Diz aí: Você sente dores?

Por quanto tempo ainda quer senti-las? Já pensou acordar e não ter desconforto? Fazer normalmente suas atividades do dia a dia? Poder brincar com seus filhos e netos ou praticar seu esporte favorito sem complicações? E se suas dores estiverem com os dias contados, você ficará feliz?

É simples. Basta seu esforço e dedicação. O restante é comigo. Sou Rodrigo Bender, idealizador do método de Treinamento para Prevenção e Reabilitação de Lesões. Esta metodologia foi desenvolvida por meio de diversos estudos, experiência profissional ao longo de 15 anos atuando como Personal Trainer e especialista em Fisiologia do Exercício e Grupos Especiais. Após todo este aprendizado, conhecimento e resultados alcançados com diversos clientes, está na hora de lhe ajudar também.

Como funciona

O Grupo de Treinamento para Prevenção e Reabilitação de Lesões na Coluna tem o objetivo de atender até três integrantes por horário no período de quatro meses, sendo que durante este período irei avaliar seu desempenho, planejar seus treinos, metas e objetivos individualmente. Cada fase no processo de sua recuperação e fortalecimento consiste em uma melhora específica das suas dificuldades.

Melhora da mobilidade articular e CORE;

Alongamento e ganho de amplitude articular;

Iniciação aos treinos resistidos e de estabilização articular;

Treinamento de força, iniciação ao esporte e funcionalidade para o dia a dia.

Em cada etapa eu lhe acompanharei com técnicas e exercícios que irão ajudar a melhorar sua qualidade de vida, bem-estar e, o melhor de tudo, acabar com suas dores. Além disso, você receberá e-book com: dicas de exercícios para fazer em casa; informações sobre vestimentas para o conforto dos treinos e exercícios; artigos científicos para esclarecer qualquer dúvida em relação a sua patologia e Treinos exclusivos.

Por

Rodrigo Bender

Personal Trainer

Congresso Vida

A equipe da Perfil Editora, que tem entre outras publicações a revista Bem Estar, esteve presente no Congresso Vida, que aconteceu no último final de semana em Balneário Camboriú. O evento  é voltado para o compartilhamento de vivências para uma vida melhor em todas as áreas. A revista Bem Estar é referência no estado de Santa Catarina como publicação de saúde e qualidade de vida.

As empresárias à frente da Perfil Editora, Elisabete e Luciana Coutinho
Elisabete Coutinho, Samira Rocha, Luciana Coutinho e o jornalista Fernando Rocha


Qualidade de vida em primeiro lugar

A Praia Brava com toda a sua essência oferece, para quem nela vive ou visita, muito mais que exuberantes belezas naturais. Ela é também o local onde encontramos grandes empresas e profissionais de destaque como o cirurgião plástico, Guilherme Schmitt. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, atua há mais de 10 anos na área estética e reconstrutora, com técnicas avançadas e seguras objetivando melhorar a qualidade de vida e a autoestima de seus pacientes.

E quando o assunto é a qualidade e tendo em mente que o mínimo que qualquer profissional deve fazer é o de entregar um bom resultado, o cirurgião comenta que um dos diferenciais do seu trabalho está no atendimento pós-operatório. “Atenção ao paciente vai muito além das consultas que antecedem o procedimento cirúrgico. Isso porque entendo que quem vem ao meu consultório não deseja apenas um bom resultado, mas também uma experiência diferenciada. E isso, eu e minha equipe proporcionamos. Somos muito atenciosos. Além do quê, para uma boa recuperação, incluindo os cuidados usuais, é preciso que o paciente se sinta seguro, sabendo que a qualquer dúvida ou desconforto, eu estarei ali”, destaca dr. Guilherme.

Além disso, dr. Guilherme revela que entre os fatores que o estimulam todos os dias a exercer seu trabalho com excelência e que o faz buscar castamente mais conhecimento, está o retorno que recebe de seus pacientes. “Saber que pude contribuir para que alguém possa sentir-se mais seguro, feliz e com a autoestima elevada, é sem dúvida uma das maiores recompensas”.

Atendendo em dois consultórios, sendo um na cidade de Gaspar e o outro em Itajaí, conta com uma agenda lotada com cerca de cerca de 20/cirurgias mês. Entre os procedimentos realizados, destaque para: cirurgia reparadora, lipoaspiração, face, pálpebras, nariz, coxas, implantes, mamas, braços, abdome, toxina botulínica e preenchimentos com ácido hialurônico.

