Feijão sem arroz

Dez entre dez brasileiros preferem feijão … Esse é o início da música “Preto Maravilha “, das Frenéticas e que foi o tema de abertura da novela “Feijão Maravilha, exibida pela Globo em 1979. Dez entre dez é exagero, mas com certeza o feijão é ingrediente quase indispensável na mesa do brasileiro e curiosamente, o preto maravilha, ingrediente básico da nossa feijoada longe de ser uma unanimidade é uma exceção. Apenas nos estados do Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do sul ele é consumido cotidianamente. Nos demais estados a preferência recai por outros tipos notadamente o carioquinha, além disso no Brasil o feijão está associado diretamente ao arroz. O verdadeiro prato nacional não é a feijoada e sim feijão com arroz. Mas e feijão sem arroz? Pode soar estranho para muitos, mas o feijão é tão versátil que se presta a inúmeras receitas onde o arroz é absolutamente desnecessário ou simplesmente não faz parte. Acha que não? Então vamos a algumas delas:

Quem não conhece a salada de feijão fradinho com bacalhau que muitas vezes vira prato principal? O acarajé que é feito com massa de feijão fradinho e recheado com vatapá, embora seja de origem africana e não baiana é muitíssimo apreciado em todo o Brasil. Na Itália a salada de Pulpo com fagiolli, feita com feijão branco é muito apreciada e muitos restaurantes aqui no Brasil também a servem. Os atletas de prova de resistência gostam muito e as nutricionistas recomendam uma salada de vários tipos de feijão. O tutu de feijão e o feijão tropeiro que em Minas Gerais é feito com feijão carioquinha. A dobradinha feita com feijão branco, tripas e carne de porco. Temos também com feijão branco, a feijoada de frutos do mar tão apreciada por muitos e o Cassoulet, a feijoada francesa que é feita com feijão branco, pato, carne de porco e gratinada com farinha de rosca.

Em todas essas preparações o arroz é absolutamente desnecessário! Na feijoada brasileira mais importante que o arroz é a farinha e a couve, sem falar no torresmo que deve ser sempre bem crocante. Porém, antes de deixar algumas receitas faz-se mister algumas dicas: todo e qualquer feijão tem de ser catado e lavado antes; tanto o feijão branco como o preto necessitam ser deixados de molho. No caso do feijão preto não troque a água do molho ou o caldo ficará cinza. O feijão vermelho por ser muito macio não precisa ficar de molho. Sei que muitas donas de casa por economia de tempo e gás gostam de usar panela de pressão. De fato, o tempo de cozimento é praticamente a metade. Porém, o cozimento lento faz com que o feijão fique mais saboroso, pois pega melhor o gosto das carnes que utiliza e diminui o efeito “artilheiro” do feijão do qual falaremos a seguir. Já o feijão vermelho não precisa de panela de pressão. Todos sabem o que é esse efeito e ele ocorre porque o feijão contém muitos carboidratos que não são bem absorvidos pelo estômago. Esse efeito pode ser minorado das seguintes formas: consumir apenas o caldo, mastigar bem o feijão para facilitar a digestão ou colocar uma colher de sobremesa, rasa, de bicarbonato de sódio por quilo de feijão. Se for cozinhar o feijão com carne seca e/ou embutidos dessalgar bem e provar antes de temperar. As vezes nem precisa. Sabe aquela feijoada que sobrou e você quer guardar, pois: guarde o feijão separado das carnes. Com o tempo o sal apura e daí não tem jeito. Ou você cozinha umas batatas inteiras – o feijão vai cozinhar demais – ou põe mais água e aí vai mudar completamente o sabor. Se durante o preparo você perceber que está salgado, coloque pedaços grandes de abóbora e folhas de couve.

Finalmente o que beber com o feijão: como praticamente TODAS as receitas levam um pouco de gordura eu arrisco um bom rosé. Leves e refrescantes eles não vão pesar tanto na sua cabeça e ao mesmo tempo dar elegância a refeição. Desta vez não vou deixar nenhuma receita. Sei que você é uma cozinheira(o) de mão cheia. Portanto, um brinde ao feijão.

