preços praticados eram cada vez mais altos. No Brasil a Nouvelle Cuisine chegou dez anos depois, pelas mãos dos chefs Emanuel Bassoleil, Claude Troisgros e Laurent Suadeau.

Inicialmente eles sofreram com a falta dos produtos que estavam acostumados a encontrar na Europa, mas esse contratempo foi uma dádiva, pois se viram obrigados a fazer a cozinha francesa com ingredientes brasileiros, a cozinha brasileira com técnicas francesas, introduzindo fundos e caldos e nos ensinaram a valorizar mais o nosso terroir. Para aqueles nascidos nos anos 80 e 90: aspargos e cogumelos só havia em conserva, alcachofras nem isso. Pimentão apenas o verde, risoto era feito com arroz parboilizado ou branco, salmão nem pensar. Temperos verdes só salsa e cebolinha. Do Rio de Janeiro para cima havia também o coentro. Alfaces, apenas a lisa e americana. Então podemos dizer que esses chefs fizeram um trabalho extraordinário, só que assim como na França a porções diminutas e as contas muito altas fizeram com que o movimento acabasse e justamente pelas mãos daqueles que a criaram. Em uma de suas últimas entrevistas ao jornal “Le fígaro” Paul Bocuse, recentemente falecido, foi perguntado se lembrava da criação da Nouvelle Cuisine. “Claro, éramos jovens, entusiasmados e sabíamos que estávamos revolucionando a maneira de cozinhar, mas no final o que se viu foi um nada dentro do prato e muito na conta.” E qual foi o legado dessa revolução?  Em primeiro lugar a apresentação dos pratos: seja na cozinha Francesa – mesmo a clássica – italiana, portuguesa ou brasileira. Depois na leveza e na valorização do frescor dos ingredientes. Também as combinações ficaram mais ousadas. Não é incomum vermos Couscuz marroquino com frutos do mar ou diferentes estilos em um mesmo prato. E o tamanho das porções aumentou. Então podemos até dizer que a Nouvelle Cuisine não morreu, mas se adaptou e perdura até hoje.

Recentemente tenho visto que alguns chefs se atreveram recriá-la em sua forma original, mas ao invés de um prato único, uma sucessão de pequenas porções. Bravo! Por último, mas não menos importante é que antes os chefs eram homens e mulheres que viviam dentro das cozinhas queimando a barriga no fogão. Hoje são conhecidos pelo nome e não é raro vê-los circulando pelo salão, após o serviço, impecavelmente limpos e conversando com seus clientes. Vou deixar uma receita das mais famosas dessa “Nova cozinha”.

Salada de atum vermelho com ervas da Provence 

Lombo de atum fresco 800 g; sal, pimenta do reino gb; 2 colheres de sopa de ervas da Provence; 1 maço de alface lisa; 1 maço de alface crespa; 1 maço de radiccio; 1 maço de rúcula; ½ maço de hortelã; e ½ maço de salsa e um fio de azeite. Para o molho: azeite extravirgem 200 ml; vinagre balsâmico 50 ml, sal/pimenta do reino e pimenta rosa qb.

Modo de fazer. Tempere o atum com o sal e a pimenta, pincele azeite e envolva com as ervas da Provença. Leve ao fogo uma frigideira antiaderente com um pouco de azeite. Sele o atum de todos os lados e corte 16 fatias finas e reserve. Na mesma frigideira coloque os ingredientes do molho e deixe reduzir. Enquanto isso, disponha lindamente as folhas de alfaces, rúcula e radiccio e regue com o azeite. Arrume o atum sobre a salada e regue com o molho ainda a quente. Sirva acompanhado de rosé da Provence. Um brinde a todos aqueles que amam a cozinha e especialmente aqueles que amam fazê-la.

Por

Renato Justo

Chef de cozinha

 

Conheça o Pilates Suspensus

Uma atividade para todas as pessoas em todas as idades, e ainda com inúmeros benefícios. Seus exercícios trabalham força, equilíbrio, flexibilidade e alongamento.

