Diz aí: Você sente dores?

Por quanto tempo ainda quer senti-las? Já pensou acordar e não ter desconforto? Fazer normalmente suas atividades do dia a dia? Poder brincar com seus filhos e netos ou praticar seu esporte favorito sem complicações? E se suas dores estiverem com os dias contados, você ficará feliz?

É simples. Basta seu esforço e dedicação. O restante é comigo. Sou Rodrigo Bender, idealizador do método de Treinamento para Prevenção e Reabilitação de Lesões. Esta metodologia foi desenvolvida por meio de diversos estudos, experiência profissional ao longo de 15 anos atuando como Personal Trainer e especialista em Fisiologia do Exercício e Grupos Especiais. Após todo este aprendizado, conhecimento e resultados alcançados com diversos clientes, está na hora de lhe ajudar também.

Como funciona

O Grupo de Treinamento para Prevenção e Reabilitação de Lesões na Coluna tem o objetivo de atender até três integrantes por horário no período de quatro meses, sendo que durante este período irei avaliar seu desempenho, planejar seus treinos, metas e objetivos individualmente. Cada fase no processo de sua recuperação e fortalecimento consiste em uma melhora específica das suas dificuldades.

Melhora da mobilidade articular e CORE;

Alongamento e ganho de amplitude articular;

Iniciação aos treinos resistidos e de estabilização articular;

Treinamento de força, iniciação ao esporte e funcionalidade para o dia a dia.

Em cada etapa eu lhe acompanharei com técnicas e exercícios que irão ajudar a melhorar sua qualidade de vida, bem-estar e, o melhor de tudo, acabar com suas dores. Além disso, você receberá e-book com: dicas de exercícios para fazer em casa; informações sobre vestimentas para o conforto dos treinos e exercícios; artigos científicos para esclarecer qualquer dúvida em relação a sua patologia e Treinos exclusivos.

Por

Rodrigo Bender

Personal Trainer

A prática do exercício físico contribuí também durante o tratamento de câncer

A atividade física promove o equilíbrio dos níveis de hormônios, reduz o tempo de trânsito gastrointestinal, fortalece as defesas do corpo e ajuda a manter o peso corporal adequado. Com isso, contribui para prevenir o câncer de intestino (cólon), endométrio (corpo do útero) e mama (pós-menopausa).

Conforme Battaglini et al. (2003), o exercício aumenta o volume cardíaco para suprir oxigênio e nutrientes e eliminar dióxido de carbono e resíduos metabólicos. Logo, o sistema respiratório lida com um aumento de trabalho, troca de oxigênio e gás carbônico entre sangue e atmosfera seguido do sistema nervoso e vários hormônios, que têm de integrar a resposta do organismo ao exercício e regular as mudanças metabólicas que ocorrem nos músculos e em outros tecidos.

Entretanto, para que o exercício seja efetivo e seguro nessa população, ele deve ser prescrito respeitando princípios como individualidade, tipo, intensidade, frequência e duração do exercício, incluindo no programa de treinamento tanto componentes anaeróbios quanto aeróbios.

Considera-se, portanto, que a prática de exercício físico durante o tratamento de câncer contribuiu com melhorias dos aspectos psicológico, social e físico, porém é importante considerar quais práticas podem ser desenvolvidas com esse público e em qual momento do tratamento essas podem ser inseridas.

Sempre com acompanhamento profissional capacitado.

Por

Raphael Mello Block 

(CREF-4547/SC)

Studio Top Physical

Personal Trainer & Ginástica Laboral

http://www.topphysical.com.br

fanpage:/studiotopphysical

47 3348-2424 (Agende a sua visita)

Rua: Lauro Muller, 863, Fazenda – Itajaí – SC

Exercícios para evitar lesões

Olá, galera! Tudo bem? Como eu havia prometido na última edição, segue uma série de exercícios que podem e devem ser feitos para evitar as lesões e que ajudam a melhorar a mobilidade articular. Lembrando que se for se exercitar, o ideal é sempre procurar orientação por profissionais capacitados. Agora vamos aos nossos exercícios de hoje. 