Por

Renato Justo

Chef de Cozinha

Muffin de cacau sem glúten e sem lactose

Massa

3 ovos

1 xícara de leite de Coco

1/3 de xícara de óleo de Coco

1 xícara de açúcar demerara 1 colher (sopa) de cacau em pó

2 xícaras de farinha de arroz integral

1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Bata os ovos com o açúcar no liquidificador e vá acrescentado cada ingrediente, por último o fermento.

 

Calda

1 xícara de leite sem lactose

1 colher (sopa) de cacau em pó

2 colheres (sopa) de açúcar demerara

1 colher (sopa) de amido de milho

Em uma panela misture tudo e coloque para ferver misturando sempre.

Coloque em cima dos muffins já assados e polvilhe granulado sem glúten e sem lactose.

Por

Tânia Fernandes

Terapeuta nutricional e proprietária do Univital

Univital

Rua: Felipe Schimidt, 40 | Centro – Itajaí

Tel: (47) 3349.1132 

De segunda a sexta das 7h às 20h30min 

Sábado das 8h às 14horas

Pudim de leite sem lactose

Ingredientes

01 lata de leite condensado sem lactose

A mesma medida de leite sem lactose

04 ovos inteiros

1/2 xícara de coco fresco ralado

Modo de preparo

Bata no liquidificador o leite sem lactose, o leite sem lactose e os ovos. Depois de bem batido misture o coco ralado. Na forma de furo coloque 1/2 xícara de melado, coloque a batida do liquidificador e leve ao forno ou fogão em banho-maria por aproximadamente 60 minutos.

Por

Tânia Fernandes

Terapeuta nutricional e proprietária do Univital

Univital

Rua: Felipe Schimidt, 40 | Centro – Itajaí

Tel: (47) 3349.1132 

De segunda a sexta das 7h às 20h30min 

Sábado das 8h às 14horas

Wine Dinner traz a experiência da enogastronomia ao Balneário Shopping

A perfeita harmonização de um menu especial com uma carta de rótulos selecionados promete gerar momentos exclusivos no Balneário Shopping. A primeira edição do Wine Dinner trará a cultura da enograstronomia para o endereço no próximo dia 5 de junho, quando o restaurante Las Leñas oferecerá um jantar com menu degustação harmonizado.

O cardápio terá como tema a culinária uruguaia, com uma sequência de quatro pratos (antipasto, entrada, prato principal e sobremesa), que serão apresentados pela chef Fabiola Cunha. Um sommelier falará sobre as escolhas, texturas e harmonizações com os vinhos. O antepasto da noite será Cogumelos com Gorgonzola, seguido da entrada de Risotinho de Linguiça Artesanal. O prato principal trará um Medalhão de Filé com cebola caramelizada na mousceline de baroa. A sobremesa fecha a degustação com Ambrosia com ganache de doce de leite.

Segundo a gerente de marketing do Balneário Shopping, Gabriella Fortes, o Wine Dinner passa a ter encontros mensais com jantares harmonizados nos restaurantes gourmets do shopping. Serão sempre quatro pratos com ingressos vendidos. “Cada mês um restaurante oferecerá um jantar com menu degustação exclusivo, sempre com a participação do chef e de um sommelier, para que o público possa vivenciar a experiência da enogastronomia”, pontua Gabriella. Em cada encontro, o menu conterá sempre a receita de um prato relacionado ao tema da edição.

A primeira edição do Wine Dinner tem vagas limitadas e os ingressos já podem ser adquiridos no Las Leñas ou antecipadamente pelo Sympla através do link http://twixar.me/RD5n.O valor do jantar é de R$130 por pessoa e a venda antecipada pelo site fica R$ 99.