Por

Dr. Guilherme Luis Schmitt
Cirurgião Plástico CRM/SC 18.239
Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Itajaí
Riviera Business & Mall
(47) 3021-5921 | 99293-4020
Av. Osvaldo Reis, 3281 – Sala 1503 – Praia Brava

Gaspar
Atitude Centro Empresarial
(47) 3332-8286 | 98480-8286
Rua São José, 253

Nem pensar em parar

Com a chegada do inverno, temperaturas mais amenas, é preciso cuidado redobrado para não perder o ritmo e parar de praticar atividade física regular.
O verão e as meias estações favorecem para sair mais de casa, praticar atividade física ao ar livre (outdoor), ter mais ânimo e disposição (na maioria das vezes), mas com a chegada do inverno, as temperaturas mais frias, chuva… naturalmente tentamos nos “proteger” mais.
Porém temos que manter o cuidado com nossa saúde durante todo o ano, e atividade física contribuí para isso. Exercícios físicos regulares ajudam na manutenção e aumento da imunidade, sendo uma época do ano que temos maior proliferação de alguns vírus como a gripe, atividades físicas regulares podem ser uma ferramenta que nos ajudará a combatê-los. Estudos mostram que exercício físico de altíssima intensidade pode ser imunodepressivo
(isso pode ser relativo, talvez a nível de treino de atletas profissionais, pois praticantes amadores não precisam “ultrapassar” seus limites), porém exercícios físicos de intensidade moderada trabalham a seu favor, liberando substâncias químicas que fortalecem sua imunidade e ajudam no combate ao estresse, situação que com certeza vai te causar danos muito maiores a sua imunidade, e consequentemente, à sua saúde.
Uma boa opção para manter-se ativo nesse período são atividades física indoor: estúdios, academias, clubes… Um treino personalizado, bem planejado e orientado pode ajudar a você se adaptar melhor a treinar em locais fechado. Para maiores entusiastas de treinos na rua com um pouco de investimento hoje dispomos de tecidos tecnológicos que vão proteger contra frio e chuva e ainda te dar mobilidade para seus exercícios.
Então não se assuste ou se acomode, cuide de sua saúde! Mantenha sua atividade física regular e bem orientada. O Studio Top Physical aguarda sua visita, agende um horário para conhecer nosso espaço.

Por 

Sérgio Benedito Jr

Studio Top Physical

Endereço: Rua Lauro Muller, 863 Fazenda – Itajaí – SC

Tel: (47) 3348.2424

contato@topphysical.com.br

http://www.topphysical.com.br

fanpage: /topphysical

Você receberá mais da vida se passar por ela com um sorriso

Dicas para uma vida mais feliz em todas as áreas

Por que vale a pena ser feliz? Uma vida saudável é uma vida mais próxima do equilíbrio. Não é fácil ter esse equilíbrio porque todos os sentimentos estão sempre muito próximos. Sabemos que a vida pessoal versus vida profissional tem que ser analisada diariamente e que são lugares e sentimentos parecidos, mas não são uma coisa só. São lugares e pessoas diferentes, então baseado no livro “Incision Decisions” de Kaye Newton, quanto mais vivemos, mais provável é que sejamos felizes. Incontáveis pesquisas já mostraram que no decorrer da vida, a felicidade forma uma curva em U.

Somos mais felizes na infância e na velhice. No início da idade adulta, o nível de felicidade se reduz. É compreensível, dados o estresse e as mudanças importantes que ocorrem na vida aos 20, 30 e 40 anos. Aprender a ver com bons olhos os eventos da vida nos ajuda a ser mais felizes quando envelhecemos. E vale a pena ser feliz. Temos benefícios nos relacionamentos, no trabalho, na saúde, na atitude e em outros aspectos da vida. Abaixo, alguns pontos que devem ser observados em cada área da nossa vida.

1. Felicidade e relacionamentos

Você tem amigos ou parentes em quem confiar? Se tiver, automaticamente, você é mais feliz do que quem não tem a quem recorrer em busca de conselhos ou companhia.

Dica: “A satisfação nos relacionamentos é o provedor mais forte de felicidade que temos”, já dizia Meik Wiking, presidente-executivo do Instituto de Pesquisa da Felicidade em Copenhague, na Dinamarca.