1 – Prancha Abdominal (fortalecimento do abdômen): de barriga para o chão, manter na posição onde o quadril esteja na mesma altura dos ombros, pés afastados na largura do quadril, cabeça onde o queixo fique mais próximo do peito. 

Fazer: 3 x de 20-30 segundos (sugestão) ou ficar o tempo que conseguir na posição.

2 – Posição do bebê (alongamento para as costas e lombar): com os joelhos apoiados no chão, sentar o quadril nos calcanhares e levar os braços para cima da cabeça apoiando os mesmos no chão, tentar manter o quadril firme nos calcanhares e estender o máximo que conseguir os braços.

Fazer: 3 x 20 – 30 segundos (sugestão) ou ficar o tempo que conseguir na posição.

3 – Elevação de Pelve (fortalecimento de glúteos, posteriores de coxa e lombar): Ficar de Costas para o chão, joelhos flexionados e afastados na mesma linha do quadril assim como os pés, realizar o movimento de elevação da pelve até a altura dos joelhos e descer até o chão.

Fazer: 3 x de 20 – 30 repetições.

Por

Rodrigo Bender

Personal trainer

 

A IMPORTÂNCIA DE REALIZAR TREINOS PARA PREVENIR LESÕES

Olá, galera. Tudo bem? Hoje nosso assunto é sobre como treinar pensando na prevenção de lesões ocorridas no dia a dia e/ou no esporte que praticamos. Vários fatores podem induzir o ser humano a sofrer lesões no joelho, costas, quadril, ombro e assim por diante, primeiro uma anatomia não muito correta em sua função, como desvios posturais, desalinhamento articular, encurtamento e fraqueza muscular, causando trofismo e enfraquecimento muscular, gerando má postura, dores e condutas que provocam stress nesta musculatura e articulação. Pensando que podemos diminuir essas lesões fazendo alguns exercícios mais específicos tanto para as atividades de vida diária assim como para o esporte, hoje irei te ajudar a evitar ou pelo menos diminuir suas chances em ocasioná-las.

Com um programa de fortalecimento muscular, melhora de alongamentos nos músculos e mobilidade articular pode-se proporcionar benefícios que irão evitar que por algum momento inesperado onde você precise dessas estruturas fortes e móveis em lhe causar algum tipo de lesão.

Na grande maioria das vezes quando queremos evitar algum tipo de lesão pensamos em melhorar nosso alongamento e “criar” mais músculos, pois bem e se eu te disser que antes de qualquer coisa devemos melhorar nossa MOBILIDADE ARTICULAR!

Mas Rodrigo, o que seria isso? Nada mais do que você conseguir ter boas amplitudes de seus movimentos. Quantas vezes você tentou fazer algum exercício ou movimento que por falta de mobilidade não conseguiu? A simples tentativa em “coçar as costas” e não chegar lá, tentar fazer um movimento jogando uma “pelada” de futebol e sair com dores, ou até mesmo na academia fazer um exercício e não conseguir pela falta de mobilidade e amplitude articular.

Quem já passou por alguma situação de cirurgia de joelho, por exemplo, sabe o quanto é importante você voltar a ter a amplitude de movimento para parar de “mancar” e ter uma marcha normal.

Então galera, hoje nosso foco foi em explicar como dar o início em um programa de treino para evitar as lesões causadas pelo dia a dia ou esporte, em nossa próxima edição irei te orientar com alguns exercícios para evitar essas lesões. Lembre sempre em procurar orientação por profissionais capacitados. Grande abraço!

Por

Rodrigo Bender

Personal Trainer

Instagram: rodrigobenderpersonal

Por que não consigo ter bons resultados com meus treinos?

Olá, galera. Hoje nosso assunto é bem polêmico, muitos me questionam o porquê de não conseguir bons resultados nos treinos que fazem, então vamos entender quais os fatores que te levam a não ter seus objetivos alcançados!