AGENDA
Wine Dinner Balneário Shopping
Local: Restaurante Las Leñas, Praça Gourmet do Balneário Shopping, L2
Data: 5 de junho (quarta)
Horário: 20h
Ingressos: No local ou pelo link do Sympla http://twixar.me/RD5n

Bistrô Estaleiro Guest House prepara almoço especial para o Dia das mães

Para celebrar uma das datas mais especiais do ano, o Bistrô Estaleiro Guest House preparou um menu especial para o dia das mães, no próximo domingo.
O chef Henrique Naldony desenvolveu um cardápio delicioso e recheado de amor e carinho, com entrada de queijo brie empanado em farinha panko servido com geleias de frutas vermelhas. Serão dois pratos principais, o primeiro com peixe branco grelhado, cubos de batata, mini cebola caramelizada, aspargos, crocante de milho e creme cítrico de limão siciliano, e o segundo prato, escalope de file mignon, purê de batata com pó de bacon, crocante de batata com molho béarneaise e para encarrar o saboroso menu, a sobremesa, será um éclair recheado com creme de chocolate 70%, glaçagem de frutas vermelhas. O menu especial do dias das mãe será no valor de R$ 108,00 por pessoa, atende com reservas.
O Bistrô fica localizado na Estaleiro Guest House, na praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú.

Serviço:
Horário a partir do meio dia
Trabalha com reservas
Fones: 55| 47| 3264-5517 | 3363-5071

Praia do Estaleiro Guest House Residence
Rododvia LAP Rodesino Pavan , no. 3987
Praia do Estaleiro
Balneário Camboriú-SC
www.esteleiroguesthouse.com.br

Sandes típicos de Portugal

Quando pensamos em cozinha portuguesa a primeira coisa que nos vem à mente é o bacalhau. Depois o azeite e o vinho do Porto que não é feito no Porto, mas em cidades próximo a nascente do Douro e as caves são em Vila nova de Gaia ou simplesmente Gaia. Este é o estereótipo, assim como eles acham que cozinha brasileira é feijoada e churrasco.

Dos dois lados do atlântico sabemos que há mais coisas apenas não conhecemos, sabemos que há outros pratos, mas e os sandes? Sandes? O que será isso? Sandes é como os portugueses chamam os sanduiches. A iguaria criada no século XVIII por John Montagu, 4°conde de Sandwich, que um dia, não querendo se afastar da mesa de carteado
para comer, pediu que lhe servissem um pedaço de carne entre duas fatias de pão, ganhou o mundo e várias versões foram criadas.

Os mais célebres são o hamburguer e o misto quente que podem ser facilmente encontrados, em várias versões em quase todo o mundo. Mas vários países têm os seus sanduiches típicos e assim como no Brasil, nós temos o americano, o bauru e o beirute, os portugueses também tem os seus. Só que não são tão divulgados e conhecidos entre nós.

Estou falando de sandes típicos e não de hambúrgueres e misto quente que por aqui chamam de tosta mista. O mais conhecido deles é o Prego no Pão! Este delicioso sande é basicamente um bife coberto com mostarda ou molho picante, com queijo e posto dentro de um pão redondo de casca grossa. O prego, como é mais comumente chamado, pode ser degustado em praticamente qualquer padaria ou “Snack bar” do país. Os melhores são feitos com carne de vitela – muito popular por aqui – molho de mostarda picante e recobertos com queijo da serra e
servidos dentro de um delicioso pão crocante.

Recomendo aos que vierem a Vila Nova de Gaia irem ao “Off Line”. É o melhor prego em pão de Portugal. Outro sande é típico é a Francesinha. Este sande é oriundo da cidade do Porto e que é mais encontrado no norte de Portugal – no restante do país ele é menos popular – e foi criado em 1953, no restaurante “Regaleira” que infelizmente fechou as portas no ano passado. Seu autor foi um português emigrado da França chamado Daniel David Silva. Ele se baseou no Croque Monsieur – sanduiche típico de Paris- e consiste em uma fatia de pão de forma
levemente tostado e encimado por um bife fino e uma fatia de presunto. Em seguida outra fatia de pão de forma tostado coberto com uma salsicha fresca – assim é chamada a nossa linguiça por essas bandas – grelhada e aberta no sentido do comprimento e por uma linguiça também grelhada e cortada da mesma forma. Em seguida outra fatia de pão de forma tostado e coberto com queijo tipo mozzarela e levada ao forno para gratinar. Após isso coloca-se um ovo frito por cima e rega -se com um molho picante, o molho Francesinha que dá nome ao prato. Segundo o seu criador o nome se deve ao fato de não haver mulher mais “picante” do que a francesa. Como diz o manézinho, ‘se tu dix’… Claro que nos dias hipocritamente, ops., politicamente corretos de hoje, tal afirmação poderia ensejar um processo.