2. Felicidade e trabalho

Os pesquisadores estudaram características dos empregos que levam à felicidade e a maior satisfação na vida. A maioria prefere, acima de tudo um bom equilíbrio entre vida e trabalho.

De acordo com Jan Emmanuel de Neve, professor de economia na Escola de Administração Saïd, da Universidade de Oxford, “a variedade e o aprendizado de coisas novas são importantes, mas menos do que o equilíbrio entre vida e trabalho”.

3. Felicidade e saúde

Pesquisadores da Itália descobriram que as pessoas com percepção positiva do envelhecimento são mais felizes. Viva o suficiente e provavelmente você enfrentará dificuldades, alegrias e sofrimentos, porque a vida é isso: alegria e superação. Estamos falando de equilíbrio e de medida. Devemos sempre nos perguntar: o que posso aprender com essa experiência para aplicar no futuro?

4. Felicidade e cuidados pessoais

O otimismo e a resiliência podem ajudar você a ser feliz. Felicidade vem de dentro, crie um caminho único, exclusivo e só seu, e caminhe para a vida que gostaria de ter e lute por ela. Nada cai na sua mão, tudo é movido por um esforço, por uma vontade que vem de dentro de você. Amor próprio, primeiro amor é você mesmo.

Dicas de felicidade que aprendi e carrego para minha vida.

Ajuste sua atitude – Muita gente se queixa de não ser feliz, mas não faz nada para mudar a situação. Aprenda a ser mais aberto e otimista.

Interaja com seu cônjuge de maneira cooperativa e cuidado com o excesso de reclamações, ele é seu porto seguro. Nunca trate seu cônjuge como seu amigo, ele é muito mais que isso (diz John Helliwell), seja sempre gentil com a sua família.

Retribua sempre que puder e sejamos sempre gratos. Preste atenção no que você tem, esse é o pensamento de uma pessoa positiva e otimista. Não se concentre no que você não tem. “Ser grato faz parte de uma atitude positiva”.

Por

Thalyta Ern

Diretora da Clínica Andy Ern

Life coach e mentora humanizada ISOR

É hora de transformar tempo em saúde

“Vamos transformar essa preguiça em músculos!”. Quem cresceu no início dos anos 90 certamente reconhece essa frase. As palavras gritadas pelo ator Arnold Schwarzenegger no clássico filme da Sessão da Tarde, “Um Tira no Jardim de Infância”, de 1990, era capaz de colocar qualquer criança e adolescente diante da TV fazendo polichinelo.

Porém, apesar do sucesso do filme no Brasil e no mundo, com uma arrecadação de mais de 200 milhões de dólares só em bilheteria, o hábito não prosperou e transformar preguiça em músculos não vem sendo prioridade para muita gente. Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, 60% da população mundial não pratica nenhum tipo de atividade física regular. No Brasil, a Pesquisa Nacional de Saúde mostrou que metade da população é sedentária. E não basta fazer um polichinelo aqui e ali. Para o OMS é sedentário aquele que pratica menos de 90 minutos de exercício físico por semana.

“Não se trata apenas de sair de uma estatística, deixar de lado o sedentarismo é uma forma de prolongar a vida”, alerta o médico Geriatra, José Mariano Melo Garcia. Ele lembra que existem sete tipos de doenças, segundo a OMS, que são as principais responsáveis por elevar os índices de óbitos no planeta. “Entre elas estão: doenças cardíacas e pulmonares, acidentes vasculares cerebrais, infecções respiratórias, câncer (pulmão, traqueia e brônquios), diabetes e alzheimer (e outras demências). Todas elas podem ser evitadas preventivamente por meio da prática de atividades físicas, além de incluir uma alimentação saudável no dia a dia”, explica ele. Sim! Está na hora de transformar seu tempo e rotina em saúde!

TRANSFORMANDO PREGUIÇA EM MÚSCULOS, em 5 passos
“Tudo na vida é questão de escolha. Os hábitos e as prioridades também. Quando a gente se acostuma com algo, parece que realizar uma mudança é impossível, mas não é. Basta romper com a rotina algumas poucas vezes e logo tudo se mostra possível. Vivemos, às vezes, em modo automático porque deixamos o nosso cérebro automatizar aquele modo”, explica o Coach João Ernani.