Pois bem antes de tudo irei te fazer uma pergunta, quando você procura uma academia, clube, Studio você sabe qual é o seu objetivo? Quantos dias você poderá treinar? Quais suas metas?

Parece besteira, mas a grande maioria das pessoas não sabe o que quer quando começam a treinar, ou até mesmo falam que querem “emagrecer, ganhar massa muscular” e assim por diante, mas não pararão para se organizar em sua rotina do dia-dia.

Isso faz muita diferença em sua prescrição de treino, pois o seu treino é feito para suas necessidades, metas e disponibilidade em tempo para  treinar, muitos quando fazem a avaliação física dizem que virão treinar de 4-5 vezes na semana, mas aparecem duas ou, no máximo, três vezes na academia, diante disso se formos ver dos 20 treinos mensais que deveriam ser feitos apenas oito ou 12 foram concluídos.

E ai de quem fica a “culpa”?, o maior responsável em atingir seus objetivos é você, os treinadores são os “motivadores e facilitadores” , pessoas que irão conduzir para que você chegue a seus objetivos, as metas que você almeja só serão alcançadas se você se esforçar.

A melhora de sua alimentação, o foco e determinação em seus treinos é que faz toda a diferença no término do seu mês e plano de meta. Antes de tentar culpar o treino, academia, treinador, nutricionista pense no que você está fazendo para alcançar suas metas e objetivos.

Procure sempre bons profissionais para te ajudar, fico à disposição para poder esclarecer, tirar suas dúvidas e te ajudar a alcançar seus objetivos.

Grande abraço!

Por

Rodrigo Bender

Personal trainer

Academia Estação Azul

estacaoazul.com.br 

47 3045.3139 | Centro | Itajaí 

É normal sentir dores de cabeça durante ou após os treinos?

Olá, galera! Todos sabem que praticar exercícios físicos, sendo orientados ou não melhora a saúde, garante uma qualidade de vida e ainda contribui para o alívio do estresse e da ansiedade do dia-dia. Mas, por que então algumas pessoas sentem dores de cabeça durante ou depois de fazer exercícios?

Antes de tudo, deixando bem claro que o exercício físico sendo bem orientado diminui muito o risco do aluno em ter essas reações durante ou pós-treino, mas então como acontecem essas dores?

Vamos por parte, primeiramente existem vários fatores externos (causados por nós) como desidratação, consumo de bebida alcoólica em excesso, falta de sono, TPM e estresse que podem gerar essas dores, o fator causado pelo esforço intenso do treino, calor ambiente e algumas modalidades que exigem mais do corpo como natação, corrida, bike e exercícios feitos ao ar livre quando as temperaturas e sol estão aumentados podem gerar Também essas dores que geralmente estão localizadas ao lado da cabeça.

As dores causadas por fatores externos podem ser facilmente resolvidas, melhorando as causas, gerando mais cuidado de nosso corpo reduz muito as possibilidades de termos dores de cabeça durante ou pós-treino. E quando a pessoa chega à academia ou começa a fazer algum exercício ao ar livre e começa a ter dores de cabeça o que fazer?

Em alguns casos, a dor de cabeça pode ser provocada pelo aumento da pressão arterial durante o treinamento resistido (com pesos) e, geralmente, porque você prende a respiração mais do que faria normalmente.

O aumento do fluxo sanguíneo da musculatura que estamos trabalhando também pode gerar esse desconforto, sendo assim uma forma de evitar e possivelmente resolver esse problema seja um pequeno ajuste de carga, tempo de intervalo e correção da respiração.

Converse sempre com seu treinador, fique sempre hidratado, sabendo que a desidratação pode ser um fator bastante comum que causa impacto nas dores de cabeça.

O problema em si raramente significa algo grave, mas fique sempre atento a esses episódios, pois se vir a acontecer a intensificação do problema um médico precisa ser consultado para avaliar seu estado de saúde.