Mas voltando ao sande, seu segredo está além da boa qualidade dos ingredientes, no seu molho. De 1953 até hoje a Francesinha e o seu molho foram ganhando mudanças ou aperfeiçoamentos e cada restaurante do Porto e de Gaia disputam para ver quem faz a melhor, e modéstia à parte faço um ótimo molho e é essa receita que vos deixo.

Molho francesinha do chef Renato Garcia justo, diretamente da cidade do Porto. Uma cebola média descascada e cortada em fatias, uma fatia de bacon picada, uma folha de louro, uma caixinha de massa de tomate, 350 ml de cerveja clara, uma dose de vinho do porto tinto, uma dose de cognac de boa qualidade e uma colher de café de molho de pimenta de boa qualidade, mais uma colher de maisena diluída em um pouco de leite. Em uma panela esquente um pouco de azeite e doure o bacon com a cebola e o louro. Junte os demais ingredientes menos a
maisena e deixe cozinhar por cinco minutos em fogo baixo. Bata tudo no liquidificador e junte a maisena diluída. Cozinhe até engrossar e retifique o sal. Monte o sande como descrito acima e coloque em um prato fundo e despeje o molho por cima. Por aqui a Francesinha é servida com batatas fritas. Para beber os portugueses costumam tomar um fino que é o chopp daqui, geralmente feito pela Super bock. Eu prefiro um vinho verde bem gelado. Bom apetite
a todos. Mês que vem tem mais.

Por

Renato Justo

Chef de Cozinha

À espera da estação elegante!

As apostas do Inverno 2019 são peças que trazem versatilidade e descomplicação ao guarda-roupa feminino e masculino. Nas principais grifes do Balneário Shopping, as coleções estão bombando e trazendo mais originalidade e verdade ao estilo pessoal. Confira algumas peças ícones.

Conforto e delicadeza

Que tal vários tênis malu para chamar de seu? Na ANACAPRI, a coleção inverno ganhou traços delicados e design superconfortável, em cores lindas que podem ser combinadas com looks diversos.

Clima esportivo

O clima esportivo é destaque na nova coleção Action! da LE LIS BLANC. O mood chegou para ficar no guarda-roupa contemporâneo e surge nesta estação combinado a peças de alfaiataria, malhas e bodies canelados.

Outback fitness

O Outback Steakhouse acaba de lançar duas receitas inéditas para quem busca opções fit e balanceadas. O Melbourne Bowl combina abóbora cabotiá, tomates cereja com manjericão, legumes al dente e salada morna de quinoa com cogumelos shiitake e couve, além de proteína que pode ser escolhida pelo cliente: frango, tilápia ou filé mignon. Já o Tamarind Chickent traz frango grelhado sobre chama aberta coberto com uma redução de tamarindo com textura muito semelhante ao molho barbecue, servido sobre um saboroso macarrão de tapioca e molho à base de leite de coco com um toque de curry.

Pantacourt criativa

A pantacourt preta é hit da estação do CLUBE MORENA ROSA e pode ser composta de diversas formas e em diferentes ocasiões. É só usar a criatividade na hora de escolher as combinações.

Winter feelings

A estampa Botanique tem ganhado os corações dos fãs da CHUÁ do Balneário Shopping. No manequim, a pantacourt faz par com o top compondo um visual chique e despretensioso.

Clássico exclusivo

Simplicidade e elegância definem a camisa de textura horizontal da RESERVA. O modelo clássico ganhou modelagem básica em algodão com textura e padrão exclusivo da marca.