DEFINA METAS
Segundo o psiquiatra Eustáquio de Melo Garcia, para transformar preguiça em saúde é preciso ter consciência que os hábitos, sejam eles ruins ou bons, estão diretamente ligados a um ganho imediato. “Quando se fuma, por exemplo, busca-se um relaxamento ou uma companhia. Por isso, para praticar uma atividade física e fugir do sedentarismo é necessário definir metas. Mas atenção: nada de querer se transformar em Gisele Bündchen com três dias de academia. Crie objetivos realistas”, explica Melo Garcia.

ENCONTRE SUA TRIBO
Sim! É preciso definir o que se quer. E vale tudo: podem ser “perder peso”, “ganhar massa corporal”, “aumentar a quilometragem alcançada” e até “fazer novos amigos”. “Isso mesmo. As atividades físicas formam tribos. Essa é a segunda regra: encontre seu grupo”, sugere João Ernani. É muito mais fácil praticar atividade quando tem gente apaixonada por fazer aquilo do seu lado. E nem precisa ser um time de futebol. Uma pesquisa realizada no Reino Unido acompanhou a rotina de mil mulheres e concluiu que aquelas que malham com companhia praticam exercícios por mais tempo e queimam um maior número de calorias. “Quando se pratica atividade em grupo ou em dupla é possível estabelecer mecanismos motivacionais. Por exemplo, pode-se criar uma competição saudável entre dois amigos que jogam tênis ou nadam juntos. Quem ganhará de quem amanhã?”, lembra João.

MELHORE SUA ALIMENTAÇÃO
Pode parecer clichê, mas se preocupar diariamente com a alimentação é fundamental. “A gente é o que a gente come. Ter uma alimentação saudável é o alicerce para se construir uma rotina de bem-estar”, explica João Ernani. Para isso, existem dez mil maneiras, descubra qual é a melhor para você. “Algumas coisas são consensos. Por exemplo, fugir das tentações industrializadas e manter um equilíbrio nas refeições são regras básicas. Em muitos casos também é bom incluir na rotina de alimentação o consumo de nutracêuticos”, detalha. Nutracêuticos são vitaminas, minerais e alimentos funcionais com bioativos concentrados. São utilizados com a finalidade de melhorar a saúde, em doses superiores àquelas que poderiam ser obtidas naturalmente na dieta.

RITUALIZE SUAS CONQUISTAS
Na opinião de Rafael Pacheco Terra, também médico geriatra, é preciso festejar. “Todo mundo precisa de motivação. Criar fases de conquistas ajuda a alavancar o próximo passo. Por isso, após cada meta superada, estabeleça um rito. Aproveita para exercitar também a criatividade! Saia para festejar com os novos amigos ou se premie com algo que você anda precisando: um tênis novo, uma roupa nova ou até uma viagem. Aproveite seus triunfos!”.

TENHA CALMA
Segundo Rafael, a empolgação inicial, porém, em uma mudança de hábito pode ser nociva a depender do exagero. É preciso ter calma. “É necessário respeitar seu corpo. Por isso, entender os limites é fundamental. Nessa hora, cada um precisa se conhecer. Não adianta querer acompanhar os amigos que possuem outro genótipo ou hábitos diferentes. Devagar e sempre”, sugere. Então, vamos transformar essa preguiça em músculos?

SAIBA MAIS
Sedentarismo e como fugir dele será uma das principais pautas do Congresso Nacional Online Viver Ativo e Saudável, que será realizado entre os dias 21 e 25 de maio. A atividade, que tem o patrocínio do Aché Laboratórios Farmacêuticos, através de sua linha de saúde, nutrição e bem-estar Achevita, é gratuita e 100% online. Mais de 25 estudiosos em comportamento humano e defensores dos hábitos saudáveis irão palestrar sobre esses e outros assuntos para convencer o público participante de que viver em bem-estar é uma forma de viver mais. Todos os entrevistados dessa reportagem fazem parte do corpo de especialistas que compõe o evento. Conheça mais em https://conavas.ativoesaudavel.com.br/.