Espero ter ajudado.

Por

Rodrigo Bender

Personal trainer

Academia Estação Azul

estacaoazul.com.br 

47 3045.3139 | Centro | Itajaí 

Obesidade

Olá, galera! Hoje vamos falar sobre a obesidade na infância e adolescência, quais tipos de exercício aeróbico pode ser mais eficiente para o emagrecimento.

A obesidade é uma doença crônica, e independente da fase da vida que nos encontramos, bebes, criança, adolescência e fase adulta ela é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal em decorrência de um balanço energético positivo (excesso de ingestão alimentar), a falta de atividade física e exercícios orientados causam um sedentarismo muito grande, tornando o indivíduo com sobrepeso e ou obeso.

No Brasil, a obesidade acomete cerca de 14% dos adolescentes, e ao contrário do observado em décadas anteriores, atualmente, verifica-se uma manutenção da prevalência de obesidade (Effects of different intensities of aerobic training on body composition in obese adolescentes).

Assim, o acompanhamento e monitoramento do aumento de peso e tecido adiposo nas fases de criança, adolescência e puberdade é de essencial importância, tendo em vista que, durante este período do desenvolvimento, a composição corporal é um potente preditor da massa corporal na fase adulta, podendo sim ser um adulto com sobre peso e ou obeso. (Effects of different intensities of aerobic training on body composition in obese adolescents Priscyla Praxedes Gomes¹ Humberto José Gomes da Silva1 Camila Tenório Calazans de Lira1 Mara
Cristina Lofrano-Prado2 Wagner Luiz do Prado)

Portanto, devemos o quanto antes conseguir identificar essas necessidades e incentivar cada vez mais as crianças a brincarem a moda antiga, correr, andar de bicicleta, pega-pega, pular corda, assim como os pais devem ter atitudes dentro de sua família onde existem muitas atividades, e apenas ficar assistindoTV, Netflix e eventos onde apenas o “sedentarismo” esteja próximo.

Agora que já identificamos os grandes causadores da obesidade nessa fase de desenvolvimento, vamos tentar entender como podemos através dos exercícios aeróbicos e quais os melhores protocolos para combater essa etimologia.

Na próxima edição irei trazer um artigo falando sobre os benefícios e resultados por meio de três protocolos de treinamento aeróbico.

Espero ter ajudado, grande abraço.

Por

Rodrigo Bender

Personal trainer

Academia Estação Azul

estacaoazul.com.br 

47 3045.3139 | Centro | Itajaí 

Lombalgia e prática de exercícios

Olá, galera! Hoje irei falar sobre um desconforto lombar que todos nós algum dia iremos sentir, a Lombalgia. Mas, antes vamos entender as suas causas para depois achar uma forma de evitá-la ou até mesmo nem a sentir.

A dor lombar é uma sintomatologia comum com chances de 50% a 70% de desenvolvimento ao longo de nossas vidas. Quando temos uma “crise de dor lombar” geralmente essa dor passa de duas a quatro semanas para 90% das pessoas, mas no ano seguinte ao primeiro episódio, a dor retorna em 60% a 80% das pessoas, levando a custos financeiros, diminuição da funcionalidade e, consequentemente, piora da qualidade de vida. (Effects of the stabilization exercises in pain and function of chronic low back pain subjects Ana Cristina Lamounier Sakamoto1;
André de Souza Nicácio2; Laura Amaral e Silva3; Renan Caldeira Victória Júnior3; Ian Lara Lamounier Andrade1; Lucas Rodrigues Nascimento).

Uma das principais causas da lombalgia está associada à instabilidade, que é a perda da habilidade de manter a coluna em suas estruturas fisiológicas correta, fazendo com que as cargas impostas sobre ela sejam “divididas pelos três arcos que temos na coluna (cervical, torácica e lombar) de forma correta.

