DR. GUILHERME LUIS SCHMITT

A paixão pelos detalhes foi o que levou o médico Dr. Guilherme Schmitt à especialização em cirurgia plástica. Sua formação base é em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC e Cirurgião Geral pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Em seguida, formou-se como Cirurgião Plástico pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Me-
dicina da USP. Dr. Guilherme Schmitt possui uma carreira marcada pela constante busca do aperfeiçoamento em procedimentos de cirurgia plástica estética e reparadora. Sua atenção detalhista às formas o levou a procurar formação internacional.

No Estados Unidos foi fellow – um título acadêmico conferido à médicos em um treinamento de especialização supervisionado – do Dr. James Stuzin em Miami, Dr. Thomas Baker em Nova Iorque e Dr. Ashkan Ghavami.

Durante esse período de fellowship, se aperfeiçoou em microcirurgia e cirurgia de mão, rinoplastia (nariz) e órbito-palpebral (pálpebras).

Toda essa dedicação e formação é essencial para a sua atuação em cirurgia plástica, área que exige intenso conhecimento anatômico e cirúrgico.

Atualmente, o cirurgião possui duas clínicas, uma em Gaspar e uma na Praia Brava, em Itajaí. Entre os procedimentos que realiza, destacam-se a prótese de mama, lipoescultura, lipoaspiração HD, abdominoplastia, rinoplastia primária e secundária, lifting facial, entres outros.

Por

Dr. Guilherme Luis Schmitt
Cirurgião Plástico CRM/SC 18.239
Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Itajaí
Riviera Business Mall
(47) 3021-5921 | 99293-4020
Av. Osvaldo Reis, 3281 – Sala 1503 – Praia Brava

Gaspar
Atitude Centro Empresarial
(47) 3332-8286 | 98480-8286
Rua São José, 253

Ritidoplastia – Lifting Facial

A cirurgia da face (ritidoplastia), ou lifting facial tornou-se um dos procedimentos mais populares da especialidade graças ao surgimento de técnicas novas e a grande melhora na qualidade dos resultados. O objetivo desta cirurgia é atenuar os efeitos do tempo, gravidade, exposição solar e stress do cotidiano sobre a face, que resultam no aparecimento dos sinais de envelhecimento. Essas alterações ocorrem de maneira lenta e progressiva, incluindo todos os componentes de estrutura facial. Com a idade, o crânio fica menor, parte da gordura é absorvida, os músculos ficam mais flácidos e a pele perde elasticidade. É como se o envelope ficasse maior do que o conteúdo. Consequentemente, vários sinais característicos como acentuação das rugas na testa, queda das sobrancelhas, excessos de pele e rugas ao redor dos olhos, queda das bochechas, acentuação do sulco entre o nariz e a boca e um excesso de pele embaixo do pescoço podem aparecer.

Muitos pacientes perguntam se existe uma idade apropriada para realizar a cirurgia de face. A melhor resposta é quando os sinais de envelhecimento ficam evidentes, mesmo após o repouso e com aplicação de maquiagem. Em geral, os melhores candidatos para esta cirurgia são pessoas com sinais de flacidez na face e pescoço, elasticidade da pele relativamente preservada e uma estrutura óssea forte e bem definida. A maioria dos pacientes estão entre os
40 e 60 anos, embora esta cirurgia possa ser realizada com ótimos resultados em idosos. A ritidoplastia pode fazer com que você pareça mais jovem e pode melhorar a sua autoestima. Porém, a cirurgia não é capaz de modificar totalmente a sua aparência nem devolver a saúde e vitalidade da juventude. Portanto, pense cuidadosamente sobre as suas expectativas antes da cirurgia e discuta-as com o cirurgião.

Por

Guilherme Luis Schmitt

Cirurgião Plástico (CRM/SC 18.239)

Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica 

Fellow (Pós-graduação) em Cirurgia do nariz e da face

 

Cirurgia Plástica: rejuvenescendo o olhar

A região dos olhos é uma das primeiras a apresentar os sinais do envelhecimento da face, sendo as pálpebras superiores e inferiores as estruturas que sofrem as alterações mais marcantes. A pele das pálpebras torna-se mais fina, enrugada e perde sua elasticidade. Estes fatores resultam em um desequilíbrio entre os olhos e o contorno dos tecidos da face. Essas alterações traduzem-se por uma aparência mais envelhecida e um olhar cansado, além da
possível interferência sobre a visão.
A cirurgia das pálpebras, ou blefaroplastia, é um procedimento capaz de corrigir estes sinais, visando suavizar a transição entre os olhos e a estrutura óssea adjacente, tornando possível a obtenção de resultados notáveis e bastante naturais. Nesse procedimento retiramos, além do excesso de pele, as bolsas palpebrais, ocorrendo um rejuvenescimento significativo da face.