VIVER ATIVO E SAUDÁVEL
O projeto Viver Ativo e Saudável define um estilo de vida estimulante, trazendo informações sobre como adquirir hábitos para uma vida saudável, longeva e feliz. O portal do projeto oferece artigos, eventos, cursos, congressos e vídeos sobre bem-estar I http://ativoesaudavel.com.br/

ACHÉ LABORATÓRIOS FARMACÊUTICOS
O Aché é uma empresa 100% brasileira, com mais de 50 anos de atuação no mercado farmacêutico, que tem como propósito levar mais vida às pessoas onde quer que elas estejam. Conta com três complexos industriais: em Guarulhos (SP), São Paulo (SP) e Londrina (PR) e participação na Melcon do Brasil e na Bionovis, joint-venture brasileira dedicada à pesquisa e desenvolvimento de medicamentos biotecnológicos. Emprega mais de 4.600 colaboradores e possui uma das maiores forças de geração de demanda e de vendas do setor farmacêutico no Brasil. Para atender às necessidades dos profissionais da saúde e consumidores, o Aché oferece um portfólio com 326 marcas em 804 apresentações de medicamentos sob prescrição, genéricos e MIP (isentos de prescrição), além de atuar nos segmentos de dermocosméticos, nutracêuticos, probióticos e biológicos. Ao todo, são 142 classes terapêuticas e 25 especialidades médicas atendidas. O foco do Ache em Inovação é desenvolver produtos atraentes que estão atualmente presentes em 20 países das Américas, África e Ásia. Os produtos inovadores do Ache estão sendo desenvolvidos para registro nos mercados mais regulamentados do mundo.

Em 2017, 2016 e 2015, o Aché ficou em 1º lugar na categoria Farmacêuticas e Ciências da Vida do prêmio Inovação Brasil do jornal Valor Econômico, em parceria com a consultoria Strategy&. Em 2017, pela 1ª vez, ficou entre as 10 empresas mais inovadoras do Brasil. Também em 2017, ficou em 1º lugar na categoria Farmacêutica no prêmio Época Negócios 360º – As Melhores Empresas do Brasil e conquistou a 1ª posição do setor Farmacêutico, Higiene e Limpeza no prêmio As Melhores da Dinheiro, promovido pela revista IstoÉ Dinheiro. Figurou também em 1º lugar na categoria Indústria Farmacêutica na 14ª edição do estudo Empresas que Mais Respeitam o Consumidor. Em 2017, 2016 e 2015, foi eleito a 1ª colocada do setor no Prêmio Empresas Mais, pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Fundação Instituto de Administração (FIA), ligada à Universidade de São Paulo.

http://www.ache.com.br
http://www.facebook.com/achelaboratorios

http://www.achevita.com.br
http://www.facebook.com.br/achevita

Cinco dicas para preservar a rotina familiar e estimular a independência da melhor idade

Quando se tem um idoso em casa sabe-se como a rotina é parte imprescindível do cotidiano, muitas pessoas acreditam que isso pode ser nocivo ao cérebro, mas ela só será se não tiver atrelado aos desafios do dia a dia.

Muitas vezes as pessoas tiram os desafios diários, com a intenção de tornar mais simples a realização dos afazeres, o ideal é deixar com que o idoso elabore sua rotina e a descreva e anote em um caderno ou planilha para ser lembrada e colocada em pratica, esse é um exercício que faz bem para ele e para a família.

Visando melhorar a qualidade de vida da melhor idade, a cuidadora Silvia Camila, franqueada da maior rede de cuidadores de idosos do Brasil – a Home Angels, dá algumas dicas práticas de como cuidar dos idosos de maneira segura e acolhedora.

Agenda

Estimulá-lo a agendar seus próprios médicos e exames, mantendo, sempre, uma agenda a mão, para anotar os compromissos. Colaborar para que as atividades presentes no dia a dia sejam, em sua maioria, realizadas na mesma ordem, isso trará segurança ao idoso. Mas, lembre-se, vez ou outra é necessário e esperado pelo cérebro que algo seja alterado, para tirar o idoso do modo automático e assim gerar autonomia.

Higiene

O momento de higiene é rico em oportunidades de estímulo cognitivo, peça ao idoso que pegue os utensílios necessários para a higiene corporal ou bucal, separe-os por utilidade, por cor ou por marca, pode-se solicitar que seja higienizada determinada parte do corpo ou orientar qual sequencia de higiene deve ser feita, por exemplo, comece lavando a cabeça, depois as axilas, a barriga e assim por diante.

Também se pode colocar outros conceitos, como direita/esquerda, em cima/em baixo, para dentro/para fora, pedir que o ele soletre o nome do shampoo, por exemplo, ou da pasta de dente é um caminho bem interessante.

Essas atividades podem ser aplicadas à higiene bucal, corporal e intima, preste atenção, somente, para que áreas molhadas da casa, como os banheiros, não ofereçam risco de queda.

