Alimentação com baixo consumo de carboidratos foi o tema central de seminário e workshop realizados em Florianópolis

O primeiro Floripa LowCarb, com o apoio da Associação Brasileira Lowcarb, apresentou evidências científicas em palestras com grandes nomes da Medicina e Nutrição

Com o objetivo de posicionar a “Low carb” (dieta com baixo consumo de carboidratos) entre as estratégias de saúde disponíveis para pacientes nos hospitais e propagar seus benefícios para todos que desejam aderir a uma alimentação saudável foi realizado no último fim de semana, na capital catarinense, a primeira edição do Floripa LowCarb. O evento, que contou com um seminário com intensa programação de palestras e também um workshop – que apresentou estratégias práticas de aplicar a low carb no dia a dia – trouxe a Florianópolis nomes que são referência na área; entre eles os médicos José Resende Barros Neto e José Carlos Souto, este último o presidente da Associação Brasileira LowCarb (ABLC).

Para a idealizadora e coordenadora do Floripa LowCarb, Mariana Bastian, o objetivo é tornar uma estratégia alimentar dentro dos consultórios. “As pessoas têm que estar informadas e saber que é uma opção de saúde, sim”, explica Mariana, que organizou o seminário ao lado da mãe, a nutricionista Mari Abreu, e o marido, o médico do aparelho digestivo Carlos Bastian. Outra meta estabelecida é fortalecer a ABLC. “Através de uma associação podemos debater, questionar órgãos públicos sobre a conduta da saúde pública. A associação servirá também para conferir autenticidade a produtos com o selo low carb, protegendo quem realmente é doente, como os diabéticos, que precisam da lowcarb como estratégia de saúde”, completa Mariana.

Um dos palestrantes presentes, José Resende Barros Neto, médico especialista em Clínica Médica e Nefrologia, explicou sobre a importância da saúde baseada em evidências e desmistificou lendas como a estratégia de alimentação low carb prejudicar órgãos como a vesícula e o coração. Neto ressaltou, também, o quanto as universidades de Medicina estão defasadas, não introduzindo cadeiras de Nutrição. “Minha avó que usava banha de porco sabia mais de nutrição do que eu, formado em Medicina”, brincou. O médico destacou ainda a interpretação equivocada e tendenciosa de pesquisas, principalmente as que demonizaram, anos atrás, o consumo de gorduras.

O seminário também abordou a questão da disciplina, imprescindível para a efetividade de dietas que exigem mudança de comportamento. Felipe Tuono, coach nutricional e treinador comportamental, realizador do I Seminário Gaúcho de Alimentação Paleo Low Carb, sugeriu ao público que planeje as datas que deseja “furar a dieta” ao longo do ano. “É preciso que assumamos autorresponsabilidade, para fazermos escolhas que fazem sentido para nós, sem nos deixarmos influenciar pelos outros”, disse Tuono, que auxilia médicos e nutricionistas na manutenção e adesão ao plano alimentar por parte dos pacientes. Para ele, “a autorresponsabilidade nos dá protagonismo”.

Talvez o nome mais aguardado pelos inscritos no seminário, José Carlos Souto, trouxe dados alarmantes sobre a saúde pública. “Apenas 12% da população americana goza de boa saúde e mais de 50% dos brasileiros tem sobrepeso. Não faz sentido empregar uma mesma pirâmide alimentar para todo mundo”, disse o médico, fazendo alusão à defasada pirâmide que traz em sua base os alimentos ricos em carboidratos como massas, pães e cereais. O Presidente da ABLC também esclareceu lendas como o consumo de gorduras ser prejudicial; e mostrou-se assustado por muitos hospitais ainda optarem por gorduras como a margarina em vez da gordura animal, como manteiga e banha de porco. “Adotar a low carb como uma das estratégias padrão é questão de saúde pública”, alerta.

Entre os estudos científicos apresentados por ele na palestra, um deles – publicado em veículos respeitados da área da Medicina mas sem repercussão na grande imprensa – comprova que “a gordura saturada aumenta as partículas de LDL grandes, que não aumentam o risco cardiovascular”. Souto finalizou a sua explanação dizendo que “os únicos bichos obesos são os que comem a comida do ser humano”.

Outra presença aplaudida pelo público foi a da nutricionista Polyana Freitas, gaúcha conhecida como a “nutri das panelas”. Além de compartilhar receitas práticas e mostrar que é possível ter refeições fartas e saborosas seguindo a estratégia low carb, Polyana ressaltou que “não adianta seguir uma dieta à risca de segunda a sexta e no fim de semana ter dois dias de ‘lixo’”. Ela sugere pequenas porções (cerca de 30g) de amêndoas e castanhas para lanches à tarde.

 

Pinhão e tainha

Pode até parecer nome de dupla caipira, mas o pinhão e a tainha são, em minha opinião, os dois elementos mais representativos da gastronomia catarinense. Por uma dessas coincidências maravilhosas da vida a safra do pinhão e a chegada das tainhas às nossas praias acontecem exatamente na mesma época: começo do outono até meados do inverno.

Alguns certamente vão perguntar sobre as ostras e o camarão. As primeiras são cultivadas o ano inteiro e somente a partir dos anos 90. Já o camarão, esse crustáceo tão apreciado tem o seu defeso – proibição de pesca – de dezembro até junho. Depois o que se encontra é camarão de cativeiro que vem principalmente do Nordeste.

O pinhão é nativo da nossa flora e alimentou inúmeras populações. Antes restrito a serra, seu sabor conquistou todo o estado e foram criadas inúmeras preparações culinárias e hoje o pinhão é sinônimo do aconchego do inverno. A pesca da tainha se confunde com a ocupação do nosso litoral pelos primeiros colonizadores. Muitos catarinenses não sabem, mas a tainha é um peixe que sofre um enorme preconceito em todo o Brasil. Fora do estado ela tem gosto de lama e esgoto. Eu mesmo, que sou oriundo do Rio de Janeiro só fui apreciá-la quando cheguei aqui e isso porque já conhecia a fama e não me decepcionei, mas o encanto demorou três postas para acontecer. A primeira eu estranhei o sabor forte. A segunda gostei, mas apenas na terceira fui adorar.

Nos domingos do inverno o perfume de tainha assada toma conta de toda a ilha. Embora ambos possam ser consumidos sozinhos, a verdadeira EXPLOSÃO DE SABORES se dá no encontro da serra e do mar. Pinhão e tainha tal e qual dois super-heróis se unem para promover maravilhas gastronômicas.

A que vou lhes deixar é extremamente simples, mas fará você se sentir um(a) autêntico(a) chef! Filé de tainha grelhada ao molho de ervas com risoto de pinhão. Primeiro faça um caldo de legumes: em uma panela esquente um pouco de azeite e coloque duas cebolas fatiadas, um alho-poró fatiado e uma cenoura fatiada. Refogue por um minuto. Coloque duas folhas de louro e talos de salsa. Ponha um copo de vinho branco seco, deixe reduzir e cubra com dois litros de água. Cozinhe por 40 minutos em fogo baixo, coe e reserve.

Para o molho de ervas basta esquentar 250 ml de azeite e colocar as folhas de meio maço de basílico e de meio maço de salsa e mais as folhas de alguns ramos de tomilho e dois ramos de alecrim. Mexa, apague o fogo e deixe descansar com a panela tampada por uma hora. Bata, coe e reserve. Fatie cerca de 30 pinhões cozidos. Em uma panela refogue os pinhões com pimentões amarelos e vermelhos cortados em losangos, junte uma xícara de arroz arbóreo, vinho branco e vá adicionando o fundo de legumes aos poucos e mexendo sempre. Tempere dois filés de tainha com sal e pimenta do reino. Grelhe dos dois lados e reserve. Quando o risoto estiver quase pronto adicione 50 gramas de manteiga com sal e 50 gramas de queijo colonial em cubos. Apague o fogo e deixe ambos derreterem. Sirva um filé em cada prato salpicado com raspas de limão siciliano, o molho e metade do risoto. Para acompanhar, como a tainha é um peixe de sabor muito forte, sugiro um tinto da serra catarinense. Bom apetite!

Por

Renato Justo

Chef de Cozinha

Verão em SC: 9 opções para se divertir na Costa Verde & Mar

Está de férias ou quer aproveitar um pouco mais dos longos dias quentes de Verão? Destino brasileiro que atrai cerca de 5 milhões de pessoas por temporada, a Costa Verde & Mar (SC) reserva infinitos atrativos. Para quem planeja passar alguns dias entre os 10 municípios da região, selecionamos nove opções especiais que prometem agradar todos os perfis e idades:

Cachoeira: se a ideia é se refrescar, este é o melhor lugar! Na Costa Verde & Mar há diversas opções, desde pequenas nascentes até grandes quedas. A maioria das cachoeiras é de fácil acesso, permitindo a aproximação de crianças e adultos.
Onde encontrar: Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo;

Trilha: contato com a natureza e prática esportiva são ingredientes essenciais para quem busca fazer uma trilha na Costa Verde & Mar. São mais de 10 opções que percorrem verdadeiros paraísos naturais. É necessário ficar atento aos níveis dos percursos antes de se aventurar para garantir que os praticantes estejam preparados para o desafio.
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema e Penha;

Turismo rural: andar a cavalo, acompanhar de perto o processo de cultivo do solo, degustar o melhor do alimento fresco, se divertir em um pesque-pague ou relaxar em uma hospedagem tradicional. Tudo isso é possível encontrar em diversos ambientes localizados a poucos quilômetros de distância da área litorânea.
Onde encontrar: Balneário Piçarras, Camboriú, Ilhota, Itapema e Penha;

Praias: principal roteiro do Verão é garantia de diversão para pessoas de todos os perfis e idades. Na Costa Verde & Mar existem opções mais calmas, agitadas, com orla extensa ou até mais retiradas. Também é possível visitar praias propícias para práticas esportivas que vão desde o caiaque, passando pelo surfe, stand-up, mergulho, entre vários outros.
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo;
Parques: sinônimo de diversão garantida, estes espaços agradam todos os perfis e idades. Na Costa Verde & Mar é possível encontrar desde parques aquáticos com diversas opções de áreas para banho, passando por espaços de lazer com playground até parques temáticos, como o Beto Carrero World.
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo;

Moda: para desfrutar tudo que o Verão proporciona é necessário apostar em tecidos leves, confortáveis e de acordo com cada prática. Na Costa Verde & Mar você encontra o que há de melhor na moda praia, íntima e esportiva. A região conta com confecções locais que possuem renome nacional e internacional;
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Ilhota, Itajaí e Porto Belo;

Cicloturismo: curte pedalar? Uma das melhores formas de conhecer uma região é pedalando. A prática do cicloturismo é muito valorizada na Costa Verde & Mar. O percurso oficial é considerado referência nacional e liga interior ao litoral. O roteiro percorre mais de 210 quilômetros entre todas as 10 cidades da região.
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo;

Atividades náuticas: pela proximidade com mar e rio, a Costa Verde & Maré referência nacional de diversas atividades náuticas que vão desde movimentação econômica até práticas de lazer. Com águas ideais para todos os estilos, se tornou polo para navegação com e sem motor. Também conta com empresas credenciadas que permitem o acesso e cuidado das embarcações, antes e após os passeios.
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo;
Cultura/história: com forte influência açoriana, colonização europeia, tradição da pesca e características indígenas, a Costa Verde & Mar possui diversas opções que remetem ao resgate histórico e cultural. São muitos museus, ambientes de arquitetura urbana, eventos culturais, festivais tradicionais, entre outros.
Onde encontrar: Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema, Navegantes, Penha e Porto Belo;
Está montando o seu roteiro de viagens para Costa Verde & Mar e quer saber mais detalhes dos os atrativos? Você pode encontrar mais informações no site oficial, facebook ou instagram.
Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:
Martha Kienast – litoral1@grupoodp.com.br – +55 (47) 3346-3797 e 9 9994-1265
Ricardo Ruas – ricardo.ruas@grupoodp.com.br – +55 (47) 3346-3797 e 9 9995-1846.
Entidade Intermunicipal de Turismo Costa Verde & Mar – CITMAR.

Grupo Hilton Worldwide visita obra 1º Hilton Garden Inn do Sul do País

 Equipe americana e brasileira avaliou o andamento da obra na Praia Brava

A obra do 1º Hilton Garden Inn. do Sul do Brasil, localizado na Praia Brava, em Itajaí, recebeu a visita da equipe técnica brasileira e americana do grupo Atlantica Hotels e Hilton Worldwide. Assinada pelo Grupo Riviera, que atua no segmento imobiliário em Balneário Camboriú, a obra tem entrega prevista para o segundo semestre de 2017.

O objetivo do grupo formado por técnicos de várias áreas verificou o andamento da obra, as soluções de infraestrutura e analisou se os padrões da obra estão de acordo com os padrões internacionais exigidos. “Eles aprovaram as soluções e andamento da obra adotadas pelo Grupo Riviera visando a qualidade e conforto do hóspede Hilton Garden Inn Praia Brava, e parabenizaram os quesitos de segurança e de organização e limpeza dos resíduos de obra”, destaca o engenheiro e diretor executivo da empresa, Vanderlei da Silva.

Na foto, da esquerda para a direita, Marcelo Salomão, John Walters, Leonardo Lido e Orlando Ferramola, da equipe brasileira e americana do grupo Hilton Worldwide e Atlantica Hotels acompanhados do engenheiro Vanderlei da Silva, diretor executivo do Grupo Riviera, ao centro.

 

Bandeira Internacional
O hotel Hilton Garden Inn será o primeiro com a bandeira internacional implantado no Sul do Brasil pela rede Atlantica Hotels. Localizado na Avenida Osvaldo Reis, principal eixo econômico entre Itajaí e Balneário Camboriú, o empreendimento faz parte do Complexo Riviera, que inclui um prédio de escritórios e um residencial e o hotel, além do Riviera Business & Mall e o condomínio horizontal de casas de alto padrão, o Porto Riviera.

Crédito: Vanessa Amaral/Divulgação

A serra catarinense se prepara para receber a próxima edição do Gastronômade Brasil SC

A gastronomia está em alta e eventos que a envolvem se tornaram verdadeiros programas de lazer para todo tipo de público. O destaque para a cozinha envolve mais do que seus pratos. Hoje, os chefs priorizam o valor do ingrediente e a descoberta de novos sabores. Eventos baseados em experiências cheias de boa comida se transformaram no “must go” dos últimos tempos. E os eventos do Gastronômade Brasil são exemplos reais desse novo estilo de curtir a vida.

divulgacao-etapa-sp-fazenda-7lagoasFoto: Divulgação

A ideia parece simples: servir um almoço ao ar livre, num restaurante desprendido de paredes, onde vários ingredientes que vão à mesa são cultivados na região. Os locais são escolhidos a dedo e, geralmente, inusitados: os jardins de um mosteiro, os vinhedos de uma vinícola e até o terreiro de fazendas de café. Os comandantes, chefs renomados, criam menus especiais com o que a região tem de melhor. O desfecho reportado pelos quase 6.000 comensais já servidos em mais de 50 etapas bem-sucedidas em território brasileiro: uma experiência enriquecedora.

No dia 26 de março, sobre um tapete verdejante pontuado por araucárias que compõe o cenário do Costa da Serra Golf será montada a mesa do Gastronômade Brasil. O banquete ao ar livre acontece sob o comando do chef Rafael Terrassi, um dos finalistas da última temporada do programa The Taste Brasil do GNT. O evento, que tem Santa Catarina como seu estado mais forte, promete agitar o circuito de alta gastronomia dos catarinenses e proporcionar um reencontro dos gourmands de carteirinha com as origens dos seus alimentos.

Rafael promete um menu degustação especial com a presença de produtores regionais cheios de boas histórias para contar e que dividirão a grande mesa, símbolo do evento, com os comensais.

divulgacao-chef-ivo-lopes

Chef Ivo Lopes

O evento também percorre outros estados do pais (SP, RS e PR) e o Distrito Federal.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.gastronomadebrasil.com  e os ingressos custam R$ 289 por pessoa ( Lote 1) – R$ 309 (Lote 2 ) e R$ 329 (Lote 3) , preço que dá direito ao menu completo, harmonização de primeira linha e serviços. Transfer e hospedagem são opcionais.

Etapa Santa Catarina
Data: 25 de março de 2017 – 13:00 hs
Local: Costa da Serra Golf (Rancho Queimado/SC)
Chef: Rafael Terrassi
Harmonização exclusiva: Suzin

Outras etapas:
Etapa São Paulo – abertura
Data: 18 de março de 2017 – 13:00 hs
Local: Fazenda Floresta (Itu/SP)
Chef: Dani Padalino
Harmonização exclusiva: Salton

Etapa Rio Grande do Sul
Data: 19 de março de 2017 – 13:00 hs
Local: O Butiá (Viamão/RS)
Chef: Xavier Gamez
Harmonização exclusiva: Vallontano

Etapa Distrito Federal
Data: 25 de março 2017 – 13:00 hs
Local: Florativa (Brasília/DF)
Chef: Marcelo Petrarca
Harmonização exclusiva: Salton

Etapa Paraná
Data: 01 de abril 2017 – 13:00 hs
Local: Vinicola Legado (Campo Largo/PR)
Chef: Gabriela Carvalho
Harmonização exclusiva: Vinicola Legado

Etapa São Paulo – encerramento
Data: 02 de abril 2017 – 13:00 hs
Local: Fazenda Quilombo (Limeira/SP)
Chef: Gabriel Vidolin
Harmonização exclusiva: Monte Paschoal

Empresários retomam confiança com a economia em Santa Catarina

Dados divulgados pela Federação das Associações Federais de Santa Catarina (Facisc) revelaram que o empresariado começou a retomar a confiança na economia. A afirmação reflete os dados analisados na sétima edição da Carta de Conjuntura Econômica, que tem como objetivo subsidiar os empresários ligados ao Sistema Facisc na tomada de decisões e na otimização dos recursos econômicos, contribuir com o aumento da qualidade dos negócios e da produtividade catarinense, por meio de informações estatísticas e análises sobre a realidade socioeconômica catarinense.

Entre os motivos para comemorar está a taxa de desemprego do Estado, que fechou 2016 com 6,4%, a menor do país. Segundo o presidente da Facisc, Ernesto Reck, apesar da retração econômica ocorrida em 2016, a análise da conjuntura evidencia que os impactos mais severos da crise já se revelaram e que as quedas generalizadas sobre os setores da economia estão se atenuando.

unnamed-3

Aérea Marina Beach Towers

Os fatores relacionados a essa análise evidenciam a volta da confiança dos empresários, como aponta a Diretora da Mendes Sibara, Nathália Mendes, construtora responsável pela imponente obra do Marina Beach Towers. “O mercado de luxo, principalmente na construção civil se manteve estável em 2016 e permitiu que continuássemos a manter os investimentos previstos”, explicou.

A Mendes Sibara vem mantendo os compromissos com seus parceiros e clientes, onde possui empreendimentos em Balneário Camboriú, Camboriú, Navegantes e Itajaí. Destaque para o Marina Beach Towers, duas torres que margeiam o Rio Camboriú, em Balneário Camboriú e que impressionam pelas exclusividades e alto padrão de acabamento, o que conquistou clientes por todo o país. “Nossa expectativa é um 2017 ainda melhor visto que das 107 unidades do MBT já comercializamos cerca de 70% do empreendimento, sendo 10 apartamentos somente no ano passado”, pontuou Nathalia Mendes.

Haka Beach, muito mais que um bar

Um novo conceito de bar está movimentando os dias ensolarados da Praia Brava, em Itajaí. O Haka Beach, estabelecimento reinaugurado em dezembro, traz opções para a diversão de todos os públicos. Com o objetivo de incentivar uma vida mais sadia, o bar oferece opções de refeições saudáveis, sem deixar os petiscos de lado para aqueles que gostam. Em sua estrutura e, também, como alternativa aos que querem fugir um pouco da praia, foram construídas áreas para a prática de esporte e lazer. Tudo isso, de frente para o mar.

image2-2

Um dos sócios do Haka Beach, Felipe Von Borstel, explica que o estabelecimento – a partir da reinauguração – passou a funcionar apenas durante o dia e com a proposta de interação entre o cliente e o estabelecimento. As atividades começam logo cedo, servindo aos frequentadores um delicioso café da manhã. “Além de também atendermos na praia, trazemos opções para quem quer fazer outras atividades, como praticar esportes, por exemplo”, acrescenta.
image4-2

O beach club abre todos os dias e tem capacidade para atender 200 pessoas. ”Na praia, conseguimos atender aproximadamente 300 pessoas”, explica Borstel, que conta com o suporte de uma equipe composta por 30 profissionais. O Haka Beach oferece em sua infraestrutura área para a prática de esportes funcionais, um paredão para a prática de escaladas – que conta com o acompanhamento de um instrutor profissional – slackline, área para crossfit, yoga, massagem e reiki. ”O objetivo é atender todos os públicos e promover a integração da praia, da festa e da música, com o esporte e a saúde”, afirma Borstel.

image5-1

Além do incentivo à vida saudável e a infraestrutura diferenciada, o bar também oferece uma proposta interessante na área musicial. Aos sábados, o som é praiano, embalado pelo estilo Surf Music. Borstel diz que as músicas neste dia ressaltam ainda mais o clima de praia e a tranquilidade de um dia para relaxar. Já aos domingos, a música eletrônica anima os clientes e traz um novo ritmo aos momentos de diversão. Para conhecer mais, acesse o site do estabelecimento: www.hakabeach.com.br

 

Dal Costa aposta em coleção Kids com conforto e criatividade

As crianças estão ganhando cada vez mais espaço, do jardim à loja e no coração dos administradores da Dal Costa. Marca referência no beach wear em Santa Catarina, a grife possui um espaço para as crianças no interior da loja, em Ilhota. O ambiente conta com livros, jogos pedagógicos e uma linha praia especialmente dedicada a eles.

unnamed-1

Após 10 anos do último lançamento da linha infantil, a marca traz à tona conforto, criatividade e diversão que roupas infantis precisam ter. Peças com proteção solar UV 50+, biquínis feitos à mão de crochê e sungas super estilosas completam o espaço reservado só pra eles. “Trouxemos a linha kids atendendo a pedidos dos nossos clientes. A vertente tal pai tal filho, tal mãe tal filha também está em ampla expansão”, explica o estilista da marca, Alisson de Vito.

Segundo ele, todas as peças foram pensadas a partir da Coleção Verão 2017. “Nós queríamos surfar essa onda que a moda está proporcionando de a família inteira usar a mesma estampa”. O estilista promete para próximo verão outras coleções dedicadas a eles.

unnamed

 

 

Concurso de fotografia busca um novo olhar sobre o Espaço Garden

Qual a melhor imagem que captura a poesia e as belezas do campo através do Espaço Garden Show e Eventos, em Camboriú? Em busca deste registro, o local está lançando o 1º Concurso de Fotografia Olhares Inspiradores Espaço Garden. A ideia é que os fotógrafos congelem em uma imagem a essências das belezas naturais do local, muitas vezes escondidas pela rotina do dia a dia.

unnamed-1

Dividido em três temas (Dia de Campo, Equoterapia e Eventos Sociais), o concurso é aberto a participação de fotógrafos profissionais residentes em Santa Catarina. Os participantes têm até o dia 20 de janeiro para produzir as fotos através de agendamento com horário marcado e cada participante tem até o dia 30 de janeiro para postar as fotos no Instagram e no Facebook e maçar o Espaço Garden.

O julgamento será realizado no dia 6 de fevereiro e a premiação, no dia 8 de fevereiro. As melhores fotos serão expostas no Balneário Shopping, de 15 a 28 de fevereiro, e a foto vencedora será divulgada em outdoor no dia 15 de março. As imagens inscritas serão submetidas à análise de uma comissão julgadora, que escolherá uma fotografia relacionada a qualquer um dos temas como a vencedora da promoção e 10 fotografias para fazerem parte da exposição no Balneário Shopping.

unnamed-2

O resultado da seleção será publicado no site Espaço Garden (www.espacogarden.art.br), mesmo endereço das inscrições e também onde poderá ser encontrado o regulamento do concurso.  Além de ser publicada em outdoor de 3m x 9m, o melhor foto terá destaque nas mídias sociais do Espaço Garden, site e material gráfico. A premiação para o autor da melhor foto inclui ainda um fim de semana na Casa de Campo do Espaço Garden, em Camboriú.

Fotos: Edson Beline

Empresário de Santa Catarina recebe prêmio nos Estados Unidos

Pasqualotto & GT, com o Vitra by Pininfarina foi o única construtora do Brasil a ser premiada

Nesta semana o empresário Alcino Pasqualotto esteve em Chicago, Estados Unidos, para receber o Prêmio American Architecture Awards, entregue aos empreendimentos com a melhor arquitetura do mundo.

O edifício Vitra by Pininfarina, da Construtora Pasqualotto & GT foi condecorado com o Prêmio Excelência 2015 de Arquitetura, como um dos sessenta novos projetos desenhados por firmas de arquitetura locais, dos EUA, e internacionais. A construtora foi a única no segmento a ser premiada no Brasil. Além dela, no país, apenas um escritório de arquitetura de São Paulo foi lembrado.

O Vitra by Pininfarina é um projeto diferenciado que tem sido gerenciado de forma colaborativa entre os estúdios de design da Itália, Pininfarina Extra, e da filial americana, Pininfarina of America, localizada em Miami, juntamente com a 30, localizada em Balneário Camboriú, Santa Catarina.

O prêmio de Arquitetura Americana foi anunciado em outubro de 2015 pela academia de arquitetura de Chicago e entregue numa grande festa, nesta semana.

O Vitra by Pininfaria está sendo construído em um ponto privilegiado de Balneário Camboriú, na Avenida Brasil esquina com as ruas 3.450 e 3.550, na Barra Sul. No condomínio além das piscinas adulto e infantil, salão de festas, espaço gourmet, saunas, cinema, lan house e bar molhado, destaque para novidades das áreas comuns: a Praça de Fogo e o Espelho d’água.

Alcino Pasqualotto com a equipe da Pininfarina durante a entrega do prêmio

Alcino Pasqualotto com a equipe da Pininfarina durante a entrega do prêmio

 

O diretor da Construtora Pasqualotto, Alcino Pasqualotto e a esposa Marina Pasqualotto, em Chicago, Estados Unidos

O diretor da Construtora Pasqualotto, Alcino Pasqualotto e a esposa Marina Pasqualotto, em Chicago, Estados Unidos