Por

Marcelo Borba

(47)3366-0334

contato@drmarceloborba.com.br

http://www.drmarceloborba.com.br

Cirurgia das pálpebras

As portas da alma são os olhos. O primeiro contato de interesse no outro acontece através dos olhos.

As sensacões e sentimentos são largamente expressos pelos olhos. A região dos olhos, nariz e lábios são independentes, como unidades estéticas e anatômicas da face, embora interdependentes em termos funcionais e evolutivos.

As pálpebras desempenham um papel importantíssimo como protetoras dos olhos, mas, também, como unidades estéticas. À medida que envelhecemos, a flacidez e excesso de pele palpebrais diminuem nossa abertura e campimetria ocular, dificultando a visão de 180 graus e, também, nossa visão das coisas diárias. As pálpebras superiores acumulam excesso de pele, dificultando a abertura dos olhos, enquanto as inferiores externalizam as chamadas bolsas palpebrais e flacidez. O resultado é um olhar cansado, sem expressão, de aspecto – por vezes – demasiado envelhecido.

De fato, como primeira identidade e unidade independente, nossas pálpebras fazem toda a diferença. Ao realizar a cirurgia de pálpebras, a primeira coisa que salta aos olhos é o brilho do olhar e o rejuvenescimento de toda a região. O olhar e o aspecto tornam-se mais vivos e joviais. A abertura dos olhos se amplia, a campimetria melhora significativamente, e a vida através dos olhos retorna. Mas, mais que isso, como dissemos acima, os olhos são a porta de entrada do evento de comunicação entre os seres. Nosso primeiro olhar para outra pessoa fixa-se diretamente nos olhos e região.

Após a cirurgia palpebral, temos a sensacão clara de um rejuvenescimento completo da pessoa. A sensacão é de que toda a face rejuvenesceu. Que toda a face está mais descansada e um melhor aspecto geral transparece. Não seria exagero dizer que a cirurgia das pálpebras, atualmente, é uma cirurgia vital para a boa aparência, autoestima e valorizacão de si próprio. Ela é um procedimento imperativo para pessoas que se gostam e para pessoas que desejam prosperar e fazer network. Em um mundo com longevidade e capacidades produtivas individuais ampliadas, a cirurgia palpebral torna-se vital para uma boa apresentacão de si mesmo.

http://www.remigoulart.com

Implantes mamários

Por  Dr. Remi Goulart Jr

Os implantes mamários, ou próteses de mama como são conhecidos, se tornaram uma das cirurgias mais realizadas no mundo depois da lipoaspiração. A razão básica reside no fato de que a cirurgia de implante mamário é a cirurgia plástica mais impactante para a mulher em termos de autoestima. A cirurgia plástica sempre foi dividida em reparadora e estética, mas esta divisão é uma abstração, pois toda cirurgia estética é reparadora e toda cirurgia reparadora é estética em última instância.

Por estar relacionada com a estética, a reparação acaba por ser fundamentalmente uma disciplina relacionada ao tratamento da autoestima. Por ser a região anatômica envolvida, no caso a mama feminina, de vital importância para a autoestima e autoconfiança, entende-se claramente a procura por este procedimento. Ressalvados os exageros, modismos e falta de critérios de naturalidade e anatômicos individuais, poder-se-ia afirmar que – em geral – é uma cirurgia com excelentes resultados finais e baixa taxa de complicações.

A cirurgia de implante mamário tem por vias de acesso o sulco inframamário, a aréola e a região axilar, sendo cada via uma escolha de preferência do cirurgião, ou indicada por motivos técnicos específicos. A colocação do implante pode ser retroglandular(por detrás da glândula) ou retropeitoral (por detrás do músculo peitoral maior). A escolha do plano anatômico de colocação do implante varia de acordo com a anatomia superficial da paciente, tipo de pele, idade, posicionamento da mama no tórax, graus de ptose (queda) da mama e graus de flacidez.