Alimentação

A alimentação é um momento de socialização entre as pessoas e pode ser usado de diversas formas para ajudar o idoso a se manter ativo. As mulheres são as mais beneficiadas nos estímulos aplicados ao preparo das refeições.

Peça que separe os legumes das verduras, que as higienize, corte ou coloque em um determinado local. Também pode ser solicitado que seja explicada como deve ser feito um alimento ou uma receita. Seguir receitas é outro ponto que vale a pena colocar na rotina, mas você pode fazer pequenas alterações para deixar o cérebro ligado na atividade, afinal é um desafio que o idoso não esperava. Após preparada, pode ser solicitado que coloque em um determinado local o alimento, como em uma tigela quadrada, por exemplo, e que esta deve ir à mesa do lado direito.

Uma simples ação e muitas informações legais. Ao servir a refeição, ele pode ser lembrado de escolher o que quer comer, quantidade, cores dos alimentos, classificação de cada item que está à mesa, por exemplo, sal se compra no mercado e cenoura no hortifrúti. Mas, atenção! A cozinha é um local com muitos utensílios que podem oferecer risco. Por isso, essas atividades devem ser feitas com a supervisão de outra pessoa.

Roupas

Vestir-se é uma atividade de um grau de dificuldade interessante. O cérebro precisa linkar várias informações ao mesmo tempo, como a temperatura do dia, o compromisso do dia, a cor, o estilo, entre outras vertentes. Peça que o idoso cheque a temperatura do dia para decidir se coloca roupas de frio, calor ou meia estação. Depois as peças podem ser separadas e ele escolher qual quer colocar e que cor combina com o que foi escolhido. As mulheres podem ser estimuladas a escolherem jóias e outros adornos que combinem com a vestimenta.

Enquanto os homens a escolherem gravatas, meias, lenços, relógios, a conversa pode ser em torno das roupas usadas nas diferentes fases da vida, como na adolescência e na vida adulta.

O ato de vestir-se também é bem interessante, pois requer a capacidade de lembrar o movimento que precisa ser feito e ao fazer envolve os aspectos motores e cognitivos. Por isso o idoso que tem condições de fazer todo o processo não deve ser barrado, pois além de se tratar de estímulo é uma ótima oportunidade de sentir-se ativo e dono das próprias decisões, ciclo que irá gerar autoestima e bem estar.

Lazer

As atividades de lazer, principalmente as que são ao ar livre oferecem estímulos cognitivos e motores. Encontrou uma flor no meio do caminho?

Porque não conversar sobre as cores, nome, onde deve ser plantado, como cuidar de uma flor. Chegou a um grande campo verde, é hora de tirar os sapatos e caminhar na grama, sentindo a textura, o desnível do solo e as sensações que veem com esse contato com a natureza.

Saiu para caminhar, que tal atrelar a ação motora a uma atividade cognitiva? Pode ser problema matemático ou uma tabuada. Pode ser uma música e cantarola-la durante o percurso.

Bingos e chás com as amigas são, por si só, momentos de grande atividade para o cérebro. Então, sempre que tiver oportunidade, o convite deve ser aceito.

O dia a dia pode ser muito interessante, desde que os olhos estejam treinados a enxergar essa possibilidade e o cérebro disponível para entender como uma oportunidade impar de ser estimulado. Não perca esse momento de acordar seus neurônios!

Quer saber mais sobre a Home Angels, a maior rede de cuidadores de idosos do Brasil, acesse: http://homeangels.com.br/.

 

Informações para a imprensa: Lucky Assessoria com Daniela Albuquerque
Tel.: (11) 5573-4777 /

Resiliência para viver melhor

Por Sara Cruz Frota

A palavra resiliência vem do latim “resilire”, que significa recusar, voltar atrás. É, também, a capacidade que temos de sermos flexíveis em momentos que estamos diante das adversidades. Essa flexibilidade é erguida por meio de um conjunto de crenças que permitem transcender os obstáculos da vida e progredir no futuro com superação. Quando falamos em comportamento, resiliência significa a construção de novos caminhos a partir do enfrentamento de situações muito estressantes. Carlos Drumond de Andrade escreveu uma vez: “A dor é inevitável. O sofrimento, opcional”. Esta lucidez do poeta, do seu modo, fala de resiliência.