Serviço

Balneário Shopping

Av. Santa Catarina, Balneário Camboriú 88339-005

Facebook/BalnearioShopping 

Instagram: Balnearioshopping

http://www.balneariocamboriushopping.com.br

Uma festa portuguesa com certeza

De volta a Portugal para mais uma temporada, esse ano cheguei bem a tempo das festas de Natal e Ano Novo. No Natal, a mesa portuguesa é um pouco parecida com a nossa, afinal foram eles os responsáveis pelo nosso descobrimento, mas há deliciosas diferenças e sobre estas iremos falar.

Na véspera de Natal também chamada por eles de Noite da Consoada – do latim Consolare, que significa consolar, é porque como as famílias se encontravam para se consolar ou passar essa noite juntas – do extremo Sul até o Norte pode-se dizer que o bacalhau reina quase absoluto e devido ao clima mais frio é preparado de forma diversa do nosso. Aqui, come-se o bacalhau com todos que nada mais é do que postas de bacalhau cozidas com batatas, cebolas e couve.

No Norte do país é comum cozinharem alhos, cebolas e louro em azeite e vinagre e por esse molho por cima do bacalhau. Ainda no Sul é comum comer polvo guisado com batatas ou empanado.

No dia de Natal propriamente dito, se inicia com queijos e enchidos variados, pães e as frutas secas tão comuns em nosso país, tais como nozes, avelas e amêndoas. Aliás, devido ao frio que faz em Portugal por essa época tem muito mais a ver que no Brasil (risos). Para o prato principal em todo o país é costume assar um peru, normalmente recheado e praticamente todas as famílias têm a sua própria receita. Os acompanhamentos variam muito, indo desde o arroz com amêndoas passando por batata assadas, purê de maças ou até mesmo um arroz com açafrão.
Também se come cabrito assado. Ao contrário do Brasil, por aqui eles desconhecem o tender que tanto amamos com cravo e melado e tampouco aquelas farofas especiais e os nossos arrozes “turbinados”. No capítulo doce os portugueses são imbatíveis: há ovos moles, papo de anjo, rabanadas, que por aqui se chamam de fatias douradas, filhoses, coscorões e pudins diversos e mais uma infinidade de doces além do bolo-rei. Esse bolo é como se fosse uma rosca recheada com frutas cristalizadas e recoberto com açúcar. Para beber, mesmo com o bacalhau, vinho tinto.

No Ano Novo os portugueses, diferentemente de nós, não costumam comer lentilhas nem romãs para dar sorte. Por aqui a simpatia e comer 13 uvas passas. A mesa geralmente é composta de mariscos, que é como chamam os frutos do mar em geral, Champagne e espumante à vontade.

Desejo a todos um ÓTIMO 2019!

Por

Renato Justo

Chef de cozinha

 

Praia Brava recebe restaurante especializado em comida tailandesa

Quer se sentir na Tailândia? Não precisa viajar mais de 15 mil quilômetros para experimentar a gastronomia tailandesa rica em ingredientes, de combinações infindáveis e técnicas elaboradas. O Thai Garden Asian que acaba de abrir as portas no Complexo Riviera, na Praia Brava, em Itajaí, apresenta a culinária tailandesa em um ambiente  temático sofisticado e com uma iluminação que te transporta para esse país colorido, cheio de fé e de rituais. Uma experiência gastronômica e sensorial.

As opções do cardápio vão do tradicional Pad Thaí e Khao Pad ao Festival da Lagosta, passando por opções de pratos veganos. “Todos os nossos ingredientes e especiarias são importados e cuidadosamente selecionados para um experiência única!”, descreve o empresário Cezar Roberto Blum, que também está à frente da seleção dos frutos do mar. O restaurante conta com horta orgânica própria para as preparação dos pratos. “O lema é comida fresca, feita na hora e com os melhores ingredientes”.

Para o Verão o restaurante preparou algumas novidades como a Segunda e a Terça da Lagosta com as opções de Lagosta Grelhada ou Lagosta ao Curry vermelho com maçã caramelizada por R$ 79 e às quartas, em todos os pratos Pad Thaí e Khao Pad têm 30% de desconto. Às quintas, os drinks têm até 50%. O restaurante abre de segunda a sábado das 19h30 às 00h.