O importante é ter em mente o critério de naturalidade como regra de ouro. O modismo da mama gigante, artificial e totalmente contrária à anatomia normal do ser humano, já deixou a cena. Recentemente, o presidente da American Society of Aesthetic Plastic Surgeons recomendou a todos os membros cirurgiões que priorizassem o critério ‘naturalidade’ na hora do diagnóstico e da intervenção cirúrgica, visando a colocação de implantes mamários já que os efeitos nefastos de uma mama grande demais não fazem sentido sob nenhum aspecto.

Com satisfação vemos este novo movimento em direção à naturalidade e à correção dos exageros, já que esta sempre foi a nossa bandeira nestes 25 anos de prática cirúrgica. Lembre-se, sempre, de buscar a naturalidade e a elegância na hora de decidir por sua cirurgia de implante mamário. A estética feminina deve sempre ser elegante, natural e suave e jamais admitir formas agressivas e grosseiras em nome de modismos sem sentido.

Remi Goulart Jr., médico cirurgião plástico (CRM/SC 4660 CRM/SP 180078), Membro Titular da SBCP, Membro ASPS – American Society of Plastic Surgeons, Especialista em Cirurgia Plástica SBCP/CRM/SC, Membro IPRAS / Membro ISAPS

Clínica Andy Ern comemora 10 anos de sucesso em grande estilo

Semana comemorativa contará com uma programação especial para receber clientes, amigos e formadores de opinião

Equipe Andy Ern

A Clínica Andy Ern, referência em cirurgia plástica na região, comemora 10 anos de muito trabalho e conquistas. Para celebrar essa data que é o marco do início da sua trajetória em Santa Catarina, a Clínica está preparando uma ação comemorativa, que tem por objetivo receber e agradecer a todos que fizeram e fazem parte dessa história.

As comemorações acontecem entre os dias 31 de maio (quarta-feira) a 2 de junho (sexta-feira). O início da programação será marcado pela apresentação do logo comemorativo, desenvolvido especialmente para os 10 anos, no dia 31. Durante os três dias a clínica receberá convidados especiais como clientes, fornecedores, patrocinadores, misses, modelos e a imprensa. Todos serão atenciosamente recebidos pela equipe que os aguarda com um delicioso coquetel em forma de patisserie e também receberão um presente personalizado.

O fechamento será com chave de ouro, no dia 2 de junho, data em que a Andy Ern completa oficialmente 10 anos de atuação em Itajaí. Neste dia, além do tradicional coquetel, será servido um bolo para celebrar a primeira de muitas décadas de trabalho. Personalidades da cidade e da região, profissionais de medicina e formadores de opinião estarão presentes nesse, que será o grande dia. “Esses 10 anos representam uma grande conquista, pois não ganhamos só pacientes e sim muitos amigos, me sinto recompensado por esse período”, conclui o Dr. Andy Ern.

A comemoração dos 10 anos se estende até o final de 2017. No decorrer do ano, será desenvolvida uma campanha com todas as modelos que já foram rosto das propagandas da clínica e também haverá confraternização para os colaboradores. Os anfitriões Dr. Andy Ern e Thalyta Ern ainda reservam muitas surpresas.

Dr Andy Ern e sua belíssima esposa Thalyta Ern

Como tudo começou
A clínica Andy Ern surgiu com a promessa do Dr. Ern de voltar a morar próximo dos seus pais. Em busca de uma formação que lhe trouxesse as melhores referências em cirurgia plástica, o doutor investiu na sua especialização no Rio de Janeiro. Por lá estudou três anos e a família e a melhor qualidade de vida foram os motivos que o trouxeram de volta à Balneário Camboriú.

Decidido isso, fizeram uma pesquisa de mercado e escolheram Itajaí para sediar a Clínica, que leva o seu nome. “O grande impulsionador da minha vinda, que me ajudou muito no inicio, foi o meu pai, que inclusive pesquisou o local para a instalação da clínica”, declara o doutor. O primeiro consultório foi ainda na Rua Uruguai, e depois mudaram-se para o Centro Empresarial Embraed, local em que está instalada há 10 anos. A Clínca Andy Ern se destaca como uma das primeiras a trazer a propaganda de cirurgia plástica na região, que até então não era uma área explorada pela mídia.