Quando os pais permitem que os filhos experimentem o mundo ao seu redor e que eles respondam de forma natural e espontânea aos possíveis “obstáculos” que possam aparecer no seu caminho, estão dando a eles repertório para a resiliência. A Resiliência não é só um traço de caráter hereditário que você tem ou deixa de ter, pode ser uma conquista pessoal.

Algumas áreas da vida estão ligadas à resiliência psicológica e cooperam para a superação das adversidades, tais como otimismo com a vida, que é habilidade de confiar no desempenho, contornar os problemas e cultivar esperança. Além disso, o resiliente tem empatia pelos outros, ou seja, a habilidade de compreender suas emoções e saber lidar com as situações difíceis que a vida impõe. Ao perceber alterações de humor, aumento de tensão e diminuição da alegria de viver, talvez possa ser interessante parar e ver o que pode fazer para mudar.

Personal organizer: a profissionalização da organização de ambientes 

Saiba como um profissional especializado pode melhorar sua qualidade de vida

Você já se pegou observando sua casa sem saber por onde começar a arrumar a bagunça? Você não tem tempo para organizar suas coisas da forma como gostaria? Pois saiba que já existem no mercado profissionais especializados em organização. O trabalho de um personal organizer irá agilizar a execução de suas tarefas diárias, além de proporcionar bem-estar e harmonia em sua vida.

O personal organizer une treinamentos e técnicas para a organização de ambientes, sejam eles residenciais ou empresariais, atendendo às necessidades específicas de cada cliente. A ideia é otimizar tempo e espaço para que o cliente possa ter mais agilidade e praticidade no seu dia a dia.

Criada nos Estados Unidos há mais de 30 anos, onde milhares de pessoas já conhecem e se beneficiam com os serviços de um personal organizer, a profissão chegou ao Brasil há cerca de uma década. Ainda é pouco conhecida, mas vem ganhando visibilidade por meio de programas de TV, como o Santa Ajuda, do GNT.

A personal organizer Roberta Tachini, proprietária da empresa Bem Dita Organização Profissional, explica que a personalização é fundamental para a execução do trabalho. "Existem várias técnicas, cabe ao profissional identificar quais se encaixam melhor a cada cliente. O que funciona para um, pode não funcionar para outro", afirma.

Segundo Roberta, o trabalho é composto por três etapas: a visita de avaliação, quando o profissional em organização identifica as necessidades do cliente; a execução, que é o emprego das técnicas necessárias para cada caso; e o treinamento, que é uma proposta de mudanças de hábitos para a manutenção do que foi feito. "Em todas as etapas, é necessário observar a rotina do cliente para que, depois do trabalho concluído, a manutenção se torne mais prazerosa", explica.

Um profissional em organização também pode ser acionado em caso de mudança, começando com a seleção na casa atual, para evitar levar peças desnecessárias para o novo lar, até a organização de todos os itens na nova casa. O personal organizer também pode auxiliar no projeto de closets ou armários, definindo medidas e espaços específicos para a necessidade do cliente.

Segundo Roberta, a necessidade do profissional vem crescendo a cada dia. "As pessoas têm vidas cada vez mais corridas, com várias tarefas diárias. Ao mesmo tempo, prezam pela qualidade de vida e pelo bem-estar próprio e de sua família. Elas querem ter tempo livre para curtir com os familiares ou tirar férias, ao invés de perder tempo arrumando o que lhe parece interminável", avalia.

Sobre Bem Dita
A Bem Dita Organização Profissional nasceu do desejo de proporcionar soluções efetivas em organização, unindo técnicas e treinamentos para tornar seus clientes autossuficientes na arte de se organizar. Tem como missão levar praticidade, agilidade e, acima de tudo, bem-estar aos seus clientes, mostrando que é possível administrar seus espaços e seu tempo de forma eficiente, melhorando sua qualidade de vida. 

Sobre Roberta Tachini
Olá, sou a Roberta! Tenho paixão por organização e minha missão é levar os benefícios de uma vida organizada para o maior número de pessoas possível. Já trabalhei com vendas, administração e por formação fui professora de Matemática, mas foi como personal organizer que realmente me encontrei. Nada me traz mais alegria do que levar o bem-estar a uma família ou empresa.

Contato
Bem Dita Organização Profissional
Roberta Tachini
(47) 3355-5468
(48) 99987-1445
contato@bemditaorganiza.com.br