Reservas: (47) 3040-1510.

O Thai Garden Asian fica junto ao Jardim Tailandês, na parte de trás do edifício comercial Riviera Business & Mall, e conta com uma estátua de 4,5 metros que é uma representação do Buda Sakiamuni. A obra do artista Denis Pereira Uberti é feita em concreto armado e levou cerca de quatro meses para ficar pronta.

Serviço

O que: restaurante Thai Garden Asian e Jardim Tailandês

Onde: Riviera Business & Mall, na Praia Brava, em Itajaí

Quando: de segunda a sábado, das 19h30 às 00h.

Informações e reservas:  (47) 3040-1510

Instagram: @thaigardenriviera

 

Balneário Shopping inaugura primeiro Paris 6 Café do Brasil

A rede de restaurantes Paris 6 acaba de inaugurar um espaço exclusivo e inédito no Balneário Shopping. Trata-se do Paris 6 Café, o mais novo modelo de operação criado pela marca, loja no estilo café, que traz o DNA da marca e menu com algumas criações famosas do empresário e sócio-fundador do Paris 6, Isaac Azar, entre pratos rápidos e seleção das sobremesas mais vendidas, com direito a opções de Grand Gateaux e cheesecakes.

Com capacidade para 30 clientes, a casa funciona como projeto inicial deste novo estilo da badalada rede Paris 6. “Balneário Camboriú é uma cidade moderna, sofisticada e que recebe turistas de diversos locais, o que se tornou ideal para implantarmos a nossa primeira loja”, explica Isaac.

Localizado no pavimento L2 (em frente à Camicado), o Paris 6 Café acompanha todo o estilo das demais lojas da rede, com arquitetura e ares parisienses dos anos 1920. No menu, a famosa sobremesa Grand Gateau divide espaço com cheesecakes, com o clássico croque monsieur, com cafés quentes e gelados de combinações da linha Espresso Gourmet Paris 6 e muito mais.

O lançamento do Paris 6 Café no Balneário Shopping faz parte do plano de expansão da rede. Além da inauguração de novos bistrôs, hoje com 14 em funcionamento espalhados pelo Brasil, no novo modelo acompanhará o crescimento da marca por meio de franquias, com expectativa de mais de 20 aberturas ainda em 2019.

Sobre o Paris 6

O restaurante Paris 6 tornou-se referência pelo estilo bistrô francês com cardápio diversificado todos os dias do ano. Criado em São Paulo, em setembro de 2006, o nome vem do 6º distrito de Paris, bairro boêmio de Saint-Germain-des-Prés, onde foi fundado o primeiro café do país, em 1686. Atualmente são unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Goiânia e São José dos Campos, totalizando 14 casas no Brasil.

Com ambiente charmoso, sempre personalizado com obras de arte que variam dentre os espetáculos e manifestações artísticas que o bistrô apoia, as casas tornaram-se ponto de encontro de intelectuais e famosos, além de apoiar espetáculos teatrais e outras manifestações artísticas.

O responsável pelo menu é o empresário Isaac Azar, sócio fundador do Paris 6. O cardápio traz pratos típicos dos bistrôs e brasseries parisienses, releituras e criações do restaurante. Todos eles levam o nome de uma personalidade da TV, do teatro, da música ou dos esportes. Entre os mais pedidos, medalhões acompanhados de risotto de brie à “Chorão”, gnocchi de brie ao molho de camarões à “Bruno Gissoni” e filé de salmão grelhado ao molho de camarões,
com purê de batatas e legumes à “Boca Rosa”. Para finalizar as refeições, a sugestão é famoso Grand Gateau, um novo conceito de sobremesa criada pelo próprio Isaac. O resultado foi um suflê de chocolate, explorando variados recheios, coberturas e sempre acompanhado de picolé Paris 6. Quem prova, recomenda.

Por

Balneário Shopping

Av. Santa Catarina, Balneário Camboriú, 88339-005

Tel: 047 3263-8494