O Pilates já é uma atividade conhecida, mas você já ouviu falar no pilates suspensus? Trata-se de uma modalidade que realiza os exercícios em fitas de suspensão e num colúmpio (um tecido que pode ser usado de diversas formas) para estimular força, equilíbrio e flexibilidade com o mínimo de impacto possível e de forma segura. As aulas costumam durar até uma hora, com exercícios que variam entre alongamento, de força, de equilíbrio, flexibilidade, entre outros. A escolha de quais exercícios serão aplicados durante a aula depende da avaliação que a instrutora faz do aluno e quais são seus objetivos.

O pilates suspensus serve para qualquer pessoa, desde alguém que sempre foi sedentário ou um idoso, até atletas de alto rendimento, já que a prática pode ser facilmente adaptada de acordo com as habilidades e objetivos de cada aluno. Vale dizer que só pelo fato de ser por suspensão, diferente e até mais lúdico, não significa que essa modalidade da prática supera o pilates tradicional, de solo, ou o de equipamentos. “A diferença são os exercícios que você vai conseguir fazer em cada um por conta dos equipamentos que tem disponíveis. Mas todos são bons, cada um com sua função. Inclusive, é possível combinar diferentes modalidades de pilates para uma variação ainda maior de exercícios”, explica Cristina Muhlbrandt Keller, professora à frente do StudioTop Pilates.

Se você se interessou, o Studio Top Pilates possui todos os equipamentos de suspensão, trazendo ainda mais variações para as suas aulas. Venha conferir esta modalidade desafiadora com a gente.

Por

Cristina Muhlbrandt Keller

Educadora física

Especialista em pilates e em método hipopressivo

Studio Top Pilates

http://www.toppilates.com.br | 47 3045-2444 |   98861-5024

Av. 7 de Setembro, 1005 – Fazenda – Itajaí 

 

Autoestima elevada com mamas perfeitas

A queda das mamas é um processo natural dependente de alguns fatores como: diminuição da elasticidade da pele, emagrecimento acentuado e amamentação. Pacientes com mamas “caídas” costumam referir sentimentos de vergonha, mudanças na vida sexual e diminuição da autoestima.

A Mastopexia, cirurgia plástica que corrige a queda das mamas, pode ser capaz de ajudar a resolver muitos destes problemas.  Atualmente, existem várias técnicas de mastopexia capazes de atingir níveis de satisfação e resultados excelentes. A tendência atual é empregar, na medida do possível, as técnicas que utilizam incisões reduzidas, numa tentativa de proporcionar à paciente mamas de formato agradável com cicatrizes menores. O uso dos implantes de silicone é comum, proporcionando uma redução das cicatrizes e resultados mais duradouros.

Por

Dr. Marcelo Borba | Cirurgião Plástico

CRM 17109 | RQE 9034

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

(47) 3363-5449 | (47) 9 9617-8018

Rua: 2950, 117 – Ed. Acquabella, Térreo, Balneário Camboriú, SC

Instagram e Facebook: kliniksaude

Prevenção em saúde mental

Nesses anos todos trabalhando como psiquiatra penso que a prevenção dos transtornos mentais é árdua, mas possível e, sem dúvida, mais assertiva para o processo de saúde. Entretanto, prevenir os transtornos psiquiátricos significa ter hábitos de vida saudáveis e investir no autoconhecimento o que exige esforço e persistência que são valores considerados sem importância para a sociedade moderna.

Em geral, as pessoas estão cada vez mais adquirindo resistência em tomar atitudes, como se estivessem paralisadas diante das facilidades que a vida moderna pode proporcionar.

Vivemos em uma sociedade imediatista que espera respostas rápidas, resultados mágicos e milagrosos de preferência que estejam contidos em uma cápsula para que seja tomada uma vez ao dia e em horários aleatórios para facilitar ainda mais.