Nesses 10 anos foram realizados em média 4000 procedimentos, incluindo cirurgias no grande centro cirúrgico e pequenos procedimentos feitos na própria clinica, o que resulta em uma média anual de 400 cirurgias. A Clínica Andy Ern oferece aos seus pacientes uma relação de confiança e transparência. Todas as dúvidas são esclarecidas de forma humanizada, com o objetivo de entender qual meta a pessoa deseja alcançar e se será possível dentro das condições apresentadas. “Durante esses 10 anos, a nossa maior conquista são os pacientes, que também são como se fossem da nossa família. Quero agradecer a toda equipe que está conosco, pois não foi um trabalho só meu, e especialmente a minha esposa, Thal yta Ern, que me acompanha desde o início dessa trajetória”, finaliza.

Sobre o Dr. Andy Ern
Graduado em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Pós-Graduado em Cirurgia Plástica pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro, é Presidente Nacional da Sociedade Brasileira Jovem de Cirurgia Plástica e Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

A Clínica Andy Ern está localizada na Avenida Marcos Konder, 1207, Centro Empresarial Embraed – Sala 84, Centro – Itajaí. Mais informações pelo telefone (47) 3349-1814.

Pesquisa aponta que a cirurgia plástica ajuda na autoconfiança

Pessoas que recorrem às cirurgias para melhorar a imagem acabam tendo benefícios além da aparência

andy
Muita gente não sabe, mas ao fazerem uma cirurgia plástica, além de mudarem o visual, também estão transformando suas atitudes. Isso é o que diz uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Segundo os dados, 87% das pessoas que se submeteram a algum tipo de operação cosmética sentiram-se mais felizes com a imagem corporal em geral, além de ficarem mais satisfeitos com a parte do corpo que foi mudada.

O levantamento foi feito apenas com mulheres, que afirmaram terem se tornado mais confiantes no trabalho e socialmente. Pessoas com maior autoestima conseguem lidar melhor com uma série de problemas.

Toda mudança na imagem corporal é acompanhada de uma transformação psicológica. E os benefícios psicológicos que acompanharam a plástica estão sendo considerados como vantagem para manter-se ativo por mais tempo no mercado de trabalho, necessidade imposta em tempos de crise. A afirmação é do médico inglês Laurence Kirwan, ao site Female First, que publicou informações sobre a pesquisa. A autoestima é tão importante para a saúde quanto a alimentação saudável e a prática de exercícios físicos. Pessoas com boa autoestima sentem-se mais motivadas para cuidar de si. A autoestima elevada promove uma espécie de blindagem no cérebro, afastando problemas relacionados à autoimagem, como a depressão, e ajudando até na recuperação de doenças. Por isso, pessoas que recorrem às cirurgias para melhorar a imagem acabam tendo benefícios além da aparência.

A beleza é algo difícil de ser definida, mas é imediatamente reconhecida. Nós trabalhamos a partir do interior do paciente, remodelando a moldura para destacar essa beleza. No entanto o aumento da autoestima não é realidade para pacientes cujas expectativas não são realistas. A cirurgia plástica ajuda a pessoa a sentir-se bem consigo mesma. Pode até mudar a percepção de alguém no meio social, mas não transforma ninguém em outra pessoa.

Há bons motivos pelos quais a cirurgia plástica é uma boa alternativa para as pessoas melhorarem a visão de si mesmas. Porém antes de se submeter a um procedimento, essas razões devem ser bem ponderadas para que a operação seja feita pela razão certa.

É importante salientar que a decisão de fazer uma cirurgia exige um certo cuidado uma vez que, a maioria dos procedimentos são cirúrgicos e, apesar de que as modernas tecnologias reduziram em muito os riscos de alguns dos mais populares procedimentos, toda cirurgia tem risco de complicações, ainda mais se o paciente tiver fatores associados, como obesidade, alcoolismo, fumo e doenças crônicas.

Além disso, mesmo os procedimentos mais simples podem deixar cicatrizes pequenas na pele. Isso também precisa ser considerado por quem pensa em fazer uma plástica. A pessoa também precisa estar disposta a passar por uma avaliação médica completa. Isso inclui realizar testes diagnósticos, exames radiológicos, avaliações cardiológicas e clínicas.

Há ainda a necessidade de informar-se detalhadamente sobre a cirurgia, principalmente em relação aos cuidados essenciais do período pós-operatório. O sucesso de muitas cirurgias plásticas depende da atenção que a pessoa dedica à recuperação, inclusive a longo prazo.

Ciente de tudo o que envolve a cirurgia plástica, é possível decidir se é melhor realizá-la ou não e de os resultados serem mais satisfatórios devido a maior dedicação a todos os cuidados indispensáveis.