Pessoas com lombalgia apresentam uma alteração no recrutamento (fraqueza) dos músculos responsáveis pela nossa sustentação (CORE), esses que nos mantêm eretos fazendo com que a nossa coluna tenha uma “vida saudável”, diminuído os riscos de maior compressão nos discos intervertebrais e evitando futuras hérnias de disco.

Pois bem, e agora o que fazer para evitar essas dores? Um dos maiores causadores das lombalgias é a postura que adotamos em nosso dia a dia. Sabe aquela postura toda curvada ao sentar na cadeira que parece ser a melhor forma do mundo para se sentar? Essa mesma. Ela causa uma diminuição do arco lombar que, consequentemente, ocasiona
uma compressão discal muito grande, pois recebe todo o peso do tronco nesta região. E isso, em médio e longo prazo, acarretará em dores horríveis. Mas, um simples ajuste em nossa postura diariamente é capaz de sanar quase que 60% dos riscos, eliminando o aparecimento de pequenas crises ou até mesmo nos poupando do afastamento de funções diárias com as crises agudas.

Na próxima edição, irei falar sobre as opções de atividades que você poderá fazer, até mesmo em casa, para fugir dessas dores!

Espero ter ajudado, um grande abraço.

Por

Rodrigo Bender

Personal trainer

TREINAMENTO FUNCIONAL E MUSCULAÇÃO QUAL ESCOLHER?

 Por Marianne Thieme Meyer, personal trainer Studio Top Physical

São duas excelentes formas de exercícios. A base do treinamento funcional está nos movimentos naturais do corpo humano, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar, exigindo maior equilíbrio, coordenação motora e consciência corporal do praticante. O objetivo é tornar o corpo mais inteligente (funcional). Por não exigir aparelhos, as vezes acessórios (elásticos, bolas, cordas…), as variações dos movimentos são bem amplas, com a possibilidade de praticar ao ar livre, o que pode tornar o treino mais atrativo e divertido para algumas pessoas.

A musculação tradicional é uma forma de treinamento que utiliza aparelhos, barras e halteres para gerar a sobrecarga nos exercícios. O objetivo é tornar o corpo forte e com mais volume muscular (hipertrofia). Os aparelhos isolam grupos musculares durante a execução – o que, para alunos iniciantes e/ou com muitas limitações, pode ser a opção mais segura.

Lembrando que numa sala de musculação é possível treinar de forma tradicional – com os aparelhos – e de forma funcional (apenas com o peso do corpo como sobrecarga ou com acessórios). As duas possibilidades de treinamento são eficazes, mas para garantir os resultados e evitar lesões, o acompanhamento profissional é imprescindível.

No Studio Top Physical utilizamos de forma conjunta essas duas possibilidades de treinamento para otimizar os resultados, levando em conta a capacidade, a necessidade e o objetivo do nosso cliente.

Studio Wave é inaugurado em Balneário Camboriú

O espaço é considerado o maior estúdio de personal trainer do Brasil

 Nesta sexta-feira (26) Balneário Camboriú recebeu com grande festa a inauguração do Studio Wave, o maior estúdio de personal trainer do Brasil, anexo a Wave Barra Sul, considerada a terceira maior academia do país.

Com 1.000 m² de espaço premium o local inclui áreas de musculação, aeróbicos, treinamento funcional, tatame, alongamento, peso livre, vestiários, bomboniere com mimos aos clientes, como picolés de açaí, isotônico, sucos, frutas da estação, barrinhas de cereal e suplementos, além de uma ampla área de conforto e convivência com sofás e cadeiras de massagem. Neste espaço o aluno só pode treinar com um personal trainer.

A festa de inauguração contou com a Lista Vip de Alex Ferrer e a participação de empresários e personalidades locais e estaduais, incluindo o vice-prefeito e o prefeito de Balneário Camboriú.

Fabrício Oliveira, Marcos Gracher e Claudio Gastão Filho

Fernando Querne e Patrícia Boni

Ágata Cipriani

Amaury Júnior – Lucilena Castanho

Ana Olinger e o filho Eduardo