As informações sobre quaisquer assuntos aparecem em milésimos de segundos e a veracidade das mesmas não parece ser um foco de preocupação. Isso corrobora para que as pessoas demorem mais para procurarem ajuda quando não estão bem e evoluam para a doença. Muitas atitudes aprendidas por “pseudoespecialistas em saúde” da web confundem as pessoas que muitas vezes tomam atitudes ditas como preventivas e saudáveis, mas que na verdade aceleram o processo das doenças físicas e mentais. A pressa acarreta atitudes impulsivas e o que é inverdade pode tornar-se uma verdade absoluta. Vale o alerta de que é fundamental saber se a fonte da informação é confiável e por quem ela está sendo transmitida.

Outra questão importante é que os relacionamentos interpessoais estão cada vez mais escondidos por uma carcaça estética padronizada, superficiais e descartáveis e isso também gera repercussão negativa na saúde mental e acaba corroborando para a impossibilidade de prevenção.

Além disso, o sedentarismo, a falta de sono reparador e a alimentação nunca foram tão ruins. Pelo menos é o que percebo diariamente no consultório e como observadora do meio. O objetivo da atividade física passou a ser estética, os alimentos multiprocessados viraram regra e a facilidade pela aquisição do carro próprio substituiu a caminhada. Aliado a tudo isso, a bebida alcoólica e outras drogas viraram rotina e contemplar o mar, por exemplo, sem estar intoxicado por elas já parece não fazer mais sentido.

Relaxar, ter tempo para si e refletir, infelizmente, viraram ócio e o trabalho o meio para adquirir cada vez mais bens materiais. Acredito que todos nós saibamos o que devemos fazer para prevenirmos as doenças físicas e mentais, mas nos perdemos nesse emaranhado de conexões individualistas, sem objetivos, sem afeto e sem sentido.

Não me restam dúvidas de que o contexto social no qual estamos inseridos seja a grande problemática e o que vem aumentando sobremaneira a prevalência dos transtornos psiquiátricos. Levar uma vida sem qualidade verdadeira, naturalidade, regras e limites está deixando os indivíduos cada vez mais vulneráveis as situações negativas do dia-a-dia, como as drogas e a internet. E nesse contexto caótico estão os filhos sem pais presentes e atentos.

Mas se pelo menos as pessoas introjetassem a ideia de que são capazes de mudar inclusive o foco da sua vulnerabilidade genética, cuidasse do sono, da alimentação e praticasse 150 minutos de caminhada por semana, conseguiriam prevenir em grande parte as doenças físicas e mentais.

Na proposta de saúde integrada e multidisciplinaridade em saúde mental, quando estamos cuidando com um aspecto da vida todos os outros se beneficiam. Somos um complexo integrado entre corpo, mente e espírito.

Quando falamos em prevenção, não existe algo tão rápido e completamente resolutivo, pois é um processo em que deve haver esforço, atitude e persistência.

PERCA O MEDO E O PRECONCEITO, NÃO PERCA TEMPO, PROCURE UM PSIQUIATRA.

Por

Vanessa Adegas Roese Menin – Psiquiatria e Psicoterapia

Riviera Business, Itajaí – (47) 3046-8286 (47) 99676-5623

Centro Médico Barra Norte – Balneário Camboriú.

(47) 4108-0060 (47) 9 9900-0826 http://www.desvendandoapsiquiatria.com.br

 

Detox

O Detox traz muitos benefícios à saúde porque renova totalmente as funções de eliminação do organismo, aumentando a vitalidade e a energia de todo o corpo.

Quando estamos intoxicados diminuímos a capacidade do corpo de assimilar minerais e outros nutrientes, e assim reduzimos a produção de energia nas células, o funcionamento do metabolismo e a capacidade do organismo de reparar células doentes. A intoxicação é silenciosa, e seus danos são dos mais variados para nos causar doenças e quais quer tipo de mal-estar que nos deixa indispostos.

Temos que nos conscientizar que a CURA está na própria natureza.

Por

Tânia Fernandes

Univital