A reedição do passado

Você sabia que muito do que revivemos, nós não podemos recordar? Pois é, alguns pacientes chegam ao consultório dizendo: “não sei por que sinto tanta irritação com o jeito dele(a)”; “não sei por que sinto melancolia ao escutar esta canção “; “não sei por que as críticas me deixam tão pra baixo”.

Vamos então entender o que é reedição do passado: reviver é viver de novo a emoção que o acontecimento produziu em nós originalmente (pela primeira vez); e recordar é a reprodução do que você viu, ouviu, sentiu e compreendeu da experiência. Muitos pacientes são deslocados para o passado, através de estímulos presentes no dia a dia, e acabam por reviver emoções, das quais não conseguem entender tais respostas emocionais. Às vezes, as sensações são boas e às vezes, ruins. Nosso cérebro funciona como um gravador de alta fidelidade, registrando em uma fita todas as experiências sofridas desde o nascimento. Neste caso, é importante a nossa compreensão de como nosso passado influencia o presente, e como revelamos nosso passado nas ações presentes. Quando estas emoções atrapalham sua vida, o caminho é o autoconhecimento, gerando assim, mudanças e estabilidade emocional. Se necessário, busque ajuda profissional.


Sue-Ellen Berger

CRP 12/16759

Psicóloga Clínica

Neuropsicóloga

📱 (47) 9 9756-4011

Neuroclin

Rua Umbelino Damásio de Brito, 126 – Centro | Itajaí -SC

@neuroclin.sc

@sue_ellen_